14 outubro 2011

Os dois lados do oceano

Recebo via e-mail
Leio no jornal.

Brasil...

Escreve Anderson (que agradeço):

Para reflectir e divulgar.
Não desanime!

Ainda tenho certeza que pra acabar com esta farra o caminho é incentivar a educação das massas!
Porque será que a educação pública está degradada e desgastada?

Pense!


Francisco Everardo Oliveira Silva, em arte Tiririca, Partido da República:
  • Salário: R$ 26.700,00
  • Ajuda Custo: R$ 35.053,00
  • Auxilio Moradia: R$ 3.000,00
  • Auxilio Gabinete: R$ 60.000,00
  • Despesa Médica pessoal e familiar: ILIMITADA E INTERNACIONAL
  • Livre escolha de médicos e clinicas.
  • Telefone Celular: R$ ILIMITADO.
  • Ainda como bônus anual: R$ (+ 2 salários = 53.400,00)
  • Passagens e hospedagem: primeira classe ou executiva sempre.
  • Reuniões no exterior: dois congressos ou equivalente todo ano.
  • Mensalão: A COMBINAR!!!
  • Custo médio mensal: R$ 250.000,00
  • Aposentadoria: total depois de 8 (oito) anos e com pagamento integral.
  • Fonte de custeio: NOSSO BOLSO!!!
Dá para chamá-lo de palhaço?
Pense bem, quem é o palhaço???!!!

Nem é preciso dizer...

...e Portugal!

Ser político em Portugal compensa?
Eis quanto ganhavam ANTES de entrar em política e AGORA:

Joaquim Pina Moura (Partido Socialista, ex-Partido Comunista)
antes: 22.814 € cargo desconhecido
agora:  697.338 € Deputado AR, Iberdrola, Galp

Jorge Coelho (Partido Socialista)
antes: 41.233 € Carris
agora: 702.758 € Mota-Engil

Armando Vara (Partido Socialista)
antes: 59.486 € Caixa Geral de Depositos
depois: 822.193 € Banco BCP

Manuel Dias Loureiro (Partido Social Democrata)
antes: 65.010 €  ?
depois: 861.366 € SLN, Ericsson Espanha

Fernando Faria de Oliveira (Partido Social Democrata)
antes: 65.010 €  ?
depois: 700.874 € Caixa Geral de Depósitos

Fernando Gomes (Partido Socialista)
antes: 47.901 € Presidente Câmara do Porto
depois: 515.000 € Galp

António Vitorino (Partido Socialista)
antes: 36.089 € Advogado
depois: 383.153 € Deputado AR e advogado

Luís Parreirão (Partido Socialista)
antes: 52.212 € Fausto Correia
depois: 463.434 € Mota-Engil

José Penedos (Partido Socialista)
antes: 112.947 € Hidrorumo
depois: 728.635 € REN

Luís Mira Amaral (Partido Social Democrata)
antes: 64.968 € Deputado AR
depois: 414.294 € Banco BPI

António Mexia (Partido Social Democrata)
antes: 680.360 € Galp
depois: 3.103.4487 € EDP

António Castro Guerra (Partido Socialista)
antes: 43.658 € Pesquisador
depois: 210.828 € Cimpor

Joaquim Ferreira do Amaral (Partido Social Democrata)
antes: 64.968 € Deputado AR
depois: 278.258 € Semapa

Filipe Batista (Partido Socialista)
antes: 74.254 € Inspector-Geral do Ambiente
depois: 192.282 € Anacom

Ascenso Simões (Partido Socialista)
antes: 70.285 € Deputado AR
depois: 122.102 € Erse

Lembre Leitor Português: Você viveu acima das suas possibilidades...


Fonte: Expresso

17 comentários:

  1. Estes valores são anuais, certo?
    Mas pergunto-me, só para ficar bem esclarecido: são valores líquidos ou brutos?

    "Lembre Leitor Português: Você viveu acima das suas possibilidades..."

    Eu acrescento:

    Lembre leitor português: é você pactua com isto ao participar nesta farsa de democracia quando vai às urnas...e lembre-se também que são eles que impõem medidas de austeridade a quem pouco tem. Só para ficar claro.

    Abraço,
    -- --
    R. Saraiva

    ResponderEliminar
  2. Ainda temos alguns bons exemplos aqui no Brasil. Ops, acho que só consigo pensar em um: José Antônio Reguffe, deputado federal.

    A imprensa brasileira divulgou que este deputado renunciou a uma série de benefícios, como o 14º e 15º salários (wtf?), reduziu o número de assessores de 25 para 9, baixou o valor da cota interna de gabinete de RS 23 mil para R$ 4,6 mil, entre outras coisas. Resumindo, em 4 anos de mandato, irá economizar R$ 2,3 milhões. Somente ele.

    Não sei quem é este tipo, se é mesmo tudo isso que falam. Mas tá aí uma antítese a esse esteorótipo.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo14.10.11

    Estou com raiva.

    ResponderEliminar
  4. Raiva e vergonha meus amigos...

    ResponderEliminar
  5. Olá todos: sim, é brutal a diferença entre os espertos não bem intencionados (políticos de profissão, pastores de igrejas,alta cúpula eclesiástica, altos executivos de empresas, banqueiros em geral, gestores de corporações etc...) e a população comum de países pobres e em vias de empobrecimento, como muitos agora. É alarmante!!
    Eu só não entendo como é que muitos brasileiros comuns, quando querem por o "dedo na ferida" têm de referir-se a um pobre diabo esperto, que deu sorte, como o Tiririca, quando temos centenas de políticos cretinos, que ganham inclusive muito mais, porque se utilizam dos privilégios da condição parlamentar para "bem" tocar pra frante seus negócios de família.
    Infelizmente nosso "complexo de viralata" aqui no Brasil nos leva a denegrir os pobres que "sobem na vida", e especialmente os pobres sem cultura escolarizada, como é o caso do palhaço Tiririca, que por sinal tem cultura suficiente para ser um dos nossos melhores palhaços de profissão. Porque um palhaço de profissão seria menos que um cantor que já foi ministro, como Gilberto Gil? Todos os artistas vieram dos palcos, e o picadeiro é um palco exigente. Interessa saber até que ponto cada artista é capaz de saber dos "palcos da vida" para ter moral para representar o povo que além de aplaudí-lo, o elegeu como representante.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo14.10.11

    Max e amigos:

    O triste é que temos uma alternativa que nunca é levada em consideração. A consulta popular. A Islândia tem encarado seus problemas assim e, de quebra, ainda pôs uns cabruncos na jaula, que é lugar de cabruncos. Mas qual o que? A Troika permitir mais uma rebeldia?

    Começo a ter mais do que suspeitas de que o Calendário Maia deve ter algum fundamento. O homem vai concretizá-lo, sem auxílio externo algum. Permitimos que a escória humana nos dominasse. Esta escumalha patronal produziu nossa fome, nossa peste, nossas guerras e a morte de nossos semelhantes, como também, da fauna, da flora, dos recursos hídricos, dos minerais e chegaram a insuspeitável capacidade de poluir o espaço. A lixeira final, parodiando um velho clássico da TV. Devemos ou não, prosseguir existindo? Pra quê? Pra delegarmos novamente nossos destinos à sanha dos brutos mal-intencionados? Quanta cobiça, usura! Quanta indiferença com a miséria das minorias(?)! Enquanto a minoria elitista se refestela ao sabor das grandes armações. Mundo orquestrado, cujo o maestro atua por trás das coxias e tem todos os instrumentos de controle do gado.


    Vivemos em humanários pagos ad eternum, trepados uns sobre os outros e a criar animosidades mesquinhas com nossos vizinhos de parede. Neste microcosmo, podemos imaginar o que ocorre nas esferas mais altas: brigas, intrigas, injúrias, mentiras, tramas, golpes, toda nossa possível sordidez. Estamos esgotados de agir como agimos? Claro que sim. O difícil é concluir que ainda estamos preocupados com o que há de mais tacanho em nossa sociedade. Distrações inseridas no nosso cotidiano, nos fazem desaperceber da nossa estreiteza de imaginação, de idéias. Quais as nossas reais necessidades? Penso que seja viver uma vida plena. Acumulação, ostentação, modismo, publicidade, consumismo... Hoje, já não nos tratam por seres humanos. Somos tratados como consumidores. Assim nos enquadraram e assim agimos. Nos meios de comunicação o ser humano cedeu graciosamente seu lugar ao consumidor. O direito do consumidor. A queixa do consumidor. A opinião do consumidor. Todo este ridículo cansa. Não é possível que somente meia-dúzia assim se sintam. Deve haver muitos milhôes.

    Ocupem Wall Street acende uma centelha, de que possa haver um despertar. De que temos que não só questionar o mercado financeiro, o corporativismo gerindo a política, a política se servindo do Estado, mas também e principalmente da mudança de nós mesmos, do homem e da mulher. Somos consumidores ou humanos? Queremos o bem-estar social ou individual?

    Até.
    Walner.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo14.10.11

    Max meu comentário está fora de contexto, mas depois de tudo que ando lendo por aí, a tampa da panela deu um salto e vazou toda a feijoada. Desculpe pelo descuido.

    Walner.

    ResponderEliminar
  8. Concordo totalmente com a Maria, Tiririca foi escolhido pelo povo, talvez pelo fato do povo estar cansado dos mesmos políticos sempre.
    Um outro deputado eleito Clodovil, era estilísta e assumidamente gay, na época também houve críticas aos que o elegeram e no entanto foi um excelente deputado com propostas muito boas. Algumas dessas propostas foram controvertidas e outras geraram críticas dos próprios colegas --como a PEC que sugere a redução de 513 para 250 deputados federais na Casa. Segundo Clodovil, não havia necessidade de manter o atual número de políticos no Congresso.
    A proposta que mais avançou foi a que autoriza o enteado a adotar o nome de família do padrasto. O deputado resolveu fazer campanha de esclarecimento sobre o assunto. Clodovil apresentou uma proposta que torna obrigatório e gratuito o exame de próstata em homens com mais de 40 anos.
    O parlamentar também sugeriu, por meio de projeto de lei, que o governo federal mantivesse um serviço de atendimento médico, psicológico e social para as vítimas de violência sexual em todo país.

    O preconceito é o pior dos males entre um povo.

    Não importa quem é, pobre, gay, palhaço, operário como Lula, etc... O que importa é o caráter.

    Abraços

    ResponderEliminar
  9. Olá Maria & Burgos!

    Eu acho que a ideia não é denegrir o Tiririca, que até pode ser boa pessoa.

    Acho que a ideia é a seguinte: Tiririca é o símbolo de como uma pessoa, que passou a vida a fazer um trabalho que nada tem a ver com a sociedade, de repente entra em politica e ganha a lotaria.

    Quantos Tiririca existem na classe dirigente? Mesmo que estejam habituados a vestir bons fatos com gravata, não deixam de ser pessoas que exploram um sistema podre para interesse pessoal.

    E que, uma vez entrados no esquema, nada fazem para mudar as coisas.

    O Tiririca fez algo acerca disso ou limitou-se a encher os bolsos? Escolhido pelo povo ou não, pelo visto a atitude dele é idêntica à dos outros.

    Moral: qual a diferença entre um palhaço e um político de profissão?

    Abraço!!!

    ResponderEliminar
  10. Olá Walner?

    Fora do contexto?
    Não me parece. Aliás, é bem actual.

    Abraço!!!

    ResponderEliminar
  11. Anónimo15.10.11

    bom dia,
    escrevo de santos, brasil.
    recomendo desconfiar de quem fala mal da eleição do tiririca.
    a meu ver é elitismo explícito.
    vivemos aqui numa pretensa democracia representativa.
    os que votaram no tiririca o escolheram como representante e são por ele representados. e não são piores dos que escolheram engenheiros médicos ou pastores.
    MENSALÃO à combinar? com que provas o autor diz isso? o tiririca, por ser um popular, é um provável ladrão?
    esse senhor quer dizer que os diplomados são melhores ou mais apropriados que o tiririca? com que provas?
    papel de palhaço faz todo o povo que escolhe representantes para que por ele, povo, vote e no final das contas votam. com voto SECRETO !!!!
    damos procuração para que nossos representantes fação o que quiser. ou se quiserem, vendam seu voto para quem pagar mais.
    respeito para com os eleitores e para o deputado tiririca!
    emerson57

    ResponderEliminar
  12. Olá Emerson!

    acho que acabei de responder: o alvo não é Tiririca enquanto pessoa ou representante dos eleitores.

    É apenas um exemplo de como, uma vez chegados no poder, os políticos (mesmo os recém eleitos) não lutem para mudar o sistema.

    Quanto ao Mensalão à combinar: esta é a notícia que encontrei no e-mail que recebi. E-mail enviado por um Leitor do Brasil, diga-se. De facto, a primeira parte do post é o mesmo e-mail copy-paste.

    Abraço!

    ResponderEliminar
  13. Anónimo15.10.11

    sr. max,
    obrigado pela sua pronta resposta!
    concordo com ela.
    meu foco foi questionar quem usa o tiririca como exemplo. por que não um engravatado já com o diploma de corrupto? aqui temos vários!
    (até esse ponto o tiririca é virgem no quesito corrupção)
    mas o pior é o tal do voto secreto. se eu dou procuração para alguem votar no meu nome, no mínimo, eu quero saber como ele vota!
    emerson57
    ps. como esse blog se diferencia por enxergar "fora da caixa", tenho recomendado à meus amigos.
    abraço.

    ResponderEliminar
  14. olá Max: tomo a iniciativa de agradecer a colaboração do Emerson, Burgos e Anônimo de Santos pelos esclarecimentos.
    olha Max: ás vezes, na correria, a gente diz umas coisas estranhas tipo "passou a vida a fazer um trabalho que nada tem a ver com a sociedade". Acho que tu querias dizer "passou a vida a fazer um trabalho que nada tem a ver com a política representativa", o que é verdade, no caso do Tiririca, mas...sinceramente não vejo diferença para o trabalho parlamentar, pelo menos aqui no Brasil.

    ResponderEliminar
  15. daniela16.10.11

    Max tem razão em sua análise, vejam bem : o Tiririca aproveitou de sua popularidade em programas de humor, ou música debochada, para se eleger, como fIZERAM, netinho, eder jofre, romário, enfim para se garantir , pois um final de carreira já se pronunciava...Agora ele tbém diz que pior não fica pois não vai fazer nada para mudar,....E o s eleitores votaram nele como protesto,debochando com tudo e com todos os candidatos, principalmente os que se dizem , estudados, com diplomas, e que não fizeram nada e tbém recebem igual. Um protesto dos esquecidos, marginalizados, do Brasil que agora estão por toda parte e virando o jogo...E a Elite esta com muito medo...

    ResponderEliminar
  16. Daniela

    Elite com medo???
    Acho que tu está delirando, essa elíte não tem medo de nada, estão sempre por trás tramando cada vez mais para se darem bem.
    Não vai haver protestos que façam eles terem medo.
    Não te ilude.
    Me desculpe, mas aqui a verdade é nua e crua.

    Abraços

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...