02 novembro 2010

Extrema Ratio

Falamos de economia?
Boa ideia.

Em breve, muito em breve, vamos conhecer a verdade: a Federal Reserve irá avançar com o Quantitative Esaing 2 (QE2) ou não?

Para saber o que é um Quantitative Easing, sugiro o artigo Quantitative quê?; para perceber como muitos nos Estados Unidos (e não só) olham para esta medida o artigo é  O Esquema Ponzi.

Mas a pergunta agora é a seguinte: porque o QE2? Porque nesta altura mesmo? Porque a Federal Reserve, o banco central da (ainda) primeira potência mundial, procura a inflação?




Suicídio económico? 

Depois de ter actuado nas taxas de curto prazo para estimular a recuperação (corte das taxas de juro, o que é normal numa fase de recessão) e dada a ausência de recuperação (a retoma!), a Fed decidiu utilizar uma manobra não-convencional, isso é, o QE2: compra de activos "podres" (títulos que não podem gerar lucros, ainda na posse dos bancos privados) e introdução no mercado de 1 trilião de Dólares acabados de ser imprimidos, tudo na esperança de gerar expectativas inflacionarias.

Dito desta forma parece um suicídio. Qual o sentido?

O objectivo é a reactivação dos consumos, que nos EUA já há muito baseiam-se no crédito.

Reduzir as taxas, primeiro de curto prazo e depois de médio e longo prazo, poderia ter funcionado: o crédito teria custado menos e, assim, o consumidor poderia ter consumido mais.

Infelizmente, porém, as famílias americanas estão em numa fase de "reconciliação do orçamento familiar": isso é, perante tudo o que aconteceu (perda de empregos, da habitação, etc) o consumidor americano tem como principal objectivo a redução das próprias dívidas, já não está tão concentrado no consumo.

Mas o que isso tem a ver com a Federal Reserve e a inflação?
A Fed já não pode "empurrar" muito mais sobre a queda das taxas de juros, por isso pretende gerar expectativas de inflação: se eu tenho medo que as minhas poupanças possam ser corroídas com mais rapidez, vou estar inclinado a consumir mais.

Por isso: financiamentos de baixo custo e povo que, feliz (mas nem tanto) volta aos consumos.

Acção - Reacção. A Fed quer ver o cidadão consumir. E o QE2 outra coisa não é senão um forçar os cidadãos a sair de casa, utilizar os cartões de crédito, comprar, gastar...


A resposta

Arriscado? Sem dúvida.

É cedo para saber se o objectivo será alcançado: o que é certo é que se a inflação, em seguida, fugir de mão (e os pressupostos estão lá todos), o risco é de ter que lutar com golpes de aumentos da taxas de juros, provocando assim uma espiral em subida taxas-inflação.

Há depois outro aspecto que não é possível ignorar: esta manobra, de facto, atinge as poupanças dos cidadãos.
Aliás, o objectivo é mesmo isso: provocar uma erosão das poupanças até´que o cidadão pense: "Epá, as minhas poupanças estão a desaparecer, tenho de fazer algo".

Algo quê?

Segundo a Fed a resposta será "Então vou sair e começar a gastar".
Segundo outros a resposta pode ser "Mas porque temos que ficar num Estado que em vez que proteger as nossas poupanças tenta destruí-las?".

Como sempre, a ver vamos.

Ipse dixit.

Fonte: Bimbo Alieno

3 comentários:

  1. NunoSav2.11.10

    http://www.youtube.com/watch?v=8Qi8FW4Nwug

    QE2 dos 4min. para a frente.

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente, todos nós sabemos que está tudo falido, todos rotos, mas estranho, uns mais que os outros...
    Se a nossa é lastimável, disseram-me que a situação dos EUA é ainda muito pior...
    E que a situação do Reino Unido não é melhor, mas há ainda quem queira tapar o Sol que a peneira.
    Após a apresentação do OE2010 na AR, José Sócrates, quis deixar a entender também isso, à saída do plenário.
    Mas ninguém o levou a sério, quem pode levar a sério o homem que levou Portugal para o buraco?
    Aquilo que eu penso é que não há ponta por onde se lhe pegue, tanto a nível nacional e como internacional.
    No entanto, há que levantar a cabeça, porque a verdade vem se sempre à tona.
    Há quem nos coloque no topo da tabela da bancarrota, mas desconfio que muito em breve vamos ter a companhia de gente muito ilustre...

    ResponderEliminar
  3. NunoSav2.11.10

    http://www.youtube.com/watch?v=_q2nbK_TIkQ

    Depois de tudo que o senhor deputado Louçã disse veja-se bem a resposta do Sócrates (embora o vídeo não mostre tudo, corta a meio), diz tudo...

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...