17 janeiro 2011

O mercado que não conhece crise

A economia do planeta não atravessa os seus melhores dias. A crise dos Países Ocidentais, além das óbvias repercussões internas, enfraquece os mercados internacionais.

Todavia existe uma área onde os efeitos da crise são desconhecidos: os armamentos.

Não só: os Países, mesmo os que mais foram atingidos pela crise começada em 2008, continuam a gastar cada vez mais.



Vamos analisar alguns dados fornecido pelo SIPRI, o Stockholm International Peace Research Institute, lembrando que as despesas militares são apresentadas em Dólares.

















As duas Quase-Super-Potências reduziram as despesas em relação ao Produto Interno Bruto, mas aumentaram em termos absolutos.
Os Estados Unidos, no entanto, aumentaram em termos absolutos e em relação ao PIB.









Duas realidades bem diferentes: Israel gasta bem 7% do próprio PIB em armamentos, uma das percentagens mais elevadas em termos mundiais, enquanto o Irão diminuiu após ter alcançado 3,8% no ano 2000.
Lembramos, para os mais distraídos, que a ameaça à paz em teoria é o Irão.

Uma curiosidade: alguns dos PIGS. Estes três Países em conjunto, em 2009 gastaram a "módica" quantia de 38210 milhões de Dólares em armas. Grécia e Espanha até aumentaram ligeiramente após o início da crise.















As despesas militares no Mundo, em 2008: 1.47 triliões (americanos) de Dólares. Palavras para quê?
Reparem nas despesas dos Estados Unidos e Europa.



Acima: as despesas em 2009.

E, para acabar, a tendência das despesas ao longo dos anos entre 1988 e 2009.

Entrámos em guerra? Não, que dizer, não parece.
Mas é verdade que, ao olhar para os dados, uma coisa parece clara: os Países voltaram a gastar em armamentos, e muito. Mesmo após o despoletar da crise económica de 2008, os gastos continuaram a aumentar.

Sinal inequívoco de que a sensação de relativa segurança que caracterizou a segunda metade da década de '90 desapareceu. Os Países, embora afirmem o contrário, preparam-se para o pior.

Ipse dixit.

Fonte: Sipri

Sem comentários:

Enviar um comentário

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...