22 fevereiro 2012

Afonso Henriques, o pombo

Ehm...eu sei, eu sei: tento nunca utilizar o blog por razões pessoais, mas dada a situação...alguém sabe alguma coisa acerca de pombos?

É assim: há uns três dias atrás oiço "Aaaaaaaaaaahiahiahiahiasocoroooo!". Era Guida, que, com a ajuda do corajoso cão Leo, tinha encontrado um pombo na marquise (ou alpendre). E Guida tem pavor das aves.

Uma vez acalmada a rapariga ("Tira-me aquela coisa daiiiiií!") fui espreitar e encontrei o bicho perto da máquina lava-roupa. Tinha entrado pela janela (estava aberta) e não saiu. Pensei que tivesse uma asa partida, mas após três dias já não parece.

De matar o bicho nem pensar. De atira-lo pela janela mesma coisa. Então ficou aí.

Comprei comida para rolas (pombos, rolas...bah, são parecidos) e pus água.

Desde então o bicho fica aí, dorme, come, bebe: faz uma boa vida. Queixa-se apenas quando me aproximo: aí começa a agitar as asas, faz "Pio! Pio!" (que imagino signifique "Desapareces e vai buscar a comida, vai!") e anda pela marquise toda com um ar do tipo "Mas já viram? Um pombo não pode descansar que logo chega este animal, mas acham bem?!?". Não voa, caminha.

Para mim não haveria problema e o pombo poderia ficar aí. Os problemas são: 1.Guida  2.Leo.
Guida não se aproxima e observa o pombo só através do vidro, com a porta fechada. Leo ladrou nos primeiros dois dias, pois reparou num estranho fenómeno: cada vez que ladrava, caia uma mão do céu direitinha para a sua cabeça e então pensou bem observar o novo inquilino em respeitoso silêncio.

Resumindo: para recuperar a paz familiar, não seria mal se o pombo (que baptizei Afonso Henriques) encontrasse uma nova casa, possivelmente no meio natural. Mas antes disso gostaria que o dito cujo gozasse duma boa forma.

Perguntei numa loja de animais e a resposta foi "Boh?", por acaso a mesma conclusão à qual tinha chegado eu. Wikipedia diz que os pombos em cativeiro podem viver até 18 anos, que como ajuda não é grande coisa e até parece uma ameaça. Outros sites que consultei (entre os quais Avibase) falam do pombo como da ordem dos Columbiformes, família das Columbidae, nome científico Columba livia, Felsentaube em Alemão e Klippedue em Dinamarquês. Útil, sem dúvida.

Por isso: alguém sabe alguma coisa acerca de pombos? O que comem, porque não voa?

Obrigado desde já e desculpem a nota estritamente pessoal...


Ipse dixit.

15 comentários:

  1. ah ah ah , Agora puxas-te uma garagalhada em mim Max.
    Lol
    Bem, primeiro tenho que saber o que é uma " Rolha " visto teres comprado comer para Rolhas.
    Depois, posso-te ensinar a fazer uma Canjinha mas, para isso tens que saber usar a Panela de Pressão, visto que esse " mardito " deve ser Rijo como tudo.
    Uma ideia.
    Fortalece o Bicho e cria uma empresa de Correio através de pombo...a que ser imaginativo com esta crise.

    1 Abraço Max

    ResponderEliminar
  2. Lolol...Tens razão: "rola", não "rolhas"...
    Pois, como diz Leo: o melhor pombo é aquele com as batatas fritas e um fio de azeite! :)

    ResponderEliminar
  3. maria22.2.12

    Olá Max: verifica se o Afonso não é agente da troika disfarçado de pombo, para acabar com a tua vida! Foi o que a Ana, aqui de T.Â. disse, quando perguntei a ela, que é a "especialista" em aves daqui.Depois de eu dizer que era sério,falou:
    1. Pega o bichinho com cuidado e verifica se não está com problema nas asas, tentando esticar uma e outra para abri-las.(se positivo, leva-o ao veterinário)
    2. Dá de comer restos de verduras e até arroz cozido, água e pão dormido.(pode estar fraco, apenas)
    3. Se por algum motivo que só o Afonso sabe, ele resolveu que tua marquise será a casa dele (lugar onde ele come, dorme, faz cocô, e traz a futura companheiro/a para desenvolver a prole) tens duas opções: ou concordas com ele e domestica o Leo e a Guida, ou põe o gajo numa caixinha com furos e leva para uma praça, distante da tua casa, e onde haja muitos pombos, o que não é difícil em Lisboa.
    4. Se ele voltar (pombos são teimosos), fica com ele porque ele só ficará uma temporada. Depois de procriar, ele se muda com a família, da marquise para a beira do telhado, e só vem comer e conversar.Qualquer dúvida, eu pergunto para a Ana. Abraços

    ResponderEliminar
  4. ahahahahah!!!!
    O seu texto e a resposta da Maria!!!

    Olha Max, se não voa partiu a asa.
    O meu amigo vrt é columbófilo e adora pombos. Eu tenho um grande pombal. Se o quiseres enviar para cá, será bem tratado e grátis... o problema reside no transporte...


    Quanto ao Max, mais dia menos dia, se ele aí continuar, acaba com o problema a não ser que o treines com o pombo, como eu faço aqui para habituar cães a gatos.

    Um abraço e a Guida que deixe de ser piegas! :)) ahahah
    Um abraço para o Afonso também, mas com cuidado por causa da asa, para o Leo e beijinho à Guida.

    ResponderEliminar
  5. Quero eu dizer que o vet... veterinário é especialista em aves! :)) ehehehehe!!!

    Se o quiseres mandar diz, que eu dou-te a morada.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo22.2.12

    Ó Max...a primeira coisa que eu faria se encontrasse um pombo nesse estado era levá-lo logo ao veterinário, que ele podia estar a sofrer com dores!

    Se ele estiver bem, solte-o onde haja pombos.

    Se quiser ficar com ele...olhe...dê-lhe comida de pombos, ou então grãos de milho, bocadinhos e migalhas de pão...
    Eu também já vi um pombal inteiro (com pombos e rolas) atirar-se a uma mão-cheia de comida de canário e gostarem.
    Pode também experimentar dar-lhe alface, ou cenoura...ou então, se desfizer nozes ou castanhas e lhe der a comer, é capaz de resultar. Os pombos a quem eu dava de comer gostavam desses frutos secos, o problema era a "descarga" intestinal adveniente...

    ResponderEliminar
  7. Mais uma argolada! eu e as minhas gaffes monumentais!!! :))
    Quanto ao Leo... queria eu dizer... desculpa Max.

    Pombo não é esquisito a comer e adora grãos de milho,lobeadat acima de tudo. Um beijinho

    ResponderEliminar
  8. Já aqui chorei de riso, com o post, com os comentários, com as minhas trapalhadas... ainda não bebi hoje, mas comi uns bombons de ginja com álcool... ahahahahahahah!!
    O lobeadat não é marca do milho!! ahahahahah! Foi a palavra de verificação que foi parar aí ao meio! ahahahahahh!!!! Vou emendar uma trapalhada e faço outra!!! _)))

    ResponderEliminar
  9. Bruno António22.2.12

    Olá Max, observa se o pombo tem anilhas nas patas, se tiver vê a identificação e através dela em qualquer associação columbófila dirte-ão quem é o dono, pode estar de viagem e ter-se sentido cansado, dentro de alguns dias em princípio retomara o seu rumo.
    Os pombos vivem por norma em sociedade, raramente isolados…excepto talvez algum eremita ou filosofo mas é raro.
    Se decidir ficar na tua marquise muitos dias (pouco provável) então prepara-te porque poderá querer constituir família trazer companheira / o consoante for macho [bico mais curto e com duas protuberâncias (narinas) sobre o bico mais inchadas] ou fêmea (bico mais longo e com as narinas mais pequenas) mas nem sempre é fácil de distinguir.
    De qualquer modo é importante ver se tem um aspecto saudável, frequentemente transportam parasitas como piolhos, por isso os pombais devem ter alguma distância de residências, mas é apenas um pombo, nada de pânico. Alimentação…são granívoros pouco esquisitos e gostam de pão.
    Desfruta da companhia da tua visita, é considerado um bom pressagio que ele tenha escolhido logo a tua varanda para fazer escala…parabéns.

    ResponderEliminar
  10. Ricardo22.2.12

    Pombos... queles bixos importados pela coroa portuguesa para o brasil parecer a europa? Que desregulou o ecosistema por aqui? :)

    ResponderEliminar
  11. Argh! Pego o bicho e depois solta em algum outro lugar.. O barulhinho que pombos fazem me dão arrepios, Leo deve sentir o mesmo.

    Ah! Pelo menos não foi um que morreu.. Há alguns anos atrás, um pombo morreu dentro do lugar onde coloca ar condicionado do meu quarto.. Horrível..

    ResponderEliminar
  12. Olá pessoal e obrigado a todos!

    Observei com cuidado A.Henriques o qual não tem sinais de reconhecimento e parece gozar duma saúde nada mal: passa o dia a explorar a marquise, arranja o lugar segundo os próprios princípios de estética (um caos), de vez em quando festeja com um pouco de comida e um golinho de água.

    Ontem descobriu algumas revistas e decidiu dedicar-se à leitura, pelo menos é isso que acho após a confusão que arranjou. Livro favorito: a lista telefónica, de facto bastante atractiva, cheia de protagonistas.

    Nada de pulgas e outros bichos, pelo menos com uma vista rápida: observei com mais atenção e fiquei com a impressão de A.Henriques ser um exemplar bastante jovem. Será que correu mal a primeira experiência de voo?

    Por enquanto fica aí, mas vou contactar a Sociedade Columbófila de Almada no caso deles estarem interessados. Como afirmado, eu nem tenho problemas com o bichinho, afinal é só fazer um pouco de limpeza uma vez por dia, mas "outros" que andam por aqui não têm a mesma opinião e rezam para que A.Henriques possa voar muito, muito em breve...

    Em qualquer caso: muito obrigado e um grande abraço para todos!

    ResponderEliminar
  13. Anónimo23.2.12

    tive um amigo que passou pelo mesmo problema.
    resolveu mudando o bicho para varanda de um vizinho.
    um tal de max.
    emerson57

    ResponderEliminar
  14. kkkk

    Cuida para que teu pombo não tenha nenhuma doença... se acabares te afeiçoando por ele, este será o primeiro de muitos.... kkk... então já vai treinando q podes fazer com que ele coma na tua mão e poderá virar o... Pombo do Max, assim como o Pirata tem seu papagaio que vai ao ombro com ele aonde for...kkkk

    ResponderEliminar
  15. Cara, não me leve a mal, pelo jeito vc se apegou ao bichinho, mas pra mim pombo é rato com asa. Ô bichinho que transmite doença! Eu sou contra maus-tratos aos animais, mas pra mim podiam exterminar todos esses pombos que tem aqui no Brasil, principalmente nas grandes cidades, juntamente com as baratas e com os ratos. Como na primeira Olímpiada em Paris; era campeão de sua modalidade quem matasse mais pombos.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...