06 maio 2011

O conto mais bonito



Era uma vez um Príncipe, jovem e bonito, cujo destino era de herdar o Reino mais prestigiado da Terra.
Um dia, o Príncipe encontrou uma rapariga, jovem e bonita.
E o casamento deles foi o mais sumptuoso e brilhante.

Era uma vez um pobre homem, cuja vida era uma coletânea de boas acções.
Um dia foi eleito Papa e, pouco depois de ter alcançado o Céu,
foi feito Santo.

Era uma vez um homem malvado, o homem mais malvado do Mundo, que vivia escondido nas grutas entre as montanhas.
Tinha ordenado a morte de milhares de inocentes e os seus seguidores aterrorizavam o Mundo.
Um dia, um grupo de jovens heróis, enviados pelo melhor Presidente da Terra, encontrou o esconderijo do homem mau e conseguiram mata-lo, libertando assim o Mundo do pior perigo que alguma vez tinha surgido das trevas.

Finalmente, os homens bons e justos podem sair nas ruas e festejar.
E agora dorme, pois nós somos o Bem.
E o Bem ganha.
Sempre.


Ipse dixit.

3 comentários:

  1. ...e é assim que muita gente vê tudo.

    A "Alienação" torna-se um conto infantil...

    Enfim...
    -- --
    R. Saraiva

    ResponderEliminar
  2. Anónimo6.5.11

    "A ilha dos pingüins" é um bom livro pra se entender esse tipo de contos da carochinha...

    ResponderEliminar
  3. Buáááá... vc não contou a estorinha toda.... eu quero saber o que o malvado foi fazer na casa da Pequena Sereia Ariel... rsrsrs

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...