18 fevereiro 2011

Erro de casting

Um silencio constrangedor acerca duma rapariga de Damasco, Síria: 19  anos, em prisão há mais de 12 meses, como única culpa o facto de ter um blogue.

Esquisito, pois temos todos os ingredientes para uma das campanhas humanitária que tanto bem fazem às nossas consciências, mesmo quando desprovidas de lógica. Avaaz, Amnesty International, onde estão?

Temos um País inimigo de Israel e, por isso, inimigo nosso também. Um País onde ninguém ainda foi capaz de criar um crise revolucionária ao grito de "Democracia!" (e o caso da jovem poderia ser um bom começo).

Temos a rapariga, Tal al-Mallouh, estudante com a paixão de internet (então, senhoras feministas, prontas a descer na praça para salvar uma iraniana que assassinou o marido, mas comodamente sentadas perante o caso duma rapariga inocente?).  

Temos uma dura condenação, 5 anos de prisão, com uma sentença ambígua: "Inteligência com os Estados Unidos"? Desde quando conspirar com os EUA é sinónimo de inteligência? (amigos comunistas, nada a dizer?).

E os media? Perdem desta forma a ocasião de mostrar ao povo quanto cruel possa ser um regime inimigo de Israel? Nenhum apalavra acerca dos direitos humanos (dos outros)?

O que há de errado nesta história?

O quê? A rapariga utilizava o blogue para escrever em favor da causa palestiniana?
Sério? Como assim? Poderiam ter avisado, não é? Com todas as coisas interessantes que há para escrever...
Epá, desculpem, assunto encerrado.


Ipse dixit

3 comentários:

  1. Eles, além de nominar os maus, querem ter o direito de nominar os bons, quando de fato não deveriam nunca nominar ninguém.

    ResponderEliminar
  2. Vitor18.2.11

    Dois pesos e duas medidas...

    ResponderEliminar
  3. Obrigado Tony e Vítor.

    De facto fiquei chateado com esta história: Avaaz encheu-me a caixa de correio com a mulher iraniana, para esta desgraçada de rapariga nem uma linha. Bah...

    Abraço!

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...