06 junho 2011

Pânico - Nova Temporada: Escherichia coli

De facto faltava.

Este ano já tinham chegado a mimosa, as cegonhas, em Maio as rosas...mas faltava algo.
E pronto, cá está: a nova ameaça.

Uma nova gripe? Após a Gripe das aves e a Gripe suína, é a vez da Gripe das minhocas?

Das minhocas não, mas não anda muito longe: o alarme, de facto, partiu por causa de alguns pepinos.
Pepinos espanhóis.
Olé.

Logo ficou que claro que os pepinos eram sim responsáveis, mas não eram espanhóis: eram naturais da Alemanha! Então a ameaça é o quê? A Gripe da Merkel? Não, nada de gripe: desta vez o responsável é uma bactéria, a Escherichia coli, para os amigos E.coli.

2.000 infectados na Alemanha, com 17 mortos; 43 infectados na Suécia, 1 morto.
Total (17+1=18) 18 mortos!

Mas que tem de especial esta E.coli?


Nada de pânico

Diz a inoxidável Wikipedia, que tudo sabe e tudo conta:
A Escherichia coli (pronúncia: /eskerikia koli/; também conhecida pela abreviatura E. coli) é uma bactéria bacilar Gram-negativa, que, juntamente com o Staphylococcus aureus é a mais comum e uma das mais antigas bactérias simbiontes do homem. O seu descobridor foi o alemão-austríaco Theodor Escherich, em 1885.
Theodor Escherich, eh? Muito, mas muito bem mesmo. Aliás, isso não interessa.
O facto mais relevante é que a E.coli parece ser uma bactéria simbiontes do Homem. Isso é, vive em simbiose no nosso organismo.
Vive em simbiose a agora mata? Ficou enervada?

Não: sofreu uma mutação.
Mas calma, não é o caso de espalhar o pânico, não queremos os exageros já vistos com a Gripe suína, pois não?
Reuters:
Nos Estados Unidos, o Dr. Robert Tauxe do Center for Disease Control and Prevention afirmou que a estirpe é a mais letal encontrada até agora.

Isso mesmo. Nada de inúteis alarmismos.

Organização Mundial da Saúde:
Uma variedade nova, extremamente tóxica e contagiosa.
Genomics Institute de Pequim:
Uma bactéria de nova estirpe, altamente tóxica e resistente aos antibióticos.
Tanto para perceber, estas são as vozes de quem deveria tratar casos como estes, é pago por isso, não para aterrorizar os consumidores.

A propósito: até bem poucos anos atrás, estas pandemias, estas doenças misteriosas surgidas do nada, eram desconhecidas. Tentem lembrar: às vezes aparecia uma gripe um pouco mais agressiva, mas era tudo.

Agora não: mesmo com os progressos da ciência, mesmo com casas farmacêuticas que ganham o impossível, mesmo com laboratórios de pesquisa espalhados pelo mundo mas constantemente conexos via internet, mesmo agora volta a atmosfera da Peste Negra.

Depois uma pessoa começa a pensar em coisas estranhas mas tem de ficar calado para não ser rotulado de "paranoico".

E.coli, esta desconhecida


Escherichia coli
A E.coli é afinal uma bactéria simpática: está connosco desde sempre, vive no nosso intestino onde desenvolve as suas funções (ajuda nos processos da digestão), pois alguma coisa tem que fazer o bicho para viver.

A cada dia uma pessoa expele 100 mil milhões de E.coli, o que, dito entre nós, parece um desperdício, mas enfim.

No nosso intestino não há apenas E.coli, mas também os amiguinhos dela: Acidophilus, Bifidus e Rhamnonsus, por exemplo. Todas estas bactérias vivem num estado de equilíbrio: equilibradas elas, equilibrados nós.

Mas agora esta nova estirpe de E.coli arrisca estragar tudo.
Como reconhecer esta E.coli maligna?
Simples, é só lembrar o número: O104:H14. Ou, mais simplesmente, O104.
Se o leitor encontrar uma Escherichia coli O104 mude de passeio, pois esta tem um mau feitio.

E tanto para que as pessoas não fiquem tranquilas, os pesquisadores avançam com comparações bem pouco divertidas:
Seria suficiente ingerir 100 bactérias de E.coli O107 para desencadear diarreia hemorrágica, com secreção da perigosíssima toxina Stx-2 que bloqueia a produção de proteínas e ataca directamente os rins.
Minha nossa: Stx-2!!!
Mas esperem: não estávamos a falar da E.coli O104? Esta é a O107.
Nos Estados Unidos a cada ano 70.000 pessoas são infectadas com a O107 e 600 morrem.
Tudo bem , mas esta é a O104, outra estirpe mesmo.
Ok, vamos fazer assim: vamos ver quais as sugestões dos especialistas para sobreviver perante a ameaça mortal temporada 2011.

Sintomas e prevenção, claro que sim

Em primeiro lugar: os sintomas.

O leitor tem diarreia hemorrágica? Dores abdominais? Insuficiência renal aguda? E apesar disso ainda está em frente do computador?
Como? Ahhh, é para ler Informação Incorrecta, percebo.
Então eis a boa notícia: ficou infectado pela E.coli modelo O104, felicitações.

Sugestão: que tal ir para uma Urgência?

A seguir: prevenção.

Ainda não está infectado e nem está muito interessado nisso? Pessoa esquisita. Mas eis as dicas.
A infecção acontece com comida não higienizada: vegetais e carnes pouco cozidas em geral.

Gosta de cenouras cruas? Tipo coelho feliz? Então lave antes de comer. Que como sugestão parece um pouco estúpida: quem é que come os vegetais sem lava-los antes? Só quem aprecia o ranger da terra e dos insectos entre os dentes.

Discurso diverso no caso da carne. Gosta do bife mal passado (como eu)? Com ainda o sangue que pinga, tipo Dracula? Mau! Tem que deixar cozer a carne, pois o calor mata o E.coli.
Coitado do E.coli, que morte horrível! 
Bom, melhor ele que nós.

Atenção também ao leite: nunca beber o não pasteurizado, também porque é quase impossível encontra-lo.

Outra dica: lavar as mãos sempre após ter utilizado os serviços higiénicos.

Nao! Sério???

Sério: palavra dos especialistas.


Ipse dixit.

Fontes: Reuters, ItaliaNews, SwissInfo

3 comentários:

  1. Eu amo o jeito que voce comenta as noticias, dando a elas um ar mais leve e comico...da ate para sorrir nessas horas, basta ler "informacao incorreta". Parabéns! tenho alguns amigos que me contaram que essa bacteria para sofrer essa mutacao teria que ter sido exposta a todos os antibioticos que ela esta sendo resistente, e so ha ua maneira de fazer isso, em laboratorio. depois vou postar o que eles disseram, acho que vc podera entender melhor. Abracos
    jetztdiewahrheit

    ResponderEliminar
  2. Anónimo7.6.11

    Olá,tudo bem. Concordo. Mas nao esqueceremos que a maior parte do mundo esta em guerra com o terrorismo,entao nao diexa de ser uma boa razao para se vingarem de suas ultimas derrotas nao acham!

    ResponderEliminar
  3. Lamentável! Quem que come um vegetal sem lavar? Ou carne sem cozinhar,etc? Nossos pais sempre disseram desde crianças, lavem as mãos antes de vim comer. Porque senão passa as bacterias da mão pra comida. E concerteza, se não fizer isso, ira se contaminar com a bactéria. Que antes erá frágil, agora esta mais forte. Só isso. E a mídia faz todo esse alarme? E ainda diz a mesma coisa que nossos avós na verdade, sempre fizeram? aff... Vão se achar os mais importantes e dono da verdade em outro lugar. hehe
    Parabéns! Bem legal seu artigo. Abraços!

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...