10 março 2011

As Máfias

Máfia? Informação Incorrecta fala de Máfia agora?
Pois, tem que ser.

As Máfias (pois são várias) entram com razão no elenco das empresas mais bem sucedidas: gostem ou não, são empresas de sucesso por várias razões.

Economicamente, são verdadeiros impérios, em muitos casos representando a actividade principal dum inteiro País.
Politicamente, conseguem condicionar as escolhas dos partidos.
Socialmente, propõem-se como uma alternativa à ordem oficial, difundido modelos negativos mas funcionais.

Mas o que são as Máfias?



A origem

O termo Máfia comparece pela primeira vez em Italia, na metade do 1800, e indica uma organização nascida para contrastar a avançada do exército estrangeiro, neste caso o Piemontês (do Piemonte, região da Italia do Norte).

A unificação da Península, de facto, não foi uma operação filha das aspirações dos povos, mas foi uma medida decidida pelo Rei que na altura governava a Italia do Norte, em regiões como o Piemonte, a Lombardia, a Liguria.

Ao longo de décadas, os habitantes do Sul continuaram a ver o exército do Norte como militares "invasores": situação que pode parecer esquisita hoje, mas "normal" na altura, considerado que exército de ocupantes e ocupados nada tinham em comum, nem o idioma.

Foi assim que nasceu uma estrutura ilegal, cujo fim era a reciproca ajuda entre os vários membros: a Máfia. Não é por acaso que as organizações de origem mafiosa estejam presentes ainda hoje nas regiões que na altura resultavam militarmente "ocupadas": Sicília, Calábria, Campânia e Puglia.   

Com o tempo a Máfia mudou razão de ser, difundiu-se em outros Países (caso da Máfia americana de origem italiana), "exportou" os princípios.

Resultado: hoje existem muitas Máfias, que nada têm a ver com a ideia quase "romântica" original.
Esqueçam também as imagens cinematográficas, como as da saga de The Godfather: a Máfia são bem piores do que isso.

Hoje o termo Máfia indica organizações criminosas, cujo objectivo é controlar, gerir e preservar os lucros de tráficos ilícitos: tráfico de armas, drogas, influências, seres humanos, nada é tabu para as máfias de todo o mundo.

O objectivo da Máfia é o monopólio das actividades criminosas, sejam locais ou internacionais. Alguns grupos nascem e crescem em locais bem definidos, enquanto outros estendem-se a todo o planeta, atingindo lucros surpreendentes.

A seguir uma lista das Máfias mais influentes, desde a mais "fraca" até a mais poderosa.



As 10 Máfias mais poderosas

10. Máfia Jamaicana
O Yardies, os imigrantes jamaicanos que chegaram no Reino Unido nos anos 50 com a esperança de melhorar as próprias condições de vida, são uma associação criminal que geralmente opera em bandos, realizando actos de crime organizado como tráfico de drogas ou assassinatos.

Nunca tentaram infiltrar-se nas organizações policiais, e como frequentemente cometem crimes com armas de fogo, não é difícil encontra-los, dada a seriedade com que os crimes violentos são tratados na Grã-Bretanha.


9. Máfia Albanesa
A Máfia Albanesa é um conjunto de organizações criminosas com base na Albânia, activas na Europa e nos Estados Unidos, especialmente no comércio sexual e no tráfico de drogas. São entre as Máfias mais violentas de sempre, sobretudo quando motivados por vingança.
Estes grupos não são sempre organizados entre eles, na verdade, aliás, muitas vezes tendem a competir e a desencadear verdadeiras guerras internas.

Muito pouco é conhecido acerca do crime organizado albanês, dada a dificuldade em ser capaz de penetra-lo. O que se sabe é que muitos dos tráficos que da Europa de Leste passam pela Albânia, e são geridos directamente pela Máfia Albanês ou a Sérvia.


8. Máfia Sérvia
Também difundida na Europa e nos Estados Unidos, a Máfia Sérvia está envolvida em várias actividades ilegais como o tráfico de drogas, assassinatos, extorsão, jogos de azar e roubo.

No interior da organização criminosa da Máfia há três clãs mais poderosos: Vozdovac, Surcin e Zemun, abaixo dos quais há organizações mais pequenas, para um total de cerca de 30-40 associações mafiosas.

A Máfia Sérvia tem estado particularmente activa durante as guerras jugoslavas, durante as quais obteve o apoio do governo através duma extensa campanha de corrupção.


7. Máfia Israelita
Tão pouco conhecido em comparação com outras máfias, a Máfia Israelita tem o controle do tráfico de drogas e prostituição em muitos Países.

É conhecida pela crueldade, não pensa duas vezes para matar qualquer um que tente para-la. Ajudada pela Máfia Russa, a Israelita penetrou profundamente no tecido político norte-americano, de modo que é difícil de erradicar.


6. Máfia Mexicana
É uma espécie de mão-de-obra da Máfia. Iniciada na década de '50 nas prisões com o fim de proteger os afiliados, saiu das prisões para as ruas dos Estados Unidos, onde controla parte do tráfico de drogas.

Nos Estados Unidos, tem cerca de 300.000 membros , muitas vezes tatuados para o reconhecimento dos membros das várias gangues.


5. Máfia Japonesa, Yakuza
A Yakuza é uma das mais sangrentas e mais antigas do mundo. Iniciada como uma organização para o controle do jogo ilegal no Japão do século XVII, os seus membros são caracterizados por imponentes tatuagens que cobrem grande parte do corpo.

Outro sinal é a falta da falange do dedo mínimo, muitas vezes oferecido ao chefe do clã como um sinal de respeito ou gesto de desculpa.

Tem cerca de 110.000 membros, pertencentes a 2.500 famílias que gerem o  tráfico de produtos ilegais, a pornografia, a prostituição e a imigração ilegal.


4. Máfia Chinesa, Tríades
É certamente a mais poderosa Máfia do Oriente, com sedes na China, Malásia, Singapura, Hong Kong, Taiwan, e "filiais" em todo o mundo. Também muito activa nos EUA, é geralmente envolvida em roubo, assassinatos, tráfico de drogas , pirataria e extorsão.

A Máfia Chinesa começa no século XVIII, com o nome de Tian Di Hui, que significa "Sociedade do Céu e da Terra". Tudo nasce da ocupação britânica, que favorece as actividades criminosas das sociedades secretas na China, e que foram definidas "tríades ".


3. Máfia Colombiana
Chamados também de "Cartel colombiano da droga," é conhecida em todo o mundo para o monopólio que detém sobre o tráfico de drogas, especialmente cocaína, que distribui em todo o mundo através de vários métodos, incluindo submarinos.

Opera em todo o mundo, graças à profunda corrupção em alguns Países.
Os três "cartéis" mais importantes são o Cartel de Cali, o Cartel de Medellín (terra natal de Pablo Escobar ) e do Norte del Valle.

Os Cartéis mafiosos colombianos não tratam apenas de drogas, mas também de sequestros e actos de terrorismo.


2. Máfia Siciliana na América
A versão americana de "Cosa Nostra" é relativamente recente, tendo iniciado em meados do século passado, e desde logo foi caracterizada pela capacidade de intervir num amplo espectro de actividades criminosas sem deixar sinais do seu envolvimento.

As actividades vão desde a rede de "protecção" ao tráfico de drogas e armas, assim como a mediação do business criminoso de várias máfias.

Os membros desta Máfia são poucos quando comparados com outras organizações criminosas, mas são extremamente leais ao clã, e devem seguir estritamente a "regra do silêncio".


1. Máfia Russa
Nascida durante a União Soviética, tem contactos em todo o mundo, com uma influência que é incomparável a nível mundial. Os membros são entre 100.000 a 500.000, em todo o mundo.
As actividades são principalmente o tráfico de drogas e o tráfico de armas, o terrorismo, a pornografia, as fraudes telemáticas, o tráfico de órgãos.

A principal regra é "nunca colaborar com a polícia". Se um membro da Máfia Russa é capturado, é fácil que seja assassinato uma vez deixado livre, dado o potencial perigo que representa para a organização.


Em Italia


E em Italia?

A realidade italiana é composta por 4 máfias: a mais importante é a ´Ndrangheta, da Calábria, que tem contactos com as organizações criminosas de todo o mundo. Com cerca de 6.000 membros, as sua áreas de intervenção são o trafico de drogas, os sequestros de pessoas, as fraudes.

A seguir encontramos Cosa Nostra, a Máfia por "excelência", embora já não tão poderosa como um tempo, típico produto da Sicília, pode contar com cerca de 5.400 membros.

Em terceiro lugar a Camorra, da Campânia (zona de Nápoles), com cerca de 7.000 membros; construiu o próprio império a partir do contrabando de tabaco, passando de seguida ao tráfico de drogas e a usura.

Em último lugar a Sacra Corona Unita, da Puglia, com 1.600 membros, muito enfraquecida por causa das actividades da Policia nos anos ´90 e primeiros anos do 2.000.

Só para ter uma ideia: a 'Ndrangheta, actualmente a mais importante Máfia italiana, tem um volume de negócio de 44 mil milhões de Euros (dados Eurispes 2008). É mais do que a dívida pública do Brasil...



Ipse dixit.


Fonte: DitaDiFulmine

1 comentário:

  1. Vitor12.3.11

    Outra vez excelente post, Max!

    Bem que a máfia italiana poderia pagar a dívida pública brasileira... mas enfureceria outras máfias aqui...

    hehehehe

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...