30 outubro 2010

O Esquema Ponzi

Bill Gross
A Pimco é uma empresa privada dos Estados Unidos.

Com sede em Newport Beach, Califórnia, e escritórios em New York, Londres, Hong Kong, Tokyo, Munique, Zurique, Amesterdão, Toronto, Singapura, e Sidney, a Pimco é apenas o primeiro gestor mundial de fundos, com um portfolio avaliado em 500 biliões de Euros (dados de Outubro de 2010).

Quando Bill Gross, fundador e administrador da empresa, fala em Esquema Ponzi para descrever a dívida pública dos Países ocidentais, bom, se calhar é uma boa ocasião para ficar a ouvi-lo.

Porque é que Bill Gross está triste hoje? 

Quarta-feira é o dia em que a Federal Reserve vai anunciar um novo compromisso, o Quanitative Easing 2 (QE2), uma maneira disfarçada de dizer "imprimir notas"... O anúncio de Quarta-Feira é um pouco como um peru que espera ansiosamente pela Acção de Graças.
O QE2 é parecido com um esquema Ponzi

Imprimir um trilião de Dólares não é bom para os investidores mundiais: é inflacionário e, em verdade, é algo do tipo "Esquema Ponzi". 
Uma afirmação forte 

A dívida pública, na verdade, sempre teve características do tipo Ponzi.
Com certeza, os EUA têm, por vezes, pago a própria dívida nacional, mas havia sempre a hipótese de que, enquanto era possível encontrar novos credores para comprar os novos títulos de Estado e renovar os velhos Títulos, o jogo podesse continuar para sempre.
Os Países soberanos sempre reconheceram implicitamente que a dívida pública existente nunca seria paga, porque o crescimento constante teria permitido a prosperidade futura e pagar as finanças de hoje.
 
E a coisa complicas-se: 

Agora, porém, com um crescimento em dúvida, parece que a Fed levou o esquema Ponzi um passo em frente.  
Em vez de simplesmente pagar a dívida com as receitas dos credores do sector financeiro (bancos, companhias de seguros e gerentes de investimento, só para citar os mais significativos) a Fed agora junta-se à festa. Ao invés de orquestrar o jogo a partir "de fora", saltou nas águas com os outros nadadores.
Um trilião e meio foi imprimido em 2009, e um trilião é esperado agora.. A Fed, na verdade, diz agora aos mercados para não se preocuparem com o nosso deficit, ela será o comprador com o dinheiro imprimido. Não há necessidade, como no esquema Ponzi, de encontrar uma quantidade crescente de investidores no futuro, será ela que preencherá os cheques. 

Eu pergunto: já houve um esquema Ponzi tão descarado?  
Não, este é tão único que requer um novo nome. Eu chamo-lhe um esquema de Sammy, em homenagem ao Tio Sam e aos políticos (bem como os cidadãos), que nos trouxeram até este momento crítico.  
Não é um esquema de Bernanke, porque esta é sua única alternativa e ele não compartilha a responsabilidade da sua origem.  
É um esquema de Sammy: você, eu e os políticos que elegemos a cada dois anos merecemos toda a culpa.

Mas o que é afinal um esquema Ponzi?

Ainda bem que existe Wikipedia, assim é só fazer copy/paste:

Esquema Ponzi
Um esquema Ponzi é uma sofisticada operação fraudulenta de investimento do tipo esquema em pirâmide que envolve o pagamento de rendimentos anormalmente altos ("lucros") aos investidores, às custas do dinheiro pago pelos investidores que chegarem posteriormente, em vez da receita gerada por qualquer negócio real. O nome do esquema refere-se ao criminoso financeiro italo-americano Charles Ponzi.

Os esquemas Ponzi oferecem aos investidores grandes juros num curto período, e o sistema pode funcionar apenas a curto prazo, tudo dependendo da quantidade de novos investidores que integrem o negócio.
O sistema Ponzi degenera sempre em bancarrota, já que a maioria esmagadora dos investidores perde todo o seu dinheiro. As características típicas da propaganda para recrutar novos investidores são:
  • Promessa de altos rendimentos a curto prazo.
  • Obtenção de rendimentos financeiros que não estão bem documentados.
  • Dirigido a um público não financeiramente esclarecido.
  • Um único promotor ou uma única empresa.
Torna-se evidente que o risco de investimento nas operações que fazem uso desta prática é elevadíssimo. O risco é cada vez mais alto ao crescer o número de subscritores, já que cada vez se vai tornando mais difícil encontrar novos seguidores.
Em muitos países, esta prática é um crime.


Fontes: Plimco Financial Times Alphaville, Wikipedia
Tradução: Informação Incorrecta

Sem comentários:

Enviar um comentário

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...