15 março 2011

Japão: hipóteses e ajuda

O amigo Mário Nunes, de Kafe Kultura, realça um facto interessante: o terramoto que atingiu o Japão aconteceu no dia 11 de Março. 11.03.2011 é a data. Tal como o ataque às Torres Gémeas aconteceu num outro dia 11, 11.09.2001.
HAARP? Maya? Ou algo mais?

Em primeiro lugar, o Japão está sentado num dos pontos mais desgraçados do planeta, e não podemos esquecer isso.
As ilhas japonesas são parte do Ring of Fire, o Anel de Fogo do Pacífico, caracterizado pelo choque das placas tectónicas e consequentes terramotos e actividade vulcânica.



Em particular, o Japão é o lugar mais desgraçados entre todos os lugares desgraçados, pois surge no ponto de encontro de três placas: a Euroasiatica, a do Pacífico e a das Filipinas. A placa do Pacífico está a "deslizar" por baixo das outras, o que provoca violentos movimentos conhecidos como terramotos (além da intensa actividade vulcânica). 

Tudo "normal" então?
Talvez.
Traduzo o artigo de Informazione Scorretta:
Há também terramotos e catástrofes naturais como nunca antes. No Japão, já sabemos, mas também em todo o mundo tem havido uma série de terremotos nas últimas duas semanas

Nova Zelândia
Sul do Irã
Filipinas
Sudoeste da China
Papua Nova Guiné
Califórnia
Chile

E pouco antes (27 de Fevereiro), também na Grécia.

E o eixo da Terra mudou de 10 cm (como fizeram para calculá-lo?).

Temos de perguntar como é que um terremoto pode mudar o eixo da Terra, temos de perguntar se talvez não seja algo que está afectando todo o planeta, algo que em verdade está a ter um efeito sobre eixo da Terra e como resultado provoca terremotos catastróficos em todo o mundo na áreas mais instáveis ​​do ponto de vista geofísico.
Coisas que, se esta não fosse Informazione Scorretta com uma reputação a manter, seria altura de vestir uma túnica branca e anunciar que é hora de mudar a sua vida, é hora de viver em harmonia, porque o fim está próximo ..!

Que depois, mudar de vida e viver em harmonia em qualquer caso seria uma mudança para melhor, com ou sem o fim deste mundo tão poluído, descontrolado e frágil, mas ainda assim tão bonito e cheio de vida.

Interessante também um artigo de Altra News: o terremoto do Japão pode ter sido causado pela posição da Lua e pelos processos que estão a ocorrer no Sol? Esta opinião foi expressa, numa entrevista à "Voz da Rússia", pelo cientista russo Arkady Tishkov, vice-diretor do Instituto de Geografia da Academia Russa de Ciências.
Há uma teoria de que os ciclos de actividade sísmica na Terra estão intimamente relacionados com os processos que ocorrem no Sol e as fases da Lua.
Nesta altura, a Lua fica a uma distância de cerca de 350.000 km da Terra, ou seja, a distância mínima com o nosso planeta.
Naturalmente a massa do satelite tem um grande impacto na litosfera da Terra. Por sua vez, o Sol está no auge da sua actividade dos últimos anos, afirma o cientista russo.
A ligação entre esses fenômenos realmente existe e ocorre quase sempre. Os ciclos solares e lunares podem coincidir. Nos anos 2011 - 2015 é esperado o maior ciclo de atividade vulcânica e de terramotos no nosso planeta.

No blog da amiga Ravena podem seguir as novidades acerca da intensa actividade solar, com duas explosões de classe M em 48 horas.

Lembramos que as erupções solares são classificadas segundo as seguintes letras do alfabeto: A, B, C, M, X (pois concluir com uns normais D e E teria sido demasiado óbvio...). Cada letra indica uma explosão dez vezes mais potente do que a anterior: assim, uma explosão B é 10 vezes mais potente duma A, enquanto X é o grau máximo.

Que pensar? Nada, melhor fazer.

Twitter, Facebook, Google, Apple e Microsoft, entre outros, activaram canais para ajudar os sobreviventes, com doações, compras ou com ajuda de tipo logístico. Para os interessados, o melhor é efectuar uma pesquisa no Google, resultados não faltam.


Ipse dixit.

Fontes: Informazione Scorretta, Altra News, Evoluindo Sempre

3 comentários:

  1. Olá Max
    Já vistes a quantidade de usinas atómicas espalhadas por toda a ilha do Japão?? Contei 8 pelo menos. Algumas estão tão juntas no mapa que seus icones se empurram... Eles estão numa junção de placas tectónica, no cinturão de fogo, e eu acho que se todos fisessem harakiri morreriam de forma mais limpa que mantendo tantas usinas em torno deles! Vivemos no mesmo planeta, será que a globalização não podia actuar agora para colocar nossa opinião a respeito do perigo que eles nos causam????? Abs

    ResponderEliminar
  2. Olá GI!

    Bom, de certa forma fizeram harakiri: construir centrais atómicas numa zona altamente sismica, bem pertinho do mar é um bom passo para uma desgraça...

    Doutro lado esta economia não perdoa: ou tens recursos ou ficas atrás. E a energia é um dos recursos principais.

    E a globalização é apenas uma outra forma de continuar com esta economia suicída...

    Abraço!

    ResponderEliminar
  3. oi max, tb estão falando que o cometa elinin tb pode ter haver com o tremor no japão. o que me diz sobre isso? tb adoro o blog da ravena..rs..bjos

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...