03 outubro 2011

Nazistas, Haarp e os terríveis Kirlians...

Dúvidas, dúvidas...
Media e Nazistas

Diz Burgos. Diz Pedro. Diz Maria, a Patagonense:
Poderia me falar sobre os meios de comunicação da Alemanha, na época de Hitler [...] 
Leonardo já está a efectuar a pesquisa necessária, por isso em breve vamos falar do assunto.
No entanto, para ter uma ideia dos meios de comunicação no tempo do III Reich, podemos ler um jornal ou uma revista qualquer dos nossos dias. E não é uma piada.


Quando as forças de Berlim invadiram a Polónia, uma das primeiras coisas que os Alemães fizeram foi iniciar a publicação duma revista semanal; que não era um órgão de propaganda oficial mas uma revista normal: fotografias, receitas, palavras cruzadas...

Porque é assim que um povo é conquistado: com a morte cerebral. E a melhor forma para matar o cérebro é mantê-lo empenhado com coisas inúteis. Entrem numa revenda de jornais ou liguem a televisão para perceber do que estamos a falar.

Em breve, neste mesmo canal.

Kirlian e a Enterprise

Diz. Ana:
Não sei a que ponto fotos kirlian são ciência ou apenas semelhante a um prisma colorido
Ainda bem que Saraiva e Ricardo responderam. porque as respostas deles foram melhores daquilo que poderia ter dito eu. De facto, eu pensava que os Kirlian fossem os inimigos do Capitão Kirk, da Enterprise. Mas Wikipedia diz que não, estes são os Klingons, e eu acredito...

A mesma Wikipedia não parece muito convencida acerca do efeito Kirlian: mas isso não surpreende, pois Wikipedia é o site negacionista por excelência.

Haarp: terremotos e clima?

Diz Walner:
Penso que seria muito interessante, uma discussão mais profunda à respeito de HAARP. Tenho seríssimas dúvidas sobre o assunto.

Acerca do Haarp já escrevi alguma coisa que pode ser resumida assim: Boh?

Isso mesmo: não sei que dizer.
Há quem esteja convencido que o Haarp seja uma fábrica de terramotos. O que pode ser, não digo o contrário. Só que estamos sempre no campo da hipóteses, ninguém no meio de tantas palavras é
capaz de apresentar uma prova ou algo que possa ser parecido com uma prova.

No dia 27 de Setembro (a semana passada), Informazione Scorretta apresentou um gráfico do Haarp, cujas variações parecem antecipar os grandes terramotos. Fui ver o site do Haarp e, de facto, havia perturbações em vários gráficos: tudo parecia bater certo, mas não houve terramoto nenhum (que dizer, além da normal actividade sísmica diária).

Isso significa que Haarp e terramotos são coisas desligadas?
Não, significa que não podemos provar o contrário, que estejam interligadas. E que, portanto, permanecemos no campo das hipóteses.

Resumo.

A favor da hipotese Haarp/terramotos:
  • É extremamente provável (para não dizer certo) que as potências militares estejam empenhadas na procura de armas cada vez mais mortíferas; e nesta categoria, os terremotos induzidos seriam armas mortíferas, bem piores da potência nuclear. 
  • Alterações dos gráficos de actividade no site oficial do Haarp em concomitância com fortes eventos sísmicos
  • Terramoto de Haiti constituiu uma oportunidade para os Estados Unidos "ocupar" a ilha numa região estrategicamente sensível.
  • Também o terremoto do Japão (Fukushima) pode ser visto (com muita, muita, mas mesmo muita boa vontade) como uma operação de geo-política.

Contra a hipótese Haarp/terremotos:
  • As alterações dos gráficos acontecem também em ausência de fortes eventos sísmicos.
  • Um mês após o terremoto de Haiti (magnitude 7.0) houve um sismo ainda mais violento no Chile (magnitude 8.8), País que não foi ocupado pelo EUA.
  • Admitindo o facto dos Estados Unidos disporem duma arma telúrica eficaz, não se percebe porque até agora as únicas vitimas teriam sido Haiti e o Japão e não, por exemplo, a Coreia do Norte, o Irão ou até a China.

Por isso, reitero a minha ideia: boh?

E as alterações climáticas?
Bom assunto.

Também esta seria uma arma mortífera, com características peculiares: não teria um efeito imediato, mas as consequências no médio-longo prazo poderiam ser devastadoras, de longe as mais duras e cruéis.
Será que Estados Unidos e outros Países estarão à procura de controlar o clima neste sentido também?

E porquê não? Conseguir encontrar um maneira para exterminar o maior número de seres viventes sempre foi motivo de grande festa na história do Homem e as coisas nunca mudaram. Pessoalmente estou certo de que o controlo climático esteja na agenda.

Existe algo como um Tratado acerca do Controle de Armas Climáticas? Sim existe: o nome é Environmental Modification Convention (ENMOD), é um documento das Nações Unidas assinado em 1977 e entrado em vigor no ano seguinte.
Pode ser encontrado em Inglês neste link.

Mas, como sabemos, os tratados valem o que valem...e sobretudo: existe o tratado, mas as armas?
Aqui o discurso é mais complicado e, além do Haarp, aparecem as Chemtrails (que por alguns são armas de controlo climático, segundo outros são um meio para envenenar as pessoas, por outros são rastos dos aviões e nada mais).

Enfim, material não falta. E prometo tentar encontrar algo de sério. Afinal estamos a falar de ameaças que fogem dum "normal" arsenal militar e que, se verdadeiras, podem mudar o rumo ao apenas dum conflito mas da vida no planeta também.

Vamos acabar com uma aguda observação de walner:
Noto que as teorias conspiracionistas, têm a capacidade de serem alteradas conforme o interesse de alguns, na verdade, muitos blogueiros.
Assim que comecei a me inteirar sobre o, digamos, "conspiracionismo", se bem me lembro, pouco mais de 6 meses, reparei que tudo era HAARP e Chemtrails, temperado com Grays e Reptilianos. HAARP e Chemtrails eram as armas apocalípticas que estavam convulsionando nosso meio-ambiente, depois, os causadores das catástrofes passaram a ser Elenim e Nibiru e seus alinhamentos.
Pois...


Ipse dixit.

9 comentários:

  1. Antes do HAARP... nada como uma boa detonação nuclear subaquática, e se colocarem a bomba numa falha então o efeito ainda é mais fantástico, para se provocar terramotos e tsunamis... e disto há provas...

    ResponderEliminar
  2. Max

    Sobre o Nazismo, quem detinha o poder da imprensa na época era os judeus, e que eu me lembro foi uma das primeiras coisas que Hitler combateu, e na época também quem comandava os mais altos cargos políticos eram os Judeus.

    Sobre Armas Climáticas, se existe um Tratado(tratados existem para serem descumpridos) assinado desde 1977 é porque tal arma existe, ninguém faz tratados do nada, a não ser que eles tivessem uma bola de cristal para advinhar o futuro.
    E como bem sabemos essa tecnologia foi aperfeiçoada e desenvolvida a partir dos experimentos de Nikola Tesla. (E o que estaría fazendo tantas antenas no meio do nada?)
    Esse vídeo do Jesse Ventura(que não sei se é confiável) me pareceu bem explicativo, pelo menos podemos entender que os EUA continuam a manter em segredo guardado a sete chaves sobre as instalações do Haarp, assim como fazem na Área 51, e pra variar o povo americano não exige explicações de seu governo sobre isso tudo.

    São 4 partes este vídeo:

    http://www.youtube.com/watch?v=kT-AhtSP_dE&feature=results_main&playnext=1&list=PLD9C55884420D5A17

    ResponderEliminar
  3. Ricardo3.10.11

    Nazismo é um ponto complexo. Na verdade as questões das guerras mundiais. De um lado temos o oficial, fruto da propaganda dos aliados... e do outro temos o paralelo, fruto da propaganda da elite...

    E cadê a versão sem propaganda? Já dialoguei muito e, infelizmente, as pessoas mais centradas questionando a versão oficial ou são fanáticos cristãos pró-eugenia ou então nacionais nacionalistas (e suas vertentes) que garantem que não existia postura eugênica no nazismo, porém eles mesmos se portam assim ou comunistas (e suas vertentes) os quais são "torcedores da esquerda"... não escrevem com a razão e sim a emoção...

    Acho que nunca saberemos o que está mais próximo da verdade...

    ResponderEliminar
  4. Anónimo3.10.11

    Pois é Max, Burgos e amigos:

    No mínimo teremos um tratado de "Não Proliferação de Dispositivos de Controle do Tempo". Um tratado sobre algo fictício, só viajando no tempo e mandando trazer o Júlio Verne. Agora, um tratado, creio eu, deve ser feito tendo qualquer coisa como base. Senão, é Júlio Verne. O cara enxergava as coisas. Será que o tratado de controle climático, na verdade se trata de mais um diversionismo? Ou será que a existência do tratado, vem dar corpo a uma arma de poder incalculável? Conheci gente que não frequenta blogs de conspirações caninas, que crêem convictamente nestas armas. Pra mim é difícil imaginar o que um engenho destes pode provocar. Depois do evento da Guerra Fria, talvez estejamos vivendo sob o signo da Guerra Quente.

    Até.
    Walner.

    ResponderEliminar
  5. É Walner, com toda a certeza o Haarp não deve ser coisa boa, não faríam tanto segredo em cima de coisas que fossem beneficiar os seres humanos, e como eles estão pouco se importando com os humanos, com certeza isso deve ser usado para ameaçar as nações que vão contra o Império, por trás dos bastidores com certeza está o Haarp.
    E se o Haarp realmente pode provocar terremotos e tsunamis, então estamos na "Guerra Molhada e enlameada" e não na Guerra Quente.
    hehehehehe

    Abraços

    ResponderEliminar
  6. Anónimo4.10.11

    Max, Burgos, Léo e amigos:

    Com certeza "Guerra de Lama" define melhor. Diferente do que acontece com a energia atômica, nunca ouvi nada de positivo sobre HAARP. Um documento como o que Max rastreou, não pode ter sido confeccionado por nada. Tenho acompanhado algumas manifestações, que não tenho como garantir sua veracidade, onde alguns líderes de países que não rezam pelam mesma cartilha Obamesca/Clintonista, os tais do "Eixo do Mal", que afirmam que alguns eventos climáticos estão sendo produzidos. Só não entendo, com a existência do documento de 1977, ninguém levar nenhuma destas denúncias em consideração, como se tudo não passasse de ficção de um grupo de líderes malucos.

    Até.
    Walner.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo4.10.11

    Ah! Quando se trata de armas de destruição em massa, nossos médias não passam de conformistas cooptados. Nada foi questionado da teoria Bushista/Ramsfeldiana.

    Walner.

    ResponderEliminar
  8. Ricardo4.10.11

    Nas últimas olimpíadas a China controlou o tempo oficialmente. Mandando centenas de mísseis carregando sabe-se lá o quê para garantir que não iria chuver durante a apresentação televisionada para o mundo inteiro!

    Existe sim tópicos debatidos no conselho europeu sobre o HAARP. Mas também levantados a partir de alegações não previamente documentadas.

    ResponderEliminar
  9. Já agora Max gostava que te pronunciasses sobre a fuga da Alemanha Nazi de muitas figuras de topo,em meados de 1945.
    Não queria entrar em especulações mas consta-se que o suposto crânio de Adolf Hitler guardado a sete chaves num cofre no Kremlin, não é dele.
    O que há de concreto quanto à fuga de muitas figuras de proa da sociedade alemã para a Argentina e para a Antartida. Será que podemos levar a sério as pesquisas do Almirante Byrd?
    O que se passou na Antartida depois da II Grande Guerra?
    Alguém sabe?

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...