27 outubro 2011

O velho Inferno da Líbia

Para concluir: a Líbia está agora livre, o Senhor do Mal morreu, os Líbios podem agora sorrir com um País em pedaços e sem paz. Lembram do Iraque? Mesma coisa.

Mas além destas pequenas satisfações, há também outras coisas que os Líbios poderão enterrar de forma definitiva, maldades típicas dum regime baseado no ódio e no medo, tal como todos os regimes.

Eis uma breve lista:
  • Finalmente os Líbios poderão receber a factura da electricidade. Coisa desconhecida até hoje, pois a electricidade é gratuita para todos os cidadãos.
  • Até que enfim: os Líbios poderão começar a pagar os interesses sobre os empréstimos, como todas as pessoas normais. Até hoje, sendo os bancos de propriedade do Estado, todos os empréstimos tinham "zero" de juros. Uma barbaridade.
  • Ser dono da própria habitação deixará de ser considerado como um direito humano. O que é ridículo, temos de admitir.
  • Os recém-casados deixarão de receber 60 mil dinares (mais ou menos 50.000 Dólares) para as primeiras pequenas despesas.
  • Basta com instrução e saúde gratuitas: os Líbios têm de crescer e crescer significa aprender a pagar.
  • E admitimos que na Líbia não haja escolas ou tratamentos suficientes. Antes o Estado pagava tudo, despesas de viagem mais 2.300 Dólares/mês para habitação e carro no estrangeiro. No futuro será mais simples, será só escolher o financiamento mais conveniente, encontrar as garantias, calcular os juros e as décadas necessárias para reembolsar tudo.  
  • Querem mudar de actividade, talvez começar no sector da agricultura? Neste caso, com o feroz Khadafi uma pessoa recebia terrenos, uma casa de campanha, sementes, gado e equipamentos. Tudo grátis. Tudo triste, pois a pessoa ficava assim, sem o sabor de poder comprar tudo em suaves prestações, sem poder abdicar da instrução dos filhos para poder trabalhar. Uma vida demasiado cómoda e monótona.
  • Os Líbios vão conhecer a liberdade de pagar um carro no total, não como antes, quando o Estado obrigava a aceitar uma subvenção de 50%.
  • E, claro está, a gasolina deixará de custar 0.14 Dólares ao litro, um preço demasiado baixo para poder atestar o depósito do carro com serenidade.
  • Antes ser licenciado e ficar sem trabalho na Líbia era um pesadelo: o Estado pagava o equivalente do ordenado médio da profissão não exercida (a propósito: também no caso dos trabalhos para os quais não era necessária a licenciatura), agora o desempregado líbio torna-se uma pessoa que acorda cedo de manhã, vai até o centro de emprego, fica na fila, socializa com os restantes desempregados, preenche impressos...enfim, uma pessoa activa, não uma larva humana.
  • As mães líbias que acabarem de dar à luz deixarão de receber o equivalente de 5.000 Dólares. Medida que era muito humilhante, parecia quase uma esmola.
  • Ainda hoje, 40 pães custam 0.15 Dólares. O que faz surgir uma dúvida: mas este pão é feito de quê? Será verdadeiro pão? Ou será mais uma arma de destruição padeira? Cada artigo tem o próprio custo natural, que em breve todos os Líbios poderão conhecer.
  • Porquê parte dos lucros da venda do petróleo tem que ser depositado directamente nas contas bancárias de todos os cidadãos de Líbia? Que dizer, se uma pessoa trabalhar numa loja de sapatos, que tem a ver com os lucros do petróleo? Esta pessoa pode ganhar só se vender sapatos, não se o Estado vender petróleo. É uma situação que cria confusão e da confusão até a anarquia o passo é demasiado curto. Por isso esta aberração será em breve corrigida.
  • E que é esta coisa da Líbia não ter dívidas com os Países estrangeiros? Ter dívida, muita dívida, é uma questão de moda, está "na onda" como se costuma dizer, mas sobretudo é um factor de dignidade e distinção social. "Como? Não tem dívida com ninguém? Coitado, coitadinho...".
  • Isso sem contar as reservas monetárias: 150 biliões de Dólares para um País de 6 milhões de habitantes é coisa totalmente desproporcionada, nem faz sentido.

Uma vida de inferno num regime infernal.
Ideias loucas dum ditador sanguinário e louco.
Bem haja Democracia.
 
Ipse dixit.

13 comentários:

  1. Ricardo27.10.11

    Eu li ontem esses dados... quanto ao juros 0, ok, eu já sabia... mas todo esse resto... putz... é muita coisa... você foi à fundo? Eles tinham todas essas mordomias mesmo? Putz... inveja... deve ser por isso que bombardeamos eles... inveja... afinal... a desculpa oficial não é que todos são terroristas e querem nos matar pois invejam nossa liberdade???

    CERTEZA QUE ERA ISSO TUDO MESMO QUE VOCÊ LISTOU???

    Bom demais para ser real... parece propaganda... :)

    ResponderEliminar
  2. Dêem-me licença para ficar enojado.

    Obrigado.

    E agora? As garras do imperialismo seguem em frente, desbravando tudo e todos. Respeitando apenas uma coisa: GANÂNCIA.

    Bom artigo Max,
    -- --
    R. Saraiva

    ResponderEliminar
  3. Anónimo27.10.11

    Meu Deus...

    Isso é verídico mesmo?? mas como pode? Difícil e triste de acreditar que possa ser verdade o tamanho da desinformação da mídia.

    Mas,
    também queria ver o lado ruim, queria um artigo bem realista mesmo, digo no sentido de imparcialidade, o que era ruim no governo da Líbia? Alguém pode me dizer?

    ResponderEliminar
  4. Não tenho palavras...

    Sim claro era um ditador!

    Mas...

    Este povo vai sofrer muito!

    Primeiro, nunca mais vão por a vista em cima dos bilhões investidos no mundo inteiro!

    Segundo, vão ceder a exploração do petróleo às grandes companhias americanas, a troco de alguns trocos!!

    É verdade, até à bem pouco tempo alguns barcos de pesca portugueses, faziam intensão, de encher os depósitos na Libia, foram impedidos, porque era ilegal etc.

    Cumprimentos

    Vitor

    ResponderEliminar
  5. Anónimo27.10.11

    Já tinha conhecimento que as coisas na Libia antes funcionavam assim. Com diz o Max e muito bem, neste texto muito bem escrito, os Libios tambem têm o direito de conhecer a liberdade e a democracia 'tipo' ocidental. Ou será que o bem bom é só para os europeus e restantes povos ocidentais? A vida deles vai mudar naturalmente. Como mostram as duas fotografias de Misurata: O antes e o depois. Viva a Democracia.

    ResponderEliminar
  6. Já aprendi que na vida nem tudo são flores, o Max está a mostrar o que eles estão perdendo de regalos do governo, mas há algo que falta, sempre há.
    Pelo menos em nossa cultura.

    ResponderEliminar
  7. Lai lai lai... lai lai lai... quem pergunta "é verdade?"...

    Basta irem navegar/procurar nos sítios da internet das próprias organizações que financiaram a invasão/ocupação/destruição (tcp OTAN/ONU) que está lá quase tudo o que aqui foi descrito...

    eu já lá fui ler faz tempo...

    ide ide... buscai... ecosiai!

    ResponderEliminar
  8. eheh até me esquecia...

    SEJAM BEM-VINDOS IRMÃOS LÍBIAS À ESCRAVATURA... AGORA SINTO-ME MELHOR!

    ResponderEliminar
  9. Fala galera!!

    Muito bom este post, tenho certeza que a maioria das coisa são verdades.

    Ao pesquisar na net sobre essa lista, achei um forum do Sudão onde alguns membros debatem este tema. O usuário Ana-omdurman deu a sua opinião sobre cada um dos itens da lista. Muito interessante, por sinal. Afinal, o Sudão faz fronteira com a Líbia, isso se estiverem falando a verdade.

    É o terceiro comentário no fórum: http://www.sudanforum.net/showthread.php?p=1745668

    ResponderEliminar
  10. Como alguém ainda tem coragem de perguntar se isso é verdade?
    Faz quase um ano que invadiram a Líbia, um ano e não procuraram se informar? Ficaram somente acreditando em tudo que essa mídia desgraçada ficou mentindo??
    DITADOR???
    Estou muito revoltado com isso tudo, me desculpem por desabafar, mas não quero mais ficar tendo que engolir esses humanos que defendem essa "democracia" podre que só nos leva a escravidão.
    Dois meses atrás coloquei um post que mostrava também o que Kadhafi tinha feito pelo seu povo, não tão detalhado como fez o Max (muito obrigado Max, ficou ótimo esse post, principalmente a ironia e sarcasmo que você mostra como o mundo fechou os olhos para oa Líbios).

    Sim, claro era um Ditador...

    Pois eu prefiro mil Kadhafis do que um Barack Obama.

    Pelo menos os Líbios viviam com dignidade, coisa que nós já perdemos faz tempo.

    ResponderEliminar
  11. Gente, descupem-me os desavisados, os que não sabiam, os que têm dificuldade de acreditar,mas tudo que o Max acabou de relatar é absolutamente a realidade da Líbia por muitos anos antes da "incursão humanitária dos valores e das práticas ocidentais"
    Quando eu nem tinha ainda esse computador fraquinho que eu tenho aqui, nas minhas viagens por lugares "estranhos", eu visitei a Líbia (1989). Só me faltou uma coisa: não tinha Coca cola, que eu ainda tomava. De resto:
    Kadafi foi tão ditador quanto Getulio Vargas no Brasil, Peron na Argentina, Chavez na Venezuela, Castro em Cuba,e todo e qualquer chefe de Estado que bate de frente com os interesses da governança mundial nos moldes da ONU,Wall Street,BCE, OTAN, Tribunal de Haia, CIA, CNT,BBS etc,etc. Isso para nem falar em Milosevic. Mas é melhor parar por aí!Cometeram atrocidades? Umas poucas, na tentativa de segurar os regimes que estavam a construir...sim. Já pararam para pensar o que pode significar tirar um povo inteiro da miséria econômica, social, cultural, e manter parte dele assim (Kadafi manteve todos os libios, que quando lá estive eram bem menos que 6 milhões)por muito, mas muito tempo...!?
    Ricardo: os libios não tinham mordomias, tinham qualidade de vida.Percebi isto em 1989.Foi quando descobri, ao vivo, que podia haver muitos tipos de democracia além destas ruínas de regimes representativos que vivemos e louvamos.
    Anônimo: a midia não é mal informada; ela não se permite informar. É por isso que no Brasil, em vinte anos, antes da neo invasão-colonização, eu vi um único programa na Globo sobre a Libia (precário) e uma unica reportagem em revista local de grande tiragem (incompleta). Nem o turismo internacional recebia instruções "de cima" para se interessar por um país maravilhoso, e com grandes riquezas arqueológicas.Uma das razões pelas quais me interessei.
    Max, Leo, e todos: destes ditadores que elenquei acima, a queda de qualquer um me faria pensar: É...e la nave va! Mas Kadafi e a Libia (todos foram assassinados, de um jeito ou de outro, mesmo os que não morreram), com o testemunho de viajante eu afirmo: do que eu já vi e vivi, não existiu um crime maior contra uma nação de paz e alegria, que essa intervenção genocida contra a Libia. Abraços

    ResponderEliminar
  12. 25/10/11UN SOLDADO LIBIO DESDE LIBIA
    Desde hace 2 dias estamos en una zona tranquila y hemos recibido provisiones que llevamos a los hermanos,

    Hemos quedado sin nexos directos y estamos viendo como traer un medico desde mexico es un profesional de argentina con experiencia de operaciones en combate tendra mucho trabajo aqui pero no sabemos como trasladarlo desde alla a africa sin que pase por eeuu

    Lamento decirte que la masacre no ha finalizado y peor aun esta lejos de finalizar

    Ahora son ejecuciones sumarias, esto es guerra de guerrillas los tuareg son buena gente pero la tecnologia de otan supera

    Nos movemos bien ya que al estar los hombres de agencias americanas nos confunden y no nos molestan

    Podria hablarte de muchas ciudades arrasadas por otan pero solo te transmitiria tristeza

    Sirte fue arrasada y se habla de mas de 150000 cadaveres llovio fosforo blanco dos dias antes de la caida del lider y muy pocos teniamos sulf de cobre para apagarlo

    No hay ayuda para los heridos leales son dejados a morir tanto los combatientes como los civiles

    Medicos sin fronteras por orden de otan no atiende a leales es horrible verlos morir lentamente

    Si tienes alguna fundacion - asociacion o algun contacto que pueda traer a este medico desde mexico avisame por favor

    Este dr es amigo de S lo conocio personalmente y en el hay confianza es un medico que trabaja con indigenas y personas pobres en mexico Ya lo contacte pero no tiene fondos para trasladarse aqui y nosotros no podemos movernos libremente creo que este dr es alguien estilo "Che" guevara dicen que es alguien que come poco para comprarle medicina a sus pacientes

    Si llegas a tener algun contacto por favor con toda la reserva del caso te paso su informacion de contacto a ver si puedes traerlo

    Esto ya no es una guerra es una masacre

    Luego te enviare info de otras ciudades el tiempo aqui es un mal aliado

    Recuerda la libia que conociste cnt y otan destruyeron todo y cuando digo todo es todo

    Publicado por Leonor

    Leitores e comentaristas de Informação Incorrecta:
    aproveitem a solicitação deste libio, e tentem verificar se conhecem médicos dispostos a ir fazer trabalho voluntário com os resistentes, pois fica desde já absolutamente claro para quem não desconfiava, que isso se passa, que Médicos sem Fronteiras não trabalha para os resistentes e o povo libio em geral, só para "os rebeldes", que são os mercenários da OTAN. Quanto a Cruz Vermelha Internacional, quem se informa sabe que está sendo boicotada em território libio. Abraços

    ResponderEliminar
  13. Luiz Carlos8.11.11

    Luiz Carlos
    Acredito que agora é que vai começar o inferno líbio. Os
    americanos com a desculpa esfarrapada, de levar ajuda humanitária, tenta impor à culturas milenares sua cultura carregada de drogas, corrupção e ronk and roll. Porque eles não invadem os países pobres da Africa ou Caribe. Não tendo petróleo, não há interesse.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...