07 junho 2011

Braços roubados à agricultura



Segundo Wikipedia, Antoine Buéno é um escritor francês de 30 anos que ensina literatura.
O que Wikipedia não diz é que Antoine Buéno tem alguns problemas, provavelmente sérios.

Buéno publicou agora um livro Le Petit Livre Bleu: Analyse critique et politique de la société des Schtroumpfs, (Il Piccolo Livro Azul: Análise crítica e política da sociedade dos Estrumpfes) onde faz uma análise sobre...os Estrumpfes, Os Smurfs no Brasil.

Estrumpfe Staline
Isso mesmo, os célebres bonecos azuis. Porque, explica Buéno, a sociedade dos Estrumpfes de inocente não tem nada mesmo: é uma sociedade totalitária.

Diz o pobre Buéno:
"(a sociedade dos Estrumpfes) é típica duma utopia soviética, cada um se veste da mesma maneira, tem uma casa igual à do seu vizinho, e exerce a profissão mais adequada às suas habilidades, não sendo conhecidos pelo seu nome mas sim pela sua função na sociedade".

Estou? Buéno? Estás aí? Olha que falamos dum boneco, uma coisa para crianças...


Nada, Buéno não consegue notar algum diferença e continua: os Estrumpfes vivem num mundo em que a iniciativa privada não é estimulada (Estrumpfes manager?), onde as refeições são feitas em comunidade, numa sala partilhada (sic!), e, acima de tudo, têm um único líder, não podendo abandonar o seu pequeno País.

Estrumpfe Trotsky
Não podem abandonar o País? E para ir onde? Em Gotham City?

Isto não vos faz lembrar nada? Talvez um regime ditatorial?”, questiona o pobre Buéno, que compara o mundo dos Estrumpef ao regime estalinista, onde o pai se veste de vermelho e é parecido com Estaline (sim, igualzinho mesmo), e o estrumpfe inteligente é a representação de Trotsky.

No seu estudo, o académico realça um episódio onde os Estrumpfes são mordidos por uma mosca que os torna pretos e os deixa mudos, aludindo ao colonialismo.

Palavras para quê?
Mas o pobre Buéno já está lançado e não consegue parar:
Estrumpfe Lenine?
"Eu não quero desencantar ninguém. É possível manter uma abordagem infantil e fazer uma abordagem analítica".

E acrescenta que toda a sua investigação foi “muito rigorosa e documentada".
Sem perceber que é mesmo isso que preocupa.
"Eu não acredito que Peyo [o autor dos bonecos, NDT] tenha feito de propósito mas a verdade é que inconscientemente estes elementos estão lá".

Alguém faça o favor de contactar este Antoine Buéno para explicar-lhe quanto seja boa a vida no campo, o contacto com a natureza, o cultivo dos rebentos.
Com um pouco de sorte podemos trocar um escritor idiota com um bom agricultor.


Ipse dixit.

Fonte: Público

1 comentário:

  1. Se isso fosse um livro de comédia eu até acharia legal, mas não consigo acreditar que um mané escreva um livro desses falando sério! Trabalho acadêmico ainda...

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...