26 outubro 2011

O Papa indignado

O Papa está indignado.
Também ele?

Ah, pois... 

Occupy Vatican City? O Papa manifestará perante a Santa Sede?

Talvez não. A indignação dele não chega até estes pontos.
Aliás, toma um percurso diferente. Bem diferente.

O documento, cujo título é "Para uma reforma do sistema financeiro e monetário internacional na perspectiva duma Autoridade pública com competência universal", começa já mal: o que é esta "Autoridade de competência universal"?

Não é por nada, é que dito assim fica um bocado suspeito...
Mas vamos ler.


Ao longo de 13 páginas, o Pontifício Conselho de Justiça e Paz faz o ponto da situação: e a situação não é nada simpática.
Começa com uma análise das condições e das relativas causas.
Uma tendência negativa na produção e no comércio tradicional, com graves consequências na ocupação e com efeitos que ainda não esgotaram todo o alcance deles.[...] Países e áreas onde ainda faltam os bens básicos para a saúde, a comida, mais de um bilião de pessoas obrigadas a viver com um rendimento médio de pouco mais de um Dólar por dia.

Tá bom, não são propriamente Grandes Verdades Reveladas: são coisas que todos sabemos, é suficiente abrir um qualquer diário para ler as mesmas coisas.

Mas apreciamos a boa vontade.
Alguns realçam sobretudo os erros implícitos nas políticas económicas e financeiras; outros insistem nas fraquezas estruturais das instituições políticas, económicas e financeiras; outros ainda culpam falhas de natureza ética em todos os níveis, no molde duma economia mundial cada vez mais dominada pelo utilitarismo e pelo materialismo.

E que dizer, sim, são coisas que sabemos, aliás que todos sabem. Difícil é encontrar alguém que ainda não tenha ouvido falar destes assuntos.
Nas últimas décadas foram os bancos a estender o crédito, o qual gerou moeda, que por sua vez solicitou uma ulterior expansão do crédito. O sistema económico foi de tal forma empurrado na direcção duma espiral inflaccionária que de forma inevitável encontrou um limite no risco sustentável pelas instituições de crédito, submetidas a um perigo de falência, com consequências negativas para o inteiro sistema económico e financeiro.

...zzzzzzzzzzzzzz...eh? Ah, pois.
Bom, vamos em frente porque com estas coisas arriscamos ficar velhos.
Qual a solução segundo o Conselho Pontifício?
A solução é apresentada a partir do passado, do ano 1963.
Depois de Cristo, para nossa sorte.
Na profética Carta encíclica Pacem in terris de 1963, [João XXIII] advertia que o mundo estava a caminhar na direcção duma cada vez maior unificação. Assumia, portanto, o facto que na comunidade humana tinha desaparecido a ligação entre a organização política "em escala mundial e as exigências objectivas do bem comum universal." Apelava consequentemente para a criação, um dia, duma "Autoridade pública mundial".

"Consequentemente". Engraçado este termo. É como dizer: não há nada a fazer, tem que ser assim, é a lógica consequência das coisas. É a única solução possível.
Muito fino, sem dúvida.

A citação de João XXIII é um bocado velhota? Não há crise, eis o que afirma Papa Rat Singer, em arte Bento XVI:
"A crise obriga-nos a re-projectar o nosso caminho, estabelecer novas regras e descobrir novas formas de empenho, apostar nas experiências positivas e rejeitar as negativas. A crise torna-se assim uma oportunidade para o discernimento e um novo planeamento estratégico. Neste espírito, com confiança ao invés de resignação, devem ser enfrentadas as dificuldades do momento presente".
Os mesmos líderes do G20, na Declaração Final de Pittsburgh em 2009, afirmam doutro lado que "a crise económica demonstra a importância de se iniciar uma nova era da economia global com base na responsabilidade.

E se isso dizem os líderes do G20, como não acreditar? É a prova provada.
São ou não são as mesmas pessoas que provocaram a crise? Então quem melhor de quem provocou a crise sabe como sair desta?
O raciocínio é inabalável.

Sim, mas agora chegou a altura da verdadeira solução: e Rat Singer não perde tempo, vai direitinho ao coração do problema.
Especial atenção deve ser dada à reforma do sistema monetário internacional e, em particular, ao compromisso de trazer alguma forma de controle monetário global, que já está implícito nos estatutos do Fundo Monetário Internacional. [...] No fundo temos, em perspectiva, a necessidade de uma entidade que desempenhe as funções duma espécie de "banco central global" para regular o fluxo e o sistema das trocas monetárias, como os bancos centrais nacionais ".

Tão simples, não é? Mas como é que ninguém tinha pensado nisso antes?
Não, esperem: alguém tinha pensado nisso, exactamente isso.
Mas não será algo de mal?

Nem por isso, explica Rat Singer:
Autoridade, ao serviço do bem de todos e de cada um, será, necessariamente não-partidária, isto é, acima de qualquer visão parcial e de qualquer bem, tendo em vista o bem comum. As suas decisões não devem ser o resultado do poder dos Países mais desenvolvidos sobre os Países mais fracos. Deverão, pelo contrário, ser tomadas no interesse de todos, não só beneficiar certos grupos, sejam eles formados por lobby privadas ou governos nacionais. 

Mas então é uma coisa boa! Mais do que boa: boazona!
E nós, aqui, feitos parvos com estas coisas da Nova Ordem Mundial.
Afinal o NWO é bom, super-bom.
Palavra de Rat Singer, Bento XVI para os amigos.

Que, todavia, deixa um aviso:
Não deve ser esquecido, todavia, que esta passagem, dada a natureza dos homens, não acontece sem angústias e sem sofrimentos.

Fica descansado, caro Rat Singer: agora que sabemos qual a verdadeira natureza da Nova Ordem Mundial, estamos prontos para enfrentar qualquer guerra.

Sempre com o sorriso nos lábios.
E a bênção papal.  

Nota: sempre acerca do mesmo assunto, também está disponível um artigo no blog Libertar! 


Ipse dixit.

Fonte: Pontifício Conselho da Justiça e da Paz: Per una riforma del sistema finanziario e monetario internazionale nella prospettiva di un’autorità pubblica a competenza universale (em italiano)

12 comentários:

  1. "Autoridade pública com competência universal" este maldito já tomou posse o universo é??
    Agora fico mais calmo, aprendi que devido a nossa natureza (NOSSA! HAUHAUAHUHA) a coisa vai ficar feia.
    Ah como me sinto em estado de "graça" quando a autoridade competente universal gasta 13 páginas para o óbvio.

    ResponderEliminar
  2. Mais valia ter gasto o papel a falar de sexo, mentiras e vídeos... e preservativos e como a falta de água potável e alimentação adequada/suficiente é a principal causa da SIDA por toda a África... mas NÃO... "deixa-me divagar e balbuciar o que outros já estão fartos de balbuciar (bocejo)!... Deve de andar entediado, coitado!

    ResponderEliminar
  3. Nãaaaaoooo!! Essa autoridade mundial econômica "salvadora" não existe, pois, vai ser instituida por sugestão de Vossa Reverendíssima!
    Olá Max: o pior e que estas palavras reveladoras, por certo inspiradas pelo Espírito Santo ao ouvido do Sumo Pontífice, com certeza serão lidas e "refletidas" na missa de domingo. E os fiéis virão a mim cantar em prosa e verso a boa nova. Eu mereço!
    Abraços

    ResponderEliminar
  4. Ricardo26.10.11

    "O partido IngSoc vai ganhar! Viva a real democracia! Viva o Grande Irmão!!! A Eurásia é nossa inimiga!!!"

    Heheheh... Totalitarismo global? Que medo... nos anos 90 eu lia muito sobre nova ordem mundial... o tempo passa e as coisas parecem mais reais... era tão absurdo o que era publicado... agora parece tão normal...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo26.10.11

    Mas se o Papa não falasse sobre os acontecimentos, como os católicos poderiam crer? Agora sim... Tudo passa a ser verdade. Acho que o santíssimo prestou um grande serviço de duas formas:
    1o.- Os fiéis têm a santíssima palavra de que tudo vai mal e;
    2o.- Daqui a alguns séculos teremos mais um mea culpa da igreja, por ter colaborado com uma nova inquisição.

    Mas... A igreja já fez um mea culpa por causa daquela outra inquisição!?

    Estaría o Santonazíssimo Padre em conluio com algum nazisionista, conjecturando a entrega do rebanho, que tende a acabar dentro de algum tempo? Rezar para Javeh, sabemos que de nada adiantará, aliás, so tende a piorar as coisas, então, rezemos para Alah, ao menos este sempre anda ao lado dos fracos e oprimidos.

    Walner.

    ResponderEliminar
  6. Genteeeeeeee!!! Esse Papa é a encarnação do mal (literalmente).
    Quanto a toda essa baboseira que ele diz, só confirma que de NOM não tem nada, dá pra ver tranquilo que isso já é velho pra eles, devem ter passado o século inteiro esperando esse dia para rir muito da nossa cara.
    Quem sabe o Banco do Vaticano também está "falindo"?
    Se tem uma coisa que me deixa louco é ver essa cambada de católicos se metendo em tudo e ainda fala em nome de Deus, quanto mais eu vivo, mais me desespero por ver que tem gente que ainda acredita nesse "santo" homem.
    A verdade verdadeira é que o mundo está F......!
    Temos que nos mexer, e muito para poder nos salvar, o Walner está certo, o jeito é nos virarmos para Meca, ajoelhar e chorar até Alah sentir piedade de nós.

    Abraços

    ResponderEliminar
  7. Anónimo26.10.11

    É a força das instituições ao serviço do Grande Irmão. Esta 'figura' infelizmente, ainda convençe milhões, por todo o mundo. As ovelhas, como eles gostam de nos chamar. As coisas estão a ficar muito mal encaminhadas, mas nem tudo está perdido. É preciso continuar a insistir, e ir alertando as pessoas, os cães, os gatos e todas as forças vivas do planeta.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo27.10.11

    Aqui vai um trecho do livro de Guerra Junqueiro "A velhice do padre eterno" escrito em 1885 e bastante atual.
    Abaixo segue o link para quem quiser baixá-lo

    O Dinheiro de S. Pedro

    De tal modo imitou o Papa a singeleza
    Do mártir do Calvário,
    Que à força de gastar os bens com a pobreza
    Tornou-se milionário.
    Tu hoje podes ver, ó filho de Maria,
    O teu vigário humilde
    Conversando na Bolsa em fundos da Turquia
    Com o Barão Rothschild.
    A cruz da redenção, que deu ao mundo a vida
    Por te haver dado a morte,
    Tem-na no seu bureau o padre-santo erguida
    Sobre uma caixa forte.
    E toda essa riqueza imensa, acumulada
    Por tantos financeiros,
    O que é a economia, ó Deus! foi começada
    Só com trinta dinheiros!


    http://www.4shared.com/document/IY4QVgfM/Guerra_Junqueiro_-_A_Velhice_d.htm

    Saudações

    Tibiriça

    ResponderEliminar
  9. Anónimo27.10.11

    Muito bom, anônimo:

    Jesus, nos dias de hoje, passou a ser personagem secundário, por tudo que a igreja fez e faz. Tô longe de ser religioso, mas admiro demais a mensagem do Homem. A igreja tornou-se o vendilhão do templo. A ostentação que observamos todos os anos na missa do galo é vexaminosa. E o católico comum não consegue enxergar o obviamente mais do que claro. Entregaram o templo ao senhor mercado e tá tudo certo. Como bem lembrado por Burgos: e o Banco Ambrosiano? Aqueles vendilhões que Jesus expulsou do templo, apenas atravessaram a rua pra fundar um banco e não ter que aturar O Tal Pregador e Seu corpo fixo na cruz.

    Walner.

    ResponderEliminar
  10. Anónimo29.10.11

    Que tamanha idiotice que todos vocês falaram a respeito do sumo pontífice o papa Bento XVI, o vigário do próprio Cristo na terra...
    Certo é que a Palavra já nos previnia de todas essas coisas e ainda mais nos assugurava diante de tudo isso!
    Comecem a interpretar com seriedade a Palavra que rapidamente vão mudar todas essas idiotas posturas que estam tendo a respeito de Deus e ainda mais a respeito da Santa Igreja Católica Apostólica Romana!
    Que Deus os perdoe de todas essas falsas acusações e de fato os libertem para que se comunguem com a Igreja de Cristo.

    O papa quer de fato abrir os nossos olhos para a real perversidade que o mundo está se tornando e sinceramente vocês tem parcela em tudo isso!

    ResponderEliminar
  11. Anónimo29.10.11

    "palma palma, não priemos cânico!"

    ResponderEliminar
  12. Martir17.11.11

    Antes mesmo de saber os podres deste cara eu vi a foto dele e fiquei com as pernas bambas! Max ! eu tenho Medo desse Papa!

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...