19 julho 2011

Obrigado

E agora, donde começo?

Sinceramente fiquei surpreendido.

Que dizer, até estava à espera de alguém que comentasse de forma ressentida, tipo "mas quem raio pensas de ser tu e o teu estúpido blog".

Não apenas não aconteceu isso, mas o post anterior teve 10 comentários mais os e-mails, alguns dos quais deixaram-me comovido.
Sério, digo mesmo "comovido".

Até Leonardo para festejar começou a dormir. 
Enfim, um gajo pensa "Pronto, é desta que vou livrar-me do blog" e não é: não criei um blog, criei um monstro, uma espécie de Frankestein que agora não me deixa.

Ok, agora de forma séria.
1 ano ainda é um período muito curto para querer mudanças, comparado aos milênios que fomos enganados..
Talvez seja isso. Já disse que sou uma pessoa extremamente impaciente? Meu defeito, reconheço.


Fossem suficientes algumas palavras para mudar o Mundo, este seria um lugar bem melhor. Mas o que temos pela frente é uma estrutura complexa, criada ao longo de séculos: algo que mudou as nossas perspectivas, mesmo a maneira como olhamos a realidade.

E não será um blog que poderá mudar as coisas, com certeza.
Eu não acredito na petição, devido não acreditar em nenhuma forma de combater o sistema usando das mesmas armas.
Sim, depois há este problema, que não pode ser esquecido: é possível lutar contra o sistema utilizando as mesmas armas? Também eu tenho esta dúvida. E acho que talvez não, talvez não possa funcionar.
Criar um partido? Inútil, cedo ou tarde acabaria refém do sistema.

A única alternativa, talvez, seja um trabalho que procede devagar, um trabalho com outro objectivo: espalhar "conhecimentos" (seria mais correcto dizer "outros pontos de vista") e tentar despertar algo que ainda deve estar em nós. Sufocado, adormecido, em coma: mas ainda deve existir.

Talvez seja apenas esta a minha tarefa. O que, para uma pessoa impaciente, é um autêntico tormento. Mas é o que há.

Depois há as pessoas.
Alguns comentários "marcaram-me". E a mesma coisa aconteceu com o correio electrónico. Em dois casos foi-me pedido para nada publicar, e obedeço, óbvio.

Mas quando leio que "conheci o Informação Incorrecta há uns [...] meses e a partir daí é o primeiro que eu abro todos os dias"...bom, ao ler coisas assim fico de rastos. Então percebo que há pessoas "do outro lado", para as quais o trabalho que faço tem um sentido.

Quando leio que "gostaria de compartilhar isto com você, pois não tenho com quem conversar sobre isso, meu ciclo de amigos não se interessa, não acredita ou muitas vezes não aceita tais opiniões que diferem das deles", fico outra vez de rastos.
Pois há um universo de coisas interessantes, misteriosas, fascinantes, desconhecidas, e a maioria das pessoas não quer saber.

Porque são estúpidas? Não, porque não sabem, não têm informação, não querem saber simplesmente porque ouviram dizer que são assuntos pouco sérios.
Então talvez este blog tenha alguma utilidade.

Quando leio que "Que Deus fale com você e te conceda o arrependimento, é minha oração para você", não fico de rastos, fico preocupado, porque as pessoas que dizem ouvir Deus ou acabam santos ou numa instituição para as doenças mentais e não quero acabar assim.
Mas há alguém que reza, e isso tem um sentido profundo.

Ok, melhor parar antes que haja uma vaga de curto-circuitos causa excesso de lágrimas.

O que quero dizer é o seguinte: obrigado, um obrigado particularmente sentido. Porque quem está "deste lado" trata com um ecrã e às vezes não é fácil: receber atestados como estes faz perceber que não é um trabalho inútil, bem pelo contrário. E sim, verdade: ajuda a ultrapassar alturas críticas.

Não vou apagar o post de ontem. Se alguma vez estiver mal humorado ou em baixo, prometo ir lê-lo.
E lembrar que do "outro lado" há pessoas também que querem perceber, entender. Tal como eu.

É uma boa razão para ir em frente? Não é simplesmente uma "boa razão", é a razão principal dum blog como este.

Ainda uma vez: obrigado.

Max

5 comentários:

  1. Legal você ser assim.
    Muito legal mesmo. É através de posts como este que vejo o forte laço que existe entre você, seu blog e os leitores. Muitos blogs, sites ou empresas sequer tem este vínculo.
    Até as imagens são bem selecionadas.
    haha

    Parabéns.

    ResponderEliminar
  2. Leonardo Juchem19.7.11

    Somos poucos ainda sim,
    porém, sempre estaremos acompanhando você e seu blog, pois nos identificamos com ele e com o autor.

    Somos poucos porque são poucas as pessoas que se interessam por certos assuntos ou temas específicos.

    A estrada é difícil, mas é nas dificuldades que aprendemos mais e saímos da comodidade, é onde surgem as oportunidades. Um problema só existe porque ainda não aprendemos a lidar com ele, uma vez que aprendemos a solucioná-lo, deixa de ser um problema e sim um aprendizado.

    É muito bom e confortável saber que ainda existem pessoas como Max.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo19.7.11

    Eu sou do Brasil. Conheço o Blog a 1 mês e meio, mas todos os dias, sem excessão, acesso e reflito o que voce escreve. Eu estudo o assunto a 8 anos.
    Estou passando a outras pessoas muitas das suas informações e o endereço do blog também, para que elas se esclareçam. Aqui a imprensa é mentirosa e nos esconde a realidade da europa, enquanto voce nos mostra o que realmente esta acontecendo,o que é muito importante.Eu sei que é difícil despertar para a verdade, e mais ainda despertar os outros que dormem. JESUS veio e falou a todos a VERDADE e disse Que todos dormiam, isso a 2000 anos. Mas também disse que nada seria oculto que não fosse revelado. Você ,queira ou não, está colaborando com essa obra, que revela e acorda a humanidade. Todos , como você, que assim procedem também. O que voce diz fica no inconsciente de todos que ouvem, igual ao virus de computador, e a medida que os eventos forem ocorrendo, as pessoas irão acordando e terão o SEU conhecimento para reagir e despertar outras, é uma reação em cadeia.Não desista.
    Obrigado pela atenção, pelos ensinamentos e descupe alguma coisa.
    Oliveira

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19.7.11

    Talvez você aceitaria um meu OBRIGADO como mais uma palavra de agradecimento por todo o trabalho aqui exposto.
    Mas acho que não precisa disso! Todos os que por aqui passam que leêm e releêm o seu Blog demonstram GRATIDÃO pelo tempo e dedicação que coloca neste espaço.


    "Se queres mudar ao mundo, muda-te a ti mesmo." - Ghandi
    Se não pudemos mudar o mundo de um dia para o outro, podemos mudar um punhado de pessoas hoje, outro punhado amanha, e cedo ou tarde o mundo mudará sem nos apercebermos disso.

    Você tem um Dom e está a fazer dele uso em prol dos outros sem pedir algo em troca (ainda bem que não há juros :-) ) e é disso que o mundo precisa, uma ajuda para abrir a nossa consciência que desde novos foi imposta pela vontade de outros. Por palavras mais directas: AMOR AO PRÓXIMO!

    ResponderEliminar
  5. Walner19.7.11

    Caro Max,
    Sou taxista aqui na cidade do Rio de janeiro e há uns 40 dias venho te acompanhando diariamente. Embora tenha assinado a petição, infelizmente, estou entre aqueles identificados por Saboiano num comentário anterior. Entre os que acham que outros podem melhor representar a causa. Devo confessar que apesar de comungar com muitas, mas muitas mesmo, das idéias expostas aqui e outros blogs, ainda me sinto um aspirante. Coisas surpreendentes me torpedeiam diariamente, e como num quebra-cabeças, ainda estou a juntar as peças e aos poucos visualizando o panorama. Triste panorama, por assim dizer. Isso pra mim ainda demandará tempo. Ter uma pequena noção, como a que eu tinha, do lodaçal em que nos metemos, é uma coisa, mas daí a compreender que lá, desde os nossos primórdios, ele começa a nos engolfar, a princípio é difícil aceitar. Somente quando o quebra-cabeças vai tomando forma, começamos à ter noção da sacanagem imperante. Desculpe caro Max, se sou um entre aqueles que te desestimulam, mas creia, estes 40 dias, em mim, provacaram alterações irreversíveis. Quem sabe daqui a mais 40, estarei te retribuindo de uma forma mais participativa, mais atuante? Aí talvez, você peça: "Por que no te callas".

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...