30 novembro 2011

Árduer e Sóftuer

Aqui está.

Do profundo do abismo, o heróico computador disse "Biiiiip" e ganhou vida. Ainda uma vez as forças do Mal tinham sido derrotadas. Claro, ficaram as cicatrizes da batalha, entre as quais um teclado novo que parece ter sido projectado por seres com bracinhos de 12 centímetros e 4 dedos no total, mas tudo bem, nada que não se possa resolver.

Foi um problema de árduer e não de sóftuer. Aprenda o Leitor: quando o computador cheirar a frango assado, pode ter a certeza de que algo se passa. Mas antes de retomar o normal percurso do blog, gostava de comentar as palavras de Pedro H.:
Prezado Max, penso que entende algo acerca de computadores, e se não usa ainda, fica aqui a sugestão para que comece a usar o S.O. Ubuntu, baseado em Linux, nunca mais irá sofrer de males a não ser os de normal deterioração do hardware, e o custo é zero.
O sistema é rápido leve e estável, e vem com todos os programas de uso comum, sendo que caso não encontre algo o próprio sistema sai em busca e lhe fornece.
Justo, faz todo o sentido.
Curiosidade: abro Google Analytic para ver qual a situação.


Dia 14 de Outubro de 2011, um dia com muitas visitas de Leitores "novos".
Eis os sistemas operativos e relativo número de utilizadores:
  • Windows 1.167
  • Linux 27
  • Macintosh 26
  • Outros 16
Este não é um blog de informática, todavia acho que a situação dos SO (Sistemas Operativos) possa representar uma boa metáfora da nossa sociedade.

Quem utiliza um computador é obrigado a utilizar um SO, sem o qual a máquina não funciona (por assim dizer). Adquirimos um computador novo e que encontramos? Windows.
Já isso não é normal.

É como entrar num restaurante e encontrar no meio da mesa uma garrafa de Coca-Cola. Quem encomendou esta porcaria? Ninguém, já está ai. Alguém chama o rapaz "Olhe, tire esta coisa se faz favor", mas a maioria abre e começa a beber.
E a coisa mais divertida é que a garrafa é paga, mesmo que devolvida. "Ehi, mas eu não bebi!". Não interessa, é preciso pagar. Muitos raros são os restaurantes que oferecem água, todos "oferecem" Coca-Cola.

Acham uma situação normal? Não, não é. Já seria anormal ser obrigados a pagar para algo que não encomendamos; mas o que irrita é que a Coca Cola é mesmo uma porcaria, sabe bem mas faz só mal. E Windows também.

Porquê isso acontece? Porque a Microsoft é uma enorme empresa que dita as regras do jogo. Teve uma ideia original e bonita (o sistema das windows, as "janelas", que dão jeito), mas isso foi há décadas; entretanto nada mais surgiu, mas a Microsoft foi capaz de tirar partido da vantagem adquirida para continuar a difundir o próprio SO e torna-lo um standard. Pago, óbvio.

Há muito tempo, um rapaz finlandês inventou um novo SO, chamado Linux. As primeiras versões eram uma desgraça (na óptica do utilizador comum, claro), mas também isso foi há décadas. Hoje Linux não é como Windows: é muito, muito, muito superior.
É um sistema estável (Windows não é).
Não apanha vírus.
É simples.
É grátis. Totalmente, absolutamente, inteiramente grátis.
Mais: existem dezenas de milhares (literalmente) de programas que qualquer utilizador pode instalar no próprio computador e são todos grátis também.

Na nossa sociedade perfeita seria normal a maioria dos utilizadores terem Linux instalado. Mas não, é exactamente o contrário: 1.236 utilizadores que visitam o blog, 1.167 com Windows.
Porquê?

Microsoft aposta em vários factores:
  • ignorância segundo muitas pessoas Windows é o computador, um binómio que não é possível quebrar. Pode parecer esquisito, mas assim é.
  • preguiça chega-se em casa com a nossa máquina nova, é só ligar e começar a utilizar. Porque gastar tempo (e recursos mentais) para instalar um novo SO? Temos um aqui, já pronto.
  • medo epa, estas são coisas complicadas, para técnicos, mudar um sistema operativo, ora essa!
  • sugestão afinal Microsoft é uma das maiores empresas do mundo, não pode ser um acaso, é óbvio que os produtos são melhores.

Esqueçam um segundo o facto de estarmos a falar de computadores: onde é que já vimos estas atitudes? Resposta: em qualquer outro lugar. Esta é a atitude das pessoas perante a própria vida, a nossa sociedade.
  • Por causa da ignorância pensamos que seja normal ter uma sociedade assim, como a nossa, nem conseguimos imaginar algo de diferente.
  • Por causa da preguiça aceitamos que as coisas funcionem como de facto funcionam (mal), porque não desejamos ficar envolvidos, porque custa fadiga, empenho, recursos mentais.
  • Por causa do medo não alteramos nada, pois nós somos pequenos, não temos formação, preparação, seria só fazer estragos.
  • Por causa da sugestão pensamos que talvez não seja mal ficar aqui, calmos e quietos, porque esta é a Democracia, é tão difundida, não pode estar tudo errado.

Não há diferenças, são as mesmas reacções/álibis que condicionam a nossa vida.

Resultado: os 27 que optaram para Linux têm um SO melhor, muito mais seguro, estável, estão a borrifar-se dos vírus, descarregam milhares de programas de forma totalmente gratuita, até podem escolher a própria interface (pois não existe só um Linux). Tudo grátis.
Os outros 1.167 lutam com as birras dum SO muito menos estável, têm os pesadelos por causa dos vírus, lutam para encontrar um programa satisfatório e totalmente gratuito.

Acham normal?

Dica: se a ideia de abandonar Windows assusta, podem criar partições, isso é, dividir o disco rígido em duas partes, uma com Windows e outra com Linux. Difícil? Nada disso: há muitos programas que fazem isso de forma automática. E podem sempre perguntar aqui no blog, ajuda não é coisa que vai faltar.
Se não querem mudar de sociedade, pelo menos mudem de Sistema Operativo, é já algo...


Ipse dixit.

5 comentários:

  1. jonhboss30.11.11

    Max!! estás de volta!!esquece o cheiro de frango assado do PC,as colectas para Pc novo, e a vizita á junta de Freguesia com Net!!bota noticias!!ou pensas que visitamos o blog para conversas de xaxa?heheh!Abraço Max.

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho preguiça de escrever, admito. Ótimo post Max, eu não poderia ter escrito melhor.

    ResponderEliminar
  3. Humm, eu sou um dos que usam Linux (mais especificamente o Arch Linux).

    Sistema estável, não dá problema nunca, instala e já tá tudo rodando (nada de ficar procurando driver sei lá onde).

    E com os Ubuntus e Mints da vida, não precisa ser um master da computação para utilizar nem manter atualizado.

    Comprei um computador novo esses dias, vou tentar receber a devolução do dinheiro do Windows OEM pré-instalado, não vou utilizar mesmo... ouvi falar que já conseguiram no Brasil.

    ResponderEliminar
  4. Ricardo30.11.11

    Eu sou um dos 26... sempre estou na minoria... :)

    Enfim... quem inventou as janelinhas foi a Apple, né? E a Microsoft roubou... quem inventou o mouse foi a Xerox, né? E a Microsoft roubou...

    Algo assim... não lembro... já usei muito linux em tempo de faculdade, mas o software que uso hoje para me sustentar não roda lá!

    Apesar de que o Mac OSX é uma espécie de Linux refinado...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo2.12.11

    "Enfim... quem inventou as janelinhas foi a Apple, né? E a Microsoft roubou..."

    quem inventou as janelinhas foi a Xerox, e a Apple roubou.

    http://en.wikipedia.org/wiki/History_of_the_graphical_user_interface

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...