08 junho 2011

A Federal Reserve não tem ouro. Desde 1934.

A notícia é daquelas importantes, por isso não apareceu nos media.

Scott alvarez, advogado da Federal Reserve (o banco central dos Estados Unidos), num debate com o congressista Ron Paul admitiu que os Dólares emitidos deste 1934 nunca foram suportados pelo ouro.

Dito de outra forma: o valor real da moeda americana é inferior (e de muito) ao valor actualmente reconhecido, porque atrás do Dólar não existe nada.

O facto do Dólar ter sido imprimido em quantidade superior ao ouro mantido nos cofres da Fed não é novidade. Mas agora a novidade é outra: a Fed não tem ouro e desde a década dos anos '30 emite notas baseadas no ar.

Esta afirmação é ainda mais grave ao considerar o facto do Dólar ter sido reconhecido como moeda de referência internacional desde os acordos de Bretton Woods, em 1944: mas já na altura o Dólar tinha atrás de si o vazio.

Então em 1971, quando o Presidente Nixon acabou com a convertibilidade ouro-Dólar, de facto reconheceu uma situação que já existia: o Dólar não podia ser convertido em ouro simplesmente porque ninguém tinha o ouro com base no qual o dinheiro era imprimido.

Obviamente agora é o tempo das perguntas. E a primeira é: para onde foi o ouro da Federal Reserve?


E não podemos esquecer o problemas das reservas áureas. Oficialmente, os Estados Unidos possuem 8.133,5 toneladas de ouro, mantidas em Fort Knox, o cofre do EUA. Mas os leitores mais atentos recordarão o problemas das barras de tungsténio, tratado em passado e nunca mais totalmente esclarecido.

E volta a pergunta, desta vez ligeiramente modificada: para onde foi o ouro da Fed e parte do ouro de Fort Knox?
Alguém entre os leitores conhece a resposta.

Voltando ao Dólar, esta é uma notícia que mina uma vez mais a credibilidade da moeda americana e acelera o caminho do colapso. Que, evidentemente, assusta uns mas satisfaz outros: um segredo mantido ao longo de mais de 60 anos desvendado agora, numa altura em que a Dólar já não é suportado por uma economia que funcione?

Ou estamos perante uma tentativa de preparar o terreno para o recebimento dum Quantitativa Easing 3? Afinal, pode sempre afirmar a Fed, é desde 1934 que o dinheiro é imprimido sem correlativo em ouro, qual o problema de continuar a faze-lo para relançar a economia?

A única coisa certa que podemos afirmar é a seguinte: confirmam-se, uma vez mais, as suspeitas acerca deste conjunto económico-financeiro atrás do qual existe apenas o vazio. É sociedade da aparencia que ultrapassa a da realidade.
Pelos visto, desde 1934.

A seguir, em língua original, o vídeo com a declaração de pobreza da Federal Reserve.
Boa visão.





Ipse dixit.

Fonte: YouTube

11 comentários:

  1. É importante... mas não é novidade!

    ResponderEliminar
  2. Boas Max,
    Bom artigo sobre um assunto que é demasiado importante e que levanta imensas questões. Questões estas que deveriam ser levantadas e analisadas a fundo pelos media, mas obviamente estes preferem ignorar o assunto.

    Deixo-te um link interessante:
    http://www.pakalertpress.com/2011/06/06/russia-says-imf-chief-jailed-for-discovering-all-us-gold-is-gone/?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

    ResponderEliminar
  3. [...]Alguém entre os leitores conhece a resposta.[...]
    Não entendi, e quero saber! como faço?¿?¿?

    E que problema é este das barras de tungstênio?

    No video eles dizem que deram o ouro para o governo em troca de títulos de ouro... o que há de errado com estes tipos!?
    Me sinto vivendo em mundo imaginário...
    Se Alice queria voltar pra casa imagine eu!!!

    ResponderEliminar
  4. Não sei também qual é esse lance das "barras de tungstênio".

    Os EUA são muito mafiosos mesmo.

    ResponderEliminar
  5. Vitor9.6.11

    Max

    Saiu um artigo excelente de MICHAEL HUDSON


    A World at Financial War
    (Um mundo em guerra financeira)

    Em relação às barras de tungstênio o que sei é que é ouro falsificado produzido pelos EUA, algumas foram colocadas no mercado.



    Original aqui:
    http://www.counterpunch.org/hudson06062011.html


    Em Português:
    http://resistir.info/crise/hudson_06jun11.html

    ResponderEliminar
  6. Olá Xeno!

    Daria para escrever não um mas vários livros, de facto...Alguns dos dogmas que imperaram nas últimas décadas são postos em causa, enquanto outros ruem miseravelmente.

    Vou espreitar o link!

    Abraço!

    ResponderEliminar
  7. Olá Pedro, olá Tony!

    Estava convencido de ter escrito alguma coisa acerca do assunto ouro-tungsténio, mas não encontro o artigo. Terei imaginado tudo?

    Não faz mal. Escrevo um novo artigo, tanto para lembrar.

    Abraço!

    ResponderEliminar
  8. Olá Vitor!

    eheheh, estava para traduzir um artigo de M. Hudson, será o mesmo?

    Vou ver.

    Obrigado e abraço!!!

    ResponderEliminar
  9. Vitor9.6.11

    Max


    De futuro

    Quando souber novidades enviarei uma mensagem paricular para não colidir com o teu alinhamento

    Cumprimentos

    Vitor

    ResponderEliminar
  10. Vitor!

    Claramente estás livre de contactar-me da forma que reputas ser melhor.

    No entanto, gostaria que continuasses aqui, nos comentários, e a razão é que este blog está aberto a qualquer tipo de discussão, indicação, crítica, etc.

    Estou convencido de que a riqueza do blog é o facto de poder trocar dicas, links e qualquer coisa que possa parecer como útil.

    Por questões de tempo estou atrasadíssimo com as respostas nos comentários e no mail (e sinto-me um verme por causa disso): mas leio tudo, sempre. E aprendi muito com os vários links que apareceram no blog, postados pelos leitores.

    Quanto ao "alinhamento": esquece, pois às vezes parto com uma ideia e vou desenvolve-la, outras vezes não sei que postar, então espreito na internet até procurar algo com algum sentido.

    Por isso o "alinhamento" pode ser feito e alterado em qualquer altura sem o mínimo problema.

    A escolha é tua, como disse, no entanto agradeço a atenção.

    Abraço!!!

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...