10 dezembro 2010

Homens e perús

Uma vez, o filosofo Karl Popper inventou uma história acerca dum peru, para demonstrar que o raciocínio indutivo poder levar a conclusões erradas.

Vamos reinterpretar esta história, adaptada à nossa realidade.  

Havia numa criação um jovem peru particularmente inquieto.

Todos os dias prontamente recebia a comida, mas nos olhos do criador não conseguia ver qualquer simpatia.
Observou que a mesma pessoa que lhe fornecia os alimentos, muitas vezes manipulava instrumentos afiados, e uma vez viu até usa-los contra uma pobre galinha perto do seu refúgio.

Esta história tornava-o suspeitoso, então decidiu falar com os seus companheiros.

- Amigos, aqui está algo de errado. É verdade, temos bastante alimento a cada dia, ninguém é abusado, mas eu sinto que há algo por trás disso. Ontem vi uma galinha assassinada pelo criador, talvez isso possa acontecer connosco um dia.



- És sempre o mesmo paranóico. Estamos aqui há anos, nunca sofremos a fome, o bom criador até construiu um telhado para abrigar da chuva; e também podemos distrair-nos com uma perua bonita aqui ao lado. Tu és apenas um ingrato, deverias ser grato por tudo o que é oferecido. A verdade é que estamos bem, e desde que me lembro sempre foi assim.

Era véspera de Natal,  e o criador escolheu o peru inquieto para o almoço festivo.

- Nunca ficava quieto e deixava nervosos os outros perus.

Fonte:  WWVB, Tra Cielo e Terra

2 comentários:

  1. NunoSav10.12.10

    Vamos falar de futebol e jet7 daqui para a frente?

    Estás-me a deixar nervoso (...) :D

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...