19 dezembro 2010

A bonança

Os jornais do Velho Continente continuam a falar da vaga de gelo.
Devem ser os efeitos do aquecimento global, é por isso que temos tanta neve.

Pena que não encontrem um pouco de espaço para uma outra notícia interessante.
Olhem para o seguinte gráfico, mostra a velocidade média dos navios comerciais:


Que acontece? Perigo icebergues?
Nada disso, pois a realidade é muito mais prosaica.



Como faz notar o óptimo Zero Hedge, os armazéns ocidentais estão cheios e os navios chineses receberam ordem para navegar à velocidade mínima: menor custo de carburante perante a não necessidade de entregar as mercadorias.

O raciocínio é o seguinte: porque correr se depois ninguém compra? Melhor ir devagarinho e poupar no carburante. Entretanto, com um pouco de sorte, alguém vai comprar algo e os armazéns ficam com um pouco de espaço.


Confirmação indirecta: o Baltic Dry Index avisa que alugar um navio para transportar mercadorias é cada vez mais em conta:


Se a ideia do leitor é alugar um navio, esta é a altura certa. Pensem nisso, pode ser uma boa ideia para entregar as prendas do Natal.


Tudo isso é muito esquisito, sobretudo se tivermos em conta os novos dados acerca dos consumos nos Estados Unidos. Eis os dados oficiais e as previsões publicadas no dia 14 de Dezembro e relativos aos consumos de bens e comida nos EUA:


Crise? Criseeeee? Quem falou em crise? Aonde? A economia nunca trabalhou tanto e em 2011 será ultrapassado o recorde estabelecido no longínquo 2007. Meus senhores, começou uma nova Idade do Ouro e nós ainda não tínhamos reparado (aqui é obrigatório um mea culpa)....

Mas há sempre alguém que tenta arruinar a festa.

Neste caso é o igualmente óptimo Dshort que pergunta: e porque não juntar a este gráfico os dados da inflação (37% desde 1992) e do incremento demográfico (22%)?


Os consumos estão ao mesmo nível de 2003. Ou de 1999.

O que preocupa é a linha azul, a polynomial regression. O que é isso? Uma nova diabrura financeira?
Não: é uma função estatística bastante antiga (Adrien-Marie Legendre, 1805) e mostra o andamento geral de vários dados. E o andamento aqui é negativo.

Pérfido Dshort, isso não se faz...


Fontes: Rischio Calcolato, Zero Hedge, Dshort

Sem comentários:

Enviar um comentário

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...