25 maio 2011

O Velho Continente e os Novos Dados

The Economist publica uma série de gráficos interessantes.
Dá para fazer o ponto da situação no Velho Continente. Sim, porque os problemas da Europa não são apenas os PIGS (Portugal, Irlanda, Grécia e Espanha), há mais do que isso.

A seguir a aplicação que magicamente reúne os vários gráficos.
Dica: passem o rato nas palavras Currency, Economy, Debt e Growth.





Simpático, não é?
O quê? Está tudo em Inglês? Eu sei que está em Inglês, que posso fazer? Foi feito pelo "The Economist", não pelo "O Economista Aqui da Esquina".
Nunca satisfeitos.

Mas vamos ver alguns destes dados. Em bom Português. "Bom", enfim...o meu Português...
Começamos com o primeiro gráfico. Tranquilos, é inócuo: mostra a situação relativa às moedas utilizadas nos vários Países europeus.


As moedas
 


Confusos? Nem por isso.
A área azul indica os Países que utilizam o Euro. Problema deles.
Em azul claro os Países que utilizam moedas indexadas ao Euro.
Em verde, os que utilizam uma moeda própria, mesmo pertencendo à União.

Passamos ao segundo gráfico.
Este é mais divertido: representa o GDP (isso é, o PIB, Produto Interno Bruto) pro-capita (ou "per-capita", é a mesma coisa). Significa pegar no valor da riqueza produzida no País e dividi-lo pelo número dos habitantes.
É um bom indicador acerca da real riqueza dum País.

PIB Pro-Capita


Surpresas? Algumas.

A Irlanda, por exemplo, encontra-se no 5º lugar da tabela.
5º lugar? Mas não estava falida?
E de facto está. Só que, como sempre pensou o bom Max (que sou eu), a Irlanda tem pouco a ver com os outros PIGS: a Irlanda tem um tecido industrial forte e será a primeira a resolver os próprios problemas.
O problema de Dublin tem outro nome: bancos. Mas este é outro discurso.

Preocupante a situação de Portugal: a riqueza pro-capita é inferior à de Chipre, da Grécia, da Eslovénia.
Mas estamos melhor do que Malta. Não sei se isso pode consolar.

Outro gráfico: o desemprego. E este é assustador.

Taxa de desemprego


Assustador em Espanha: mais de 20% da população activa encontra-se sem trabalho. Em outras palavras: um em cada cinco pessoas (e até um pouco mais) não encontra emprego.

O que assusta é que estes são os valores oficiais. Mas sabemos que, ao falar de desemprego, os dados reais costumam ser superiores.
Entre os Países "ocidentais", destaque para a Grécia (quase 15%), Portugal (11%), mas também França (9%) e Italia (8%).
Doutro lado da tabela podemos ver a Holanda. Nem chega ao 5% de desemprego. Ridículos.
Uma última nota: os Países "ocidentais" com moeda própria (linhas verdes) ficam na parte baixa da tabela.
Um caso? Sim, sem dúvida.

E agora: a dívida pública.

A dívida pública


A dívida pública, este fantasma criado para assustar os Europeus.
E que seja um fantasma é claro ao observar o gráfico. A dívida da Italia ultrapassa o 100% do PIB. Como é que ainda não faliu? E a Alemanha, que tem uma percentagem de dívida parecida com a de Portugal?

A julgar pelas cores (azul, verde = está tudo fixe; rosa, laranja = é o fim), Países como a  Polónia, a Roménia ou a Bulgária deveriam rebentar de saúde. Enquanto em Italia, Alemanha ou França, por exemplo, os bebes estariam a morrer de fome.

A verdade é que o valor da dívida em si não explica tudo. Aliás, diz muito pouco.

Em frente.
A aplicação do The Economist contem outros dados (recomendo o Budget Balance, o deficit, e o Average Debt Maturity: sobretudo este último, que indica o prazo da dívida em anos, pode ser um bom indicador de "quando" determinados Países terão que enfrentar problemas no re-financiamento da própria dívida), mas nós vamos ver ainda dois gráficos.

O PIB actualizado
 

Eis o gráfico do PIB com base nos últimos dados disponíveis.
Dos três PIGS já falidos, a Irlanda é o País que tem o PIB melhor. Mas observem o PIB da Italia e do Reino Unido. Feio, não é? Pois é.
E já que estamos em tema, melhor observar o PIB da Roménia. Isso porque este País será um dos primeiros a re-financiar a própria dívida. E não vai ser divertido.

O que pode "salvar" a Roménia é o facto de não pertencer à Zona Euro: os "especuladores" (leia-se os bancos dos Estados Unidos) não têm interesse em atacar um País que não utiliza o Euro.

Último gráfico? Assim seja.

O próximo PIB


E estas são as previsões para o próximo PIB.
Algumas novidades no topo: a Alemanha deixa os primeiros lugares, mas ainda pior faz a França.
Atrás, a situação é uma desgraça. Grécia e Portugal continuam em negativo, enquanto os outros Países melhoram um pouco. Em particular a Irlanda.
Ainda uma vez: os Países com as cores azul claro e verde ocupam a parte alta da tabela, os Países azul escuro a parte baixa.

Uma coincidência, sem dúvida.


Ipse dixit.

Fonte: The Economist

2 comentários:

  1. Max, faltou uma coisa, talvez a mais importante, pois é ela que fez países pobres ficarem ricos do dia para a noite:. DÍVIDA EXTERNA.
    Se olharmos a divida externa entenderemos porque que vários países europeus passaram como ricos, sem nunca serem. Agora quero ver conseguir pagar? Riqueza é produção! E PIB alto, basta valorizar uma moeda, o que vale são números produzidos tanto na agricultura, pecuária, indústria e matérias primas... Assim se decidem as coisas na hora real. É fácil se dizer rico e primeiro mundo com o dinheiro emprestado. Parece o "cara" que pediu dinheiro emprestado no banco, comprou carro novo, casa nova, dava festas e na hora de pagar, óbvio, não tinha. Que é justamente onde se encontra alguns países da Europa.

    Históricamente os bancos arrancam até as calças do não pagador...

    ResponderEliminar
  2. Você está procurando um emprestador de empréstimo legítimo? Você realmente precisa de empréstimo urgente para iniciar seu próprio negócio? Você está em dívida? Esta é a sua chance de alcançar seus desejos e damos empréstimos pessoais, empréstimos comerciais e empréstimos corporativos e todos os tipos de crédito de 2% para aconselhamento ou mais informações entre em contato conosco por e-mail beverlyloan.institute@gmail.com ou beverlyfinance084@gmail.com

    Especialização em empresas.
    1) Eu dou para fora o empréstimo à taxa de interesse de 2%.
    2) Nós também podemos comprar uma casa de sua escolha em qualquer um de sua escolha local.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...