19 outubro 2010

França: gás lacrimogéneo e bastões

Uma breve nota e uma actualização.

A nota

A nota é a seguinte: além de Kafe Kultura, Mário Nunes é autor de outro blog, Espaço Aberto - Uma Nova Miranda. É um blog que trata de assunto regionais, mas nele podemos hoje encontrar uma notícia que vai além do local e constitui ao mesmo tempo um claro sintoma da difícil situação na qual mergulhou Portugal.
Falamos do caso do Metro do Mondego. Ou melhor: do ex Metro.

Do assunto tratámos também em Poortugal, mas em Espaço Aberto podem encontrar muito mais pormenores.


A actualização

É constrangedor observar o silêncio que os media dedicam ao que se passa na Europa.
Fui ver agências de notícias de Portugal, França, Italia, Espanha...e todos falam do dia de hoje como dum teste importante para o presidente francês, Sarzkozy.

Mas a verdadeira notícia é outra e surge relatada pelo diário português Público (quem diria?): em França há choques entre policia e manifestantes,

França está "em pé de guerra" devido à sexta jornada de greves e manifestações 

A polícia de choque tem estado hoje a recorrer a gás lacrimogéneo e a bastões nos seus confrontos com os manifestantes franceses, alguns deles estudantes do ensino secundário.
Numerosos sectores da economia estão a ser afectados, pela sexta vez em menos de dois meses, por greves e manifestações contra o aumento da idade de reforma preconizado pelo Presidente Nicolas Sarkozy para entrar em vigor dentro de oito anos. O país encontra-se em “pé de guerra”, segundo escreve a edição online do jornal “Libération”.
O tráfego aéreo encontra-se fortemente perturbado pela adesão dos controladores aéreos à greve geral, tendo sido anulados metade dos voos previstos para o aeroporto parisiense de Orly e 30 por cento dos voos para os demais aeroportos da França. Pelo menos oito voos de Lisboa e Porto para a capital francesa foram cancelados hoje, segundo informações disponíveis na página na Internet dos Aeroportos de Paris e citadas pela Lusa.
O braço-de-ferro entre os sindicatos e o Governo está a atravessar uma fase crucial, marcada
pela falta de combustível em 2500 postos de abastecimento (20 por cento dos existentes) e pelo aumento de tensão nos liceus. A BBC já admitiu que ao fim do dia venham a ser 2600 as estações de serviço encerradas.

Um blog do jornal “Le Parisien” indicou que 379 liceus foram afectados pela contestação, enquanto o ministério da Educação dizia que 14 por cento das escolas primárias também tinham sido atingidas.
Esta sexta jornada nacional de mobilização prevê 277 manifestações em toda a França. Em Paris, o desfile com todos os líderes das oito centrais sindicais está marcado para as 13h30 locais (12h30 em Lisboa), com partida da Praça de Itália, em direcção aos Inválidos.
Sarkozy promete medidas para que ordem pública seja garantida

Em Deauville, na Normandia, à margem de uma cimeira franco-russo-alemã, Sarkozy disse ontem à noite que a alteração do sistema das reformas “é essencial”, não tencionando transigir perante os protestos populares.
Depois, já hoje, terminada a cimeira, o chefe de Estado anunciou que vai tomar medidas, nomeadamente contra o bloqueio das refinarias, e pediu a “responsabilidade do conjunto dos actores”.
“Compreendo a inquietação. Numa democracia, cada um pode exprimir-se, mas deve faze-lo sem violência e sem excessos. Efectuarei, ao regressar a Paris, uma reunião para desbloquear um certo número de situações, porque há pessoas que querem trabalhar e não devem ser privadas de combustível”, declarou Nicolas Sarkozy à imprensa.
“Verificarei com as forças da ordem que a ordem pública seja garantida. É esse o meu dever”, sublinhou.[...]
A Sociedade Nacional dos Caminhos de Ferro (SNCF) anunciou hoje de manhã que que estavam a circular 25 por cento dos comboios interprovinciais, 60 por cento dos comboios com saída ou destino de Paris, metade das composições de alta velocidade e todas as do Eurostar, com destino a Londres.

Os jornais não foram impressos ou distribuídos, devido à greve geral, permanecendo os quiosques fechados.[...]

Ontem, numa sondagem CSA, 71 por cento dos franceses manifestaram o seu apoio e simpatia à jornada de protestos que hoje iria decorrer; e durante a qual se têm estado a somar as críticas de esquerda às posições governamentais

Que dizer, temos um País da União Europeia em pé de guerra e quais são as notícias em destaque dos principais órgãos de informação?

Diário de Notícias (Portugal): Manuela Moura Guedes rescindiu contrato com a TVI 
El País (Espanha): Elena Salgado atesta a recuperação da confiança na Espanha  
The Guardian (Grã Bretanha): Sir Alex Ferguson enfrenta os media do mundo. Falará de Rooney?

Verdade, são notícias indispensáveis, em particular as de Manuela Moura Guedes e de Rooney. Mas enfim, talvez um pouco mais de espaço aos bastões da França...

Ipse dixit


Fonte: Espaço Aberto - Uma Nova Miranda, Poortugal, Público
Fotografias: Efe via Público.es

3 comentários:

  1. NunoSav19.10.10

    Outro grande mal, na minha opinião, é como os midia tendem a dar ênfase aos estragos feitos durante os protestos, por vezes feitos por agentes provocadores (policias à civis) e ficam-se por aì (ultimo G20 em Toronto foi grande exemplo).

    Isto obviamente passa mensagens subliminais a quem está a ver a noticia, "Se for a uma manifestação tenha medo, esta gente é perigosa".

    As noticias como passam têm razão de ser, não é ao calhas que ao fim de anunciarem a pessoa que ganhou milhões na semana passada a seguir vem uma noticia de casas luxuosas.

    Felizmente temos a internet.

    ResponderEliminar
  2. Boa observação Nuno, muito boa mesmo: sempre esqueci de realçar este aspecto.

    Nas manifestações há sempre um grupo de "doidos" (por assim dizer) que partem tudo. E os media adoram isso.

    É possível pensar mal e ligar as duas coisas? Os "agentes provocadores" não são uma invenção minha...

    ResponderEliminar
  3. NunoSav20.10.10

    Não é preciso especular,

    http://www.youtube.com/watch?v=cZfbuCQMYro

    um homem com a cara toda tapada e um bastão na mão é estranho o suficiente, o fim tira as duvidas.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...