30 maio 2011

As revoluções não são todas iguais: Geórgia

M. Saakashvili
Nem todas as revoluções são iguais.
Algumas devem ser tratadas com respeito e admiração. Outras não.

O leitor vive num País com um sistema político podre? Deseja fazer uma revolução?
Pare: antes é preciso saber qual a orientação dos Estados Unidos. Porque caso Washington decida suportar o actual sistema de governo, para o leitor não há hipótese. Vai levar na cabeça. E nem terá direito aos clássicos 15 minutos de celebridade, pois os media vão ignora-lo.
Totalmente.

É o caso da recente revolta na Geórgia.
Fartos do regime-boneco pró Estados Unidos, muitos cidadãos de Tbilisi, a capital, decidiram encenar uma série de manifestações para pedir uma mudança de leadership.

Mikheil Saakashvili, o presidente, é fortemente contestado.
É acusado de ignorar o progressivo empobrecimento da população, com desemprego cada vez mais elevado, subida dos preços, cortes nas reformas e nos serviços sociais. ...onde é que já vimos tudo isso?), de governar de forma cada vez mais autoritária e repressiva.
É também toxicodependente, mas este seria o mal menor.

Na praça muitos jovens, mas ainda mais pessoas de meia idade e reformados: por isso esta tinha sido definida como a "revolução prateada", pela cor dos cabelos.

Na passada Quarta-feira o ponto de viragem.
Centenas de policias, apoiados por blindados, atacam os demonstrantes de dois lados: e são só tareias. A policia não é racista: jovens, menos jovens, idosos, todos têm direito a própria dose de tareia, mesmo uma vez caídos no chão.

Dezenas os feridos, centenas os presos.
Nos noticiários ocidentais é o silêncio.
Acontece.





O Presidente Saakashvli:
Cada cidadão tem o direito de exprimir-se e protestar, mas os factos destes dias nada têm a ver com esta liberdade: são provocações do estrangeiro, secundo um plano escrito fora da Geórgia, pelo nosso inimigos [a Rússia, NDT].

E os Estados Unidos? Washington simpatiza com o bom Saakashvli. natural: onde há liberdade e uma democracia que funciona há também os Estados Unidos.
O embaixador americano em Tbilisi, John Bass:
Estou preocupado pelo facto que entre os manifestantes há também elementos mais interessados no choque violento de que na protesto pacífico.

Nada a ver com os revoltosos gentlemen da Tunísia ou do Egipto, gente fina: os da Geórgia são revoltoso brutos, que procuram apenas sarilhos.

Confirma o embaixador francês Eric Fournier:
Têm o direito de manifestar, ma o protesto tem que parar antes de amanhã porque não têm o direito de impedir uma manifestação oficial.

No dia seguinte, de facto, era previsto um desfile de meios militares. E o embaixador tem toda a razão: é possível protestar contra as injustiças, a pobreza, a ditadura; mas melhor à noite, perto das 3 ou 4 de  manhã, em silêncio, de forma a perturbar o menos possível.

Doutro lado, é preciso perceber: o actual Presidente tóxico, Saakashvli, chegou ao poder graças à "revolução rosa" de 2003. Uma revolução espontânea e popular, como sempre.
Nem passaram 10 anos e os Georgianos querem outra revolução colorida?
E quando trabalham naquele País?


Ipse dixit.

Fonte: Megachip, Youtube

3 comentários:

  1. vitor30.5.11

    SOCIEDADE HIPÓCRITA!!!!!!!!!!!!

    ESTOU REVOLTADO!!!!!!!!!!!

    ESTOU INDIGNADO!!!!!!

    Peço desculpa pelo desabafo!!

    mas realmente...

    ResponderEliminar
  2. Ainda bem que sabemos q um dia isso tudo vai acabar, só nõ sei se estarei vivo pra ver isso. A História nos mostrou a queda de várias sociedades dominantes, Grécia, Roma, Egito, etc, e por isso afirmo com segurança que há de chegar o dia em essa podridão sucumbirá.

    Na pior das hipóteses, os EUA continuam a dar para a nossa querida História um enredo excelente (maquiavelicamente pensando).

    ResponderEliminar
  3. Os estados unidos querem que esse governo continuem pois graças a esse presidente, a Georgia esta prestes de entrar na OTAN, e pra botar esse pais como parte do sistema antimisseis ameri..digo internacional é um pulo, principalmente se for perto da Russia.

    Ei Max eu posso colocar esse post no meu site??

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...