28 janeiro 2011

Quando a conspiração acerta


Os que frequentam blogues ou sites de informação alternativa.

Gente louca, com evidentes problemas. Que não aceita a realidade, que tem necessidade de ir além da verdade, para encontrar outras verdades, desta vez imaginárias. Gente pouco séria.
Mas gente que acerta.

Pois é isso o resumo que é possível fazer ao olhar para os recentes desenvolvimentos na área da saúde.
Não estou a dizer que toda a informação alternativa esteja correcta. Não estou a dizer que todas as teorias "conspiracionistas" sejam o reflexo da realidade. Longe, bem longe disso.

Mas algumas vezes batem certo, antecipando o aparato mediático mainstream.
É por isso que existe a informação alternativa.
É por isso também que nasceu Informação Incorrecta.

Tudo bem, mas agora basta com a auto-celebração e vamos ao que interessa.
Querem um exemplo? E aqui estão oito exemplos, não apenas um:




1. 
Altos níveis de flúor na água de beber fazem mal

Por incrível que pareça, o governo federal dos Estados Unidos, pela primeira vez em 50 anos, baixa a percentagem recomendada de flúor na água para beber.

Certamente, seria bom se à proibição de flúor fosse total, mas seria um grande passo.
Já é muito poder ler um artigo da CNN, na qual o governo admite que o alto nível de flúor na água pode ser um problema, pois está relacionado com a fluorose.
O Departamento de Saúde e dos Serviços Humanos dos Estados Unidos (HHS) e a Agência de Protecção Ambiental e de Saúde Humana solicita a mudança, e isso por causa do aumento das manchas e estrias nos dentes das crianças. 
Fluorose, isso mesmo. 


2.
Quando permitida a cultivação dos alimentos transgénicos, 
estes seriam espalhados por todos os lados.

Por anos, muitos têm tentado alertar as pessoas de que os transgénicos são extremamente perigosos.

Agora, o Independent admite que um insecticida especial, especificamente concebido para o milho transgénico, está rapidamente a infiltrar-se nas águas.

O  insecticida é o produto dum gene bacteriano colocado no milho, cereais e outras culturas, para protege-las dos insectos como a broca do milho.

Os cientistas descobriram o insecticida num número cada vez maior de fluxos de drenagem no grande "cinturão de milho" do Mid-West.


3. 
Existem medicamentos e produtos químicos cancerígenos na nossa água

Nos últimos dois anos, os media tem começado a realçar todo o lixo que aparece na nossa água. Alguém lembra do filme "Erin Brockovich" e do cromo hexavalente, substância cancerígena?  O Washington Post encontrou altos níveis de cromo hexavalente nas águas de 31 cidades americanas.

Mas não apenas cromo.
Segundo o Time Magazine, há milhares de outros produtos químicos.


4. 
Os telefones móveis estão ligados ao câncer

Os grandes media ainda não estão prontos para declarar abertamente que os telemóveis causam câncer, mas pelo menos começam a apresentar resultados de estudos que sugerem uma ligação entre as duas coisas.

Por exemplo, considere a seguinte frase dum artigo da CNN:
Nos casos da exposições maiores, ao usar um telemóvel para meia hora por dia ao longo de dez anos, o estudo encontrou um aumento de 40% no risco de glioma cerebral.



5. 
O Bisfenol A (BPA) está ligado à infertilidade masculina

Por anos, muitos "teóricos da conspiração" têm gritado que um produto químico chamado Bisfenol A, encontrado em milhares de produtos plásticos, é realmente muito, muito prejudicial para a nós. Recentemente alguém nos media começa a falar do assunto. Em Outubro passado, o Telegraph publicou um artigo intitulado "O Bisfenol A ligado à infertilidade masculina" com a seguinte declaração inequívoca:
O Bisferol A (BPA) demonstrou reduzir a mobilidade e a qualidade do esperma.

6. 
Os medicamentos prescritos matam muitos Americanos a cada ano

Ao longo de anos, os praticantes de medicina alternativa e os "teóricos da conspiração" alegaram que a má reacção aos medicamentos prescritos é uma das principais causas de morte nos Estados Unidos. Agora os grandes media estão começar a recuperar o tempo perdido. Um recente artigo na revista Vanity Fair, com o título "Medicamentos fatais" assim começa:
Os medicamentos matam cerca de 200.000 Americanos a cada ano.

7. 
O Aspartame não é bom para nossa saúde

Muitos media começam a despertar para o facto de que o adoçante artificial aspartame não pode ser saudável.

Este Verão, o Huffington Post (que é frequentemente muito" mainstream") permitiu ao Dr. Joseph Mercola publicar um artigo sobre o aspartame, que começou com o seguinte parágrafo:
O Aspartame é aditivo alimentar mais polémico da história, cuja aprovação para a comida foi a mais controvertida da história da FDA. No final, o adoçante artificial foi aprovada, não por motivos científicos, mas sim por pressões políticas e financeiras. O Aspartame tinha sido previamente listado pelo Pentágono entre os agentes de guerra bioquímica.


8. 
Muitos entre a elite cosmopolita querem estabelecer a política do filho único 
e reduzir a população para o bem do ambiente

Muitos norte-americanos têm grande dificuldade em acreditar que alguns dos homens mais poderosos do mundo pretendam estabelecer uma política global do filho único que desejem realmente reduzir a população mundial. Mas esta é uma realidade, e provas não faltam. Uma delas, e não a mais significativa, deriva duma entrevista que um diário canadiano realizou com Ted Turner, dono da CNN:
Mr. Turner, um antigo defensor do controle da população, disse que o stress ambiental da Terra exige soluções radicais, sugerindo que os Países devam seguir a China no estabelecimento duma Política de um Filho Único, o que pode diminuir a população global com o tempo. Acrescentou que o direito da fertilidade poderia ser vendidos, de forma que os pobres poderiam beneficiar da decisão de não se reproduzir.
Nem Hitler...


Infelizmente, acerca de outros problemas de saúde, os grandes media continuam a apoiar o programa das grandes empresas, como por exemplo no caso das vacinas.

Mas cedo ou tarde os problemas emergem. Afinal, o que está em jogo é a saúde nossa, das nossas famílias e das futuras gerações.

Uma última nota:
Informação Incorrecta contactou um professor que nas semanas passadas tinha ocupado as primeiras páginas dos jornais por causa das suas afirmações inerentes os telemóveis e a alegada perigosidade destes.
Stay tuned!  ;)


Ipse dixit.

Fontes: CNN, The Independent, The Washington Post, Time Magazine, The Telegraph, Vanity FairHuffington Post, End Of American Dream

7 comentários:

  1. rui sousa29.1.11

    excelente trabalho! continue assim ;)

    ResponderEliminar
  2. A mais recente foi uma notícia no jornal inglês de que era possível fazer chover no deserto fazendo uso de antenas e bla bla bla... Os cépticos... gostaria de ouvi-los.

    As pessoas pensam que são livres, elas nem imaginam é que lhes fazem pensar que elas são livres.

    ResponderEliminar
  3. Vou partilhar, com a devida fonte ;)
    Saudações!

    JD

    ResponderEliminar
  4. Anónimo30.1.11

    Muito bom post!!

    deixo-te o meu blog,

    www.odetriunfante.pt.vu

    Estamos atentos.

    Abraços
    jmct

    ResponderEliminar
  5. Olá!

    Como sempre, agradeço, e muito, todos os intervenientes.

    Quanto aos dois "blogueiros": vou inserir os vossos links no blogroll.

    Bom trabalho e um abraço para todos!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo9.3.11

    iLHAM DISSE : O PIOR DE TUDO É QUANDO VC ACREDITA EM ALGUMAS DITAS "CONSPIRAÇÕES " COMO DO ASPARTAME, POR EXEMPLO , E NÃO CONSEGUE CONVENCER TEUS PRÓPRIOS FAMILIARES.
    O POST ESTÁ ÓTIMO.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo7.6.11

    Mosquitos transgênicos são usados para conter dengue na Bahia.... olha isso.
    Em vez de pulverizar inseticida para matar os mosquitos transmissores da dengue– como é feito em muitos municípios – pesquisadores brasileiros estão soltando mais mosquitos no ambiente para conter a doença. Tratam-se de insetos geneticamente modificados. “São linhagens transgênicas desenvolvidas na Inglaterra. Os mosquitos recebem um gene que promove a morte de suas larvas antes de se tornarem adultas [e poderem transmitir a doença]”, diz Margareth Capurro, coordenadora do projeto e bióloga da USP.

    http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI239234-17770,00-MOSQUITOS+TRANSGENICOS+SAO+USADOS+PARA+CONTER+DENGUE+NA+BAHIA.html

    MAIS UM PROBLEMA PARA SER RESOLVIDO POSTERIORMENTE....UMA PRAGA ANUNCIADA QUE PROVALMENTE NÃO TERÁ CONTROLE. PLANOS DA NOVA ORDEM MUNDIAL?

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...