09 novembro 2011

As coisas que este cão sabe... - Parte VII

- Então, escreves:
- Espera, vou ver se os esparguetes estão prontos.
- Mas quanta massa come este gajo?
- Eh?
- Não, nada...estão prontos?
- Não, faltam dois minutos.
- Muito bem, então escreves: Mas eu digo e pergunto, com toda a minha força canina...
- "...canina"
- ...afinal quem são estes?
- "Estes" quem?
- Os culpados, entendo.
- Ah, justo.


- Quem fica atrás, nos bastidores, escondido na penumbra como um bando de gatos que apenas tencionam satisfazer a natural sede de sangue?
- Ó Leo, são gatos, não vampiros...
- É a mesma coisa. Quem é? Eh? Porque uma coisa tem que ficar clara:
- "...clara:"
- Vocês, os bípedes, ficaram convencidos de que os políticos são pessoas potentes. Bípedes, como vocês, mas muito mais potentes. Então eu digo:
- "...digo:"
- Não, absolutamente não!
- "...não!".
- Tens que pôr o ponto de exclamação que esta frase é importante.
- Já está.
- O poder deles é uma pequeno teatro local: têm poder em Paris, em Londres, em Madrid...
- Em Lisboa?
- Sim, mais ou menos...podem gozar de privilégios, e gozam, não há dúvidas. Alguns deles podem até ficar muito ricos. Mas tudo isso não é poder. Sabe, ó Leitor, o que significa verdadeiro poder?
- Que significa?
- Cala-te, tu não és Leitor. Imaginem um homem, apenas um homem, que decida arruinar um inteiro País. Um simples bípede que decide, dum dia para outro, mandar às urtigas um Estado, feito de outros bípedes. Um homem que possa dizer ao governo: "Governo, muda as tuas regras, paga menos as pessoas, privatiza a saúde, a electricidade, a água, os bancos, os comboios, porque se não obedeces ficas arruinado". Imaginem um grupo de homens que decide não proibir um produto tóxico, que atinge milhões de cidadãos, e se um governo não obedecer então há multas, multas absurdamente elevadas. Imaginem um grupo de homens que cria regras para que as pessoas possam ser exploradas em troca duma miséria de ordenado e que obriga Ministros e media a afirmar que tais regras são boas e justas. Este é poder, este é o verdadeiro poder!
Não esquecer o ponto de exclamação.
- Já está.
- Muito bem.
- Mas Leo, tudo isso não será um pouco exagerado? Que dizer, faz lembrar os filmes de James Bond, com a Spectre...
- Tudo tenho que explicar, tudo mesmo...ora bem, escreves: ponto A
- Eh?
- Não E, mas A
- E ou A?
- Esqueces. Ponto 1: o homem que arruinou a Inglaterra era um especulador cujo nome é George Soros. Os especuladores são homens particularmente ricos que podem fazer diminuir o valor duma moeda até a bancarrota. Injectam no mercado rios daquela moeda e esta acaba por não valer nada.
- Ah, a inflação!
- Isso mesmo. Ponto 2: os homens que podem dizer ao governo para vender os bens públicos são os industriais e banqueiros locais os quais fazem parte dum grupo de negócios internacional, os que emprestam o Euro aos Estados, por exemplo, depois dizem "Uhi aquele Estado como está endividado!"; então eis o pânico e para emprestar o Euro são precisos juros cada vez maiores sobre a dívida e a economia mergulha. E quando a economia está de rastos, são os mesmos que gritam "É preciso privatizar, é preciso vender, o Estado é demasiado gordo, tem de emagrecer". Então o Estado vende e quem achas que compra os bens e os serviços privatizados?
- Os Chineses?
- Mas não, são sempre eles, as mesmas pessoas. E compram com preços de saldo porque o Estado precisa de dinheiro e depressa também. Ponto 3: os homens que podem obrigar um Estado a não proibir um produto tóxico são aqueles da Organização Mundial do Comércio de Genebra. Fazem regras que são mais potentes do que as nossas leis, são amigos só dos negócios e um Estado não pode opor-se às decisões deles. Ponto 4: depois há os bípedes que podem fazer empobrecer milhões de outros bípedes, os que podem explorar inteiros Países em troca de duas moedas. São os bípedes que trabalham nos grandes bancos criminais, como Goldman Sachs, Bank of America, Morgan Stanley, JPMorgan Chase, Credit Suisse, UBS, e outros ainda.
- Ah, os bancos...
- Olho Max: estes não são os mesmos bancos que podes encontrar à esquina, não trabalham com as contas dos normais cidadãos. Estes são criminais da Primeira Liga, com truques tão sujos que conseguiram vender papel como se fosse dinheiro.
- Ahah, e quem foi tão estúpido de comprar este papel?
- Tu. O teu banco comprou aquele papel com o teu dinheiro. Só que depois o teu banco faliu, então o Estado teve que intervir para salvar o pouco que ainda era possível salvar. E com o dinheiro de quem actuou o Estado se já não pode imprimir a própria moeda? Com a dívida Max, com a Má Dívida. És tu que pagas esta dívida. Pagas isso com os impostos, com o desemprego das empresas que já não conseguem obter empréstimo dos bancos e por isso fecham. Mas cuidado!
- O quê? Que aconteceu agora?
- Nem todas as empresas estão em apuros por causa disso. As grandes empresas não têm problemas aliás, beneficiam desta situação. Porque as primeiras a fechar são as pequenas e médias empresas, então as que sobrarem, as grandes empresas, ocupam o espaço deixado livre. Renault, Siemens, Boeing, Microsoft, Electrolux, General Electric, Procter And Gamble, Alcoa, Caterpillar, Volkswagen, Luxottica, Tod´s...estas são as empresas que não sofrem com a actual situação, pelo contrário. Querem pagar pouco os trabalhadores para poder competir com as empresas asiáticas. E num mundo de desempregados, quem ditar as regras são as empresas.
- Ehi, Leo, espera um segundo. O filho da mercearia da rua aqui, o Nuno, trabalha numa empresa de serralharia, fazem portões, são uns 40, ganha pouco mais de 500 Euros por mês. E ainda bem que trabalha...
- Sim, exacto Max, ainda bem que trabalha. Mas estas são pequenas empresas. São importantes, sem dúvida, pois a maioria dos trabalhadores é empregue neste tipo de empresas, pequenas e médias. Mas sabes uma coisa? Não contam nada, não decidem nada, não podem nada. Antes chega a crise económica que, não esquecer, não é um fenómeno natural mas provocado. Com a crise diminui a riqueza dos consumidores, baixam as vendas das lojas, das pequenas e médias empresas. Depois chega a obrigação de pagar menos os trabalhadores, porque as empresas e as lojas já não vendem, porque a riqueza é escassa, porque "é preciso apertar o cinto", porque "antes viveram acima das possibilidades", etc. etc.
- Sim mas assim as lojas e as pequenas empresas conseguem vender ainda menos. Se o trabalhador não ganhar , então não gasta, não é?
- Então? Qual o problema? Mas Max, tu achas que as grandes empresas estão interessadas em vender os produtos aos bípedes de Portugal? Ou de Italia, da França? Os mercados são outros: são a China, a Índia, o Japão, a América. Aí querem competir com bons preços, não aqui. Depois há pequenos donos de empresas que nem percebem e acham que pagar menos o trabalhador é um bem para a empresa. Nem percebem que assim serão obrigados a fechar. Míseros ordenados significa miseráveis vendas. Mas espera, pois falta ainda um ponto.
- Ahe?
- Pois falta. Ponto 5: os que fazem apostas com os orçamentos dos Estados e provocam a ruína de empresas, trabalhadores, governos e, sobretudo, Egg Pounds.
- Eh? Não serão os Hedge Funds?
- Sim, é isso, é que eu com o Inglês...boh, afinal sou africano, não é?
- Sim, de origem. Mas nasceste aqui, és um cão portuguesinho.
- Bom, não vamos falar agora dos Eggs Pounds porque caso contrário a tua massa fica uma porcaria...
- Minha nossa, os esparguetes!
- ...mas são organizações de investidores muito, muito potentes, que podem fazer o que mais lhes apetecer, com rios de dinheiro, tipo 40 vezes a riqueza dos Estados Unidos e não é uma maneira de dizer, é mesmo assim,...
- Olha só, ficaram cola...
- ...não há um governo que possa regulamenta-los, e fazem parte daqueles que depois gritam "Uhi, como estão endividados" e começa aquele desastre do qual já falei...
- ...cola, autêntica cola...
- ...agora tenta perceber: todos estes grupos não são necessariamente amigos uns dos outros, aliás, muitas vezes estão em luta entre eles, só que ao serviço deles há políticos, jornalistas, professores universitários que ensinam aquelas teorias económicas que tanto jeito dão...
- ...e agora quem come esta coisa aqui?
- ...e que ninguém pode combater porque são como o Evangelho. São uma rede potente, pois este é o verdadeiro poder. Ficam reunidos uma ou duas vezes por ano, em clubes privados e...mas estás a ouvir-me?
- ...eh? Sim, sim claro...olha Leo, queres comer um pouco de esparguetes acabadinhos de fazer?
- Atordoado...

Ipse dixit.

Relacionado: Os Nomes

As coisas que este cão sabe... - Parte I
As coisas que este cão sabe... - Parte II
As coisas que este cão sabe... - Parte III
As coisas que este cão sabe... - Parte IV
As coisas que este cão sabe... - Parte V
As coisas que este cão sabe... - Parte VI

13 comentários:

  1. Triste notícia,

    Tiraram o Blog leonorenlíbia do ar.

    ResponderEliminar
  2. Burgos, aqui funciona! Talvez foi uma "queda" temporária.

    Abraço!

    ResponderEliminar
  3. Não Max, tu deve ter entrado no último post, mas se tu tentar acessar a página principal não vai entrar, o blog foi desativado.

    ResponderEliminar
  4. Max me desculpe, foi o blog que foi desativado, agora tem o site oficial dela.
    Que bom!!!

    http://www.leonorenlibia.com/

    ResponderEliminar
  5. Anónimo10.11.11

    Amanhã, 11/11/11, algo importante vai acontecer. Fiquem atentos.

    11
    11
    11
    __

    33


    O 11 passou a ser um número inquietante. Podem pensar que é uma casualidade forçada ou simplesmente uma tontice, mas o que está claro é que há coisas interessantes, senão, vejamos:

    1) New York City tem 11 letras.
    2) Afeganistão tem 11 letras.
    3) ‘The Pentagon’ tem 11 letras.
    4) George W. Bush tem 11 letras.

    Até aqui, meras coincidências ou casualidades forçadas (será???).
    Agora começa o interessante.

    1) Nova Iorque é o estado Nº 11 dos EUA.
    2) O primeiro dos vôos que embateu contra as Torres Gêmeas era o Nº11.
    3) O vôo Nº 11 levava a bordo 92 passageiros; somando os numerais dá: 9+2=11.
    4) O outro vôo que bateu contra as Torres, levava a bordo 65 passageiros, que somando os numerais dá: 6+5=11.
    5) A tragédia teve lugar a 11 de Setembro, ou seja, 11 do 9, que somando os numerais dá: 1+1+9=11.

    E agora o inquietante.
    1) As vítimas totais que faleceram nos aviões são 254: 2+5+4=11.
    2) O dia 11 de Setembro, é o dia número 254 do ano: 2+5+4=11.
    3) A partir do 11 de setembro sobram 111 dias até ao fim de um ano.
    4) Nostradamus (11 letras) profetiza a destruião de Nova Iorque na Centúria número 11 dos seus versos.

    Mas o mais chocante de tudo é que, se pensarmos nas Torres Gêmeas, damo-nos conta que tinham a forma de um gigantesco número 11.
    E, como se não bastasse, o atentado de Madrid aconteceu no dia 11.03.2004, que somando os numerais dá: 1+1+0+3+2+0+0+4=11.
    Intrigante, não acham??

    E se esqueceram que o atentado de Madrid aconteceu 911 dias depois do de New York, que somando os numerais 9+1+1=11!!!!

    E AGORA o mais arrepiante:
    Corinthians, tem 11 letras, tem 11 jogadores e sua fundaão foi em 1910, que somando os numerais dá 1+9+1+0=11.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo10.11.11

    Este número, estranhamente (e alguns dizem que coincidentemente) coincide com grandes acontecimentos globais. Vamos ver alguns deles.

    11/09 – Ataque às Torres Gêmeas

    11/01 – Terremoto no Haiti

    11/03 – Terremoto e Tsunami no Japão

    11/11 – Tornado em Santa Catarina

    11/02 – Ciclone no Litoral de São Paulo

    11/03 – Atentado em Madri

    11/01/11 – Catástrofe na região Serrana do RJ

    Dia da indenpendecia dos EUA - 04/07/11 = 04+07=11

    Nova York é o estado número 11 dos EUA

    Número total de mortos dos aviões que atacaram às Torres Gêmeas : 254 – 2+5+4= 11

    O dia 11 de setembro é o dia 254 do ano – 2+5+4= 11

    Número do 1º vôo que atingiu às Torres: 11

    O nome da nave, que nos livros dizem que levou astronautas à Lua, chama-se Apollo 11

    O atentado em Madri ocorreu no dia 11/03/2004, somando esses números dá: 1+1+3+2+4= 11

    Na Maçonaria, o "11" representa destruição.

    O data que alguns ignorantes dizem que o mundo vai acabar por conta de uma teoria mal interpretada dos Maias é 21/12/2012, que somando dá: 2+1+1+2+2+1+2= 11. O mundo pode não acabar neste dia, mas, sem dúvida, será um dia a ser lembrado...

    E por que não falar do ano que estamos vivendo: 2011? Você já parou pra pensar que este ano teremos 4 datas “iguais”?

    São estas: 1/1/11, 1/11/11, 11/1/11, 11/11/11.

    Esta última pra mim seria a mais tenebrosa, por ser a mais completa dentre as outras.

    Se na data de 11/11/11 não acontecer nada de incomum, no sentido de ocorrer grandes catástrofes ou grandes decisões políticas envolvendo todo o mundo, ocorrerá com certeza algum ritual macabro entre os ocultistas/satanistas, pois por ser uma data que não acontecerá novamente, eles darão a importância prevista para planejar e executar um grande e ainda inimaginável ritual, jamais visto anteriormente, acredito que sendo pior que os rituais que magnatas fazem à Moloch, na Califórnia, oferecendo crianças em seus cultos.

    Imagine o que poderia acontecer neste ano de 2011, algo jamais visto:
    dia 11 - mês 11 - ano 11 - hora 11 - minuto 11 - segundo 11 - milésimo de segundo 11 / tudo isso ao mesmo tempo! é de se mexer a mente de cada um...

    “A numerologia moderna utiliza-se dos números mestres 11, 22 e 33. São números que trazem tensões e complicações, podendo-se dizer que tem conotações cármicas. Não é fácil para uma pessoa utiliza-los adequadamente, até mesmo pelos poderes especiais que têm. Quando a pessoa desenvolve-os desde cedo podem levar a grandes realizações, a situações transpessoais e fora do comum. Mas isso é raro. Geralmente as pessoas acabam funcionando apenas nos seus números reduzidos.

    NÚMERO 11

    Positivo: Iluminação, idealismo, intuição, inspiração, irradiação, invenções, fama, musa, altruísmo, magnetismo.
    Negativo: Visionário, impraticável, obsessão, alienação, inabilidade, degradação, desonestidade, perversidade, vítima”.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo10.11.11

    O símbolo mais reconhecido para os EUA, após o Stars & Stripes, é a águia. O versículo seguinte é retirado do Corão, o livro sagrado islâmico:

    “Porque está escrito que um filho da Arábia despertará uma águia amedrontadora. As garras da águia serão sentidas por todas as terras de Alá e Lot, quando alguns dos povos tremerão no desespero e no júbilo: para garras da águia limparem as terras de Alá e haverá paz“.

    23- Esse versículo é o número de 9,11 do Corão.

    Ainda não está convencido sobre todas essas coincidências? Faça isto:

    24- Abra o Microsoft Word e faça o seguinte:

    * Digite em letras maiúsculas Q33 NY. Este é o número do vôo do primeiro avião a bater numa das Torres Gêmeas.

    * Realce o Q33 NY. (Coloque em Negrito)

    * Altere o tamanho da fonte para 48.

    * Altere a fonte real para o WingDings 1. Vejam lá o resultado.

    25- E o pior… Sabem o fim do mundo? Ele está previsto para 21/12/2012. Certo? Agora vamos somar… 2+1+1+2+2+0+1+2 = 11.


    Lembrem-se:
    “11:11 a abertura dos portais”

    Outra questão que me chega constantemente diz respeito ao valor simbólico do numeral 11, cujos mistérios possuem tremenda relevância dentro do Sistema de Iniciação proposto por Aleister Crowley. O estudo e a análise deste Undécimo Arcano, sob o ponto de vista thelêmico, muito trará para a consciência do Adepto ou do Estudante do Ocultismo, principalmente quando este for capaz de não se deter ou limitar antes as extravagantes ressalvas a ele atribuídas. Que fique claro, contudo, que o exposto abaixo segue uma linha de entendimento particular, totalmente em concordância com o Aprendizado e o Conhecimento Thelêmico. Portanto, aqui, fornecerei alguns elementos iniciais para que os thelemitas, ou quaisquer interessados, possam meditar a respeito e daí começar a tirar suas próprias conclusões.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo10.11.11

    Sobre o numero 11, alguns ocultistas, como Dion Fortune e seus seguidores, por exemplo, o associam há alguns aspectos pouco luminosos da criação, visto seu relacionamento com a assim chamada “não esfera”, o “excesso” além da Criação de Deus. Tal rígida interpretação tem nas bases do fundamentalismo cristão a sua provável raiz. Até mesmo no julgamento de Santo Agostinho encontraremos referências ao numeral 11 como sendo um estandarte dos excessos humanos, o “Brasão do Pecado”, dizia o pai da teologia cristã. O argumento que sustenta este ponto de vista sobre o 11 é curioso: se o número 10 compreende a totalidade da Criação de Deus, representando o Universo propriamente dito, aquilo que vier imediatamente após este número estará fora do Plano Divino, além da Vontade que tudo rege. Neste caso, o 11 aparece como sendo o ser humano integral e não mais como simples servo de Deus. Ele surgirá na forma de “algo” que excedeu os limites da Criação, que saiu do Paraíso perfeito e que agora caminha por vontade própria.
    Sob o ponto de vista da religião thelêmica, inicialmente, o número 11 comporta indica o total de batidas (ou silabas) da frase inglesa “Do what thou wilt shall be the whole of the Law”, máxima central do Universo Thelêmico. A tradução mais próxima do original que conhecemos é: “Faze o que queres há de ser o todo da Lei”. Embora nesta tradução haja a perda do ritmo das 11 batidas, a frase mantém o ritmo Quádruplo e Sétuplo da sentença original. Mas, passemos para alguns outros mistérios.
    Como todos sabem, a primeira letra do alfabeto hebreu, “Aleph”, equivale a letra “A” latina. Seu valor Gemátrico é 1. Assim, não fica difícil, por substituição, relacionar a Ordem criada por Crowley, de nome A.’.A.’. ao número 11. Os graus dessa Ordem somam um total de 11 graus principais (se considerarmos o estado de Probação 0=0 um Grau), classificados de 1=10, 2=9, 3=8 etc., até 10=1. Curiosamente, se somamos os números de qualquer uma dessas classificações, (1+10 ou 2+9 ou etc.) chegaremos a 11.
    Nuit, entendida pelo nome da Deusa Egípcia Nu, possui valor igual a 56, segundo a Gematria. Note que 5 + 6 = 11. Logo, temos um dos principais aspectos femininos thelêmicos relacionados com o número 11. Mas essa relação não se limita somente a Nuit. Para tal, basta lembra-nos do Trunfo XI (Arcano 11 do “Livro de Thoth, mais conhecido como “Tarot de Crowley)), batizado como “Lust”, com uma marcante representação de Babalon, para vermos a relação direta desse outro aspecto feminino com o numero 11.
    Falamos do 6 e do 5. Todos devem conhecer aquela simbologia da relação entre o Macrocosmos & Microcosmos, o Universo & o Homem, o Hexagrama & o Pentagrama, etc. & etc. Pois bem, em thelema, este símbolo ganha proeminência pois (isso fica claro na antiga imagem de um pentagrama dentro do hexagrama, 5 + 6) a soma resultante é 11, numero, como estamos vendo, de grande relevância dentro da Magick. Porém, mesmo sendo esse símbolo de grande significado para thelema, ele está carregado de fundamentos do Eon de Osíris.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo10.11.11

    Assim, Crowley, em suas manias de inventar símbolos novos, para representá-lo, tirou fora o Hexagrama (que é um símbolo judaico, estando associada ao velho Eon) e pós a sua Estrela Unicursal de Seis Pontas e, do mesmo modo, ele substituiu o Pentagrama (também um símbolo associado ao Velho Eon), que havia no interior da estrela de seis pontas por um Trevo de Cinco Pétalas. Resumindo: Este símbolo, a Estrela Unicursal de Seis Pontas, com um Trevo de Cinco Pétalas nela inserido, é a visão thelêmica – segundo concebida por Crowley – da relação entre Macro e Microcosmos, que também é 11.
    O Trevo, deve estar posicionado com uma pétala para cima, pois esse é o símbolo do Homem, do Microcosmos (isso não tem nada a ver com os conceitos de Bem e Mal). Na capa do Liber ABA (Magick), por exemplo, na qual há o Signo de To Mega Therion (são varias estrelas, inclusive o Hexagrama Unicursal com o Trevo em seu centro), ele está corretamente posicionado, com uma Pétala para cima.
    11 também é o número da Magick, propriamente dita. O Eon de Hórus é representado no Tarot de Thoth pelo Trunfo XX, o Eon da Criança, que faz um dos principais gestos da Arte, o Sinal de Silêncio. Note que o Eon (XX) somado a Magick (11) é igual a 31 (AL), Liber AL; mas também, o mesmo Arcano 20, vezes a Magick (11) é igual a 220, ou, o numero de versículos do Livro da Lei de Crowley, (Liber AL).
    Falamos acima em “Magick”. Crowley quando começou a escrever “Magic”, preferiu adotar a forma do inglês elizabethano, o arcaico “Magick”, para diferenciar das formas ditas normais de magia (magic).
    Mais tarde o “k” adicional foi interpretado como sendo o indicativo do tipo de magia adotada e a natureza dos trabalhos propostos. Falamos acima sobre o aspecto feminino do 11. Pois bem, o “k” alem de ser a undécima letra do alfabeto inglês, também o é no hebraico (kaph) e no grego (kappa), também sendo a primeira letra da palavra “kteis”, que significa “vagina”, em grego.
    Mencionamos o Signo de To Mega Therion. Mas qual seria a relação do 11 com o To Mega Therion ou 666? Aqui já mostramos a relação do número 11 com o Arcano associado a Babalon, o Trunfo XI. A estrela de Babalon é aquela unicursiva de 7 Raios, sendo a Gematria de Babalon de valor 156. Este numero, 156 é representado pela seguinte formula (77 + (7 + 7)/7 + 77). Ou seja, através de 7 números 7 escrevemos 156, ou, como dito, Babalon. Seguindo nesse raciocínio encontramos 7 x 7=49, e 4 x 9 = 36. E o número místico de 36 (1+2+3+…+35+36) é o próprio numero da Besta, 666. Por fim (por enquanto), a partir do numero 11 também chegamos ao 666, de um outro modo: O numero místico de 11 (somatório de 11) é 66. Desse duplo número do Sol, 6, chegamos ao 36 (6 x 6). Já foi mencionado aqui que o numero místico de 36 (o somatório de 36) é igual a 666.
    Ainda como complemento adicional, não podemos deixar de mencionar que o numero místico de 11 (o já citado 66) também é o valor da palavra KHAM (20+5+1+40), cujas iniciais nos indicam as Cidades apresentadas no Ritual de Minerval da Ordo Templi Orientis, a saber: Korinto, Heliópolis, Atenas e Metilene.

    ResponderEliminar
  10. Creeeeeeeeeeedo!!!!!!!!!

    Que loucura!!!

    Cheguei a me engasgar com tantos número 11.

    Que loucura é essa?

    ResponderEliminar
  11. Anónimo10.11.11

    Este Blog é melhor fonte de informações alternativas juntas da internet!!!

    Meu Deus, cada leitor que aparece com uma informação mais estranha que a outra. O que é isso? Um bar virtual??? Taverna?

    ResponderEliminar
  12. "Meu Deus, cada leitor que aparece com uma informação mais estranha que a outra. O que é isso?" É O CAOS TOTAL E ABSOLUTO... Não aconselhado a cérebros formatados pelos MCS...

    ResponderEliminar
  13. Anónimo11.11.11

    http://vidaeestilo.terra.com.br/esoterico/interna/0,,OI5465197-EI14324,00-Entenda+a+importancia+da+data+para+o+esoterismo.html

    Entenda a importância da data 11/11/11 para o esoterismo

    O número 11 é amplamente reverenciado por estar associado à ancestralidade e ao culto dos antepassados, pois indica o retorno, a origem, a fecundidade e uma nova vida que se inicia.

    No tarot, é a representação da carta A Força, cuja letra hebraica é Kaph - que corresponde ao nome Chabiri, ou seja, o primeiro céu, a primeira causa que movimenta tudo aquilo que pode ser movido. O significado desta letra é a mão humana como um conceito de força e segurança. Os maçons se apropriaram da palavra Kaph e a utilizaram como a simbologia de Kodesh ou Kadosh - 3 vezes Deus, nome da divindade dos judeus, que significa o coração divino.

    Tudo o que for mentalizado tem grande chance de concretizar de acordo com seu merecimento. Por todo esse conteúdo simbólico, você terá auxilio espiritual contra as adversidades para obter o triunfo.

    A data de hoje, 11/11/11, nos concede também a ideia da casa divina, do telheiro, do albergue e por ser composta de uma raiz espiritual é constantemente associado à pedra, firmeza, na qual será construído um forte alicerce.

    A partir das 11 horas as pessoas estarão dotadas de uma extraordinária intuição quando o assunto se referir a descoberta da verdade, bastando um olhar para identificar a intenção do próximo. É normal que seja deixado de lado o que é vago e abstrato. Todos os contratos firmados, incluindo casamentos, neste dia trarão um excelente resultado.

    Portanto, esta sexta-feira retrata um novo horizonte que se manifestará na vida das pessoas que conseguirão realizar "milagres", porque a fé se tornará ainda mais inabalável. Claro que estamos tratando de uma explicação espiritualizada, porém, cabalística que há séculos é muito respeitada.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...