30 abril 2012

Somos demais

Pode parecer esquisito, mas a ideia de diminuir o número de indivíduos no planeta não é nova nem limitada ao círculo dos estimadores de borboletas.

A ideia de fundo é que o planeta tenha recursos limitados, o que está correcto. O problema nasce na altura em que uma pessoa pensa que para resolver esta situação seja preciso um genocídio. Termo que nunca é utilizado de forma explicita para não ferir a sensibilidade de quem lê. Mas o conceito não muda: somos demais, temos que reduzir.

Temos depois de distinguir entre quem tenciona controlar os nascimentos com métodos contraceptivos e quem, pelo contrário, prefere resolver o problema reduzindo o número dos pais: é evidente que a segunda medida é um pouco mais drástica, pois prevê a eliminação física de milhões ou até biliões de pessoas.

A questão não é simples. Como afirmado, o planeta tem recursos limitados e este é um dado que não pode ser posto em discussão. Chegará uma altura em que a Terra não terá possibilidade para alimentar todos os representantes da nossa espécie: não é uma questão filosófica, mas matemática.

Todavia é preciso realçar que o planeta ainda não atingiu tal patamar: pensar reduzir a população desde já com uma massacre de proporções planetárias não é ecologia, é insanidade mental.
Temos depois outro problema: quem decide o quê? Quem pode eleger-se juiz supremo que decide a vida e a morte de milhões ou biliões de pessoas e a modalidade de eliminação?

É óbvio que aqui entramos no âmbito da psiquiatria: não há muita diferença entre quem pensa ser Napoleão e quem quer massacrar biliões de indivíduos.

De seguida, eis reunidas apenas algumas das opiniões de quem gostaria ser tal juiz supremo, reunidas num velho artigo de Infowars. Porque pensar que todos os doentes mentais estejam sob tratamento é uma ilusão.

Clube de Roma
Think Tank ocidental: Beatriz de Holanda, Javier Solana, Mikhail Gorbechev... 
Em busca de um novo inimigo para nos unir, encontrámos a ideia de que a poluição, a ameaça do aquecimento global, a escassez de água e a fome iam acertar no alvo. Mas em designá-los como o inimigo, vamos cair na armadilha de confundir sintomas e causas. Todos estes perigos são provocados pela intervenção humana, e é somente através de uma mudança de atitudes e de comportamentos que podem ser ultrapassados. O inimigo real, então, é a própria humanidade.
Mikhail Gorbachev
Ex secretário geral da União Soviética
Temos de falar mais claramente sobre a sexualidade, a contracepção, o aborto, sobre os valores que possam controlar a população, porque a crise ecológica, em definitiva, é a crise da população. Cortamos a população em 90% e não vai sobrar muita gente que possa causar grandes quantidades de prejuízos ecológicos.
Jacques Cousteau
Oceanógrafo, Embaixador Unesco:
Para salvar o planeta, seria preciso matar 350.000 pessoas por dia.

Se queremos que o nosso esforço precário possa ter sucesso, temos que convencer todas as pessoas a participar na nossa aventura, é urgente encontrar soluções para conter a explosão populacional que tem uma influência directa sobre o empobrecimento das comunidades desfavorecidas. Caso contrário, o ressentimento generalizado irá gerar ódio e o pior genocídio que se possa imaginar, envolvente milhares de milhões de pessoas, será inevitável.

O crescimento demográfico descontrolado e a pobreza devem ser combatidos a partir de dentro, da Europa, América do Norte, ou de qualquer nação ou grupo de nações, mas deve ser atacada a partir do exterior, com organizações internacionais e o apoio de organizações totalmente não-governamentais, neste trabalho formidável.
Henry Kissinger
Diplomata e político americano
A política dos Estados Unidos para o Terceiro Mundo deveria ser o despovoamento.
David Rockefeller
Banqueiro
Estamos à beira de uma transformação global. Tudo o que precisamos é a "certa grande crise" global e as nações aceitarão a "Nova Ordem Mundial".

Nós controlamos as instituições económicas e políticas americanas. Alguns acreditam que somos parte de uma cabala secreta que trabalha contra os interesses dos Estados Unidos, caracterizando a minha família e eu como 'internacionalistas', e que conspiramos com outros no mundo para construir uma estrutura integrada política e económica, um novo mundo, se você quiser. Se essa for a acusação, eu sou culpado, e eu tenho orgulho disso.

Estamos gratos ao The Washington Post, The New York Times, Time Magazine e outras grandes publicações cujos directores têm participado nos nossos encontros e respeitado as suas promessas de discrição durante quase quarenta anos. Teria sido impossível para nós desenvolver o nosso plano para o mundo se tivéssemos sido expostos às luzes da publicidade durante todos estes anos. Mas o mundo agora é mais sofisticado e preparado para marchar rumo a um governo mundial que nunca mais vai saber de guerra, mas só de paz e prosperidade para toda a humanidade. A soberania supranacional de uma elite intelectual e de banqueiros mundiais é certamente preferível à autodeterminação nacional praticada nos séculos passados.
William S. Cohen
Secretário de Defesa, testemunho perante a Comissão do Congresso, 28 de Abril de 1997
Formas avançadas de guerra biológica capazes de atingir determinados genotipos podem transformar a guerra biológica do reino de terror numa útil ferramenta politica.
Carl Teichrib
O Georgia Guidestone, um enorme monumento de granito plantado na Geórgia, contém uma lista de dez novos mandamentos para o povo da Terra. O primeiro mandamento, o que diz respeito a este artigo, simplesmente afirma: "Manter a humanidade sob 500.000.000 unidades, em perpétuo equilíbrio com a natureza."
Robert Walker
Ex-presidente da Procter & Gamble e Pepsicola, sobre a água
A água é um dom da natureza. A sua distribuição não é. Deve ter um preço para garantir que seja utilizada de forma sustentável.
Ted Turner
Emprendeedor (CNN, AOL Time Warner)
Uma população total de 250-300 milhões de pessoas, um decréscimo de 95% dos níveis actuais, seria o ideal
Bertrand Russell
Filósofo e matemático
Não pretendo dizer que o controle de natalidade seja a única forma de evitar um aumento da população. Há outros. A guerra é bastante decepcionante neste aspecto, mas uma guerra bacteriológica pode ser eficaz. Se uma praga pode espalhar-se por todo o mundo em cada geração, os sobreviventes poderiam procriar livremente, sem sobrecarregar o mundo. O estado das coisas pode ser um pouco feio, mas quem se importa? As pessoas verdadeiramente nobres são indiferentes à felicidade, especialmente a de outras pessoas. Há três maneiras de garantir uma sociedade que quer ser estável em relação à população. A primeira é o controle de natalidade, a segunda é o infanticídio ou guerras realmente destrutivas, a terceira é uma pobreza geral, com a excepção de uma minoria poderosa.
Margaret Sanger
Educadora sexual e planeadora familiar, fundadora da Planned Parenthood, organização dos Rockefellers; esta é a mulher que Hillary Clinton reconheceu como "guia" durante os debates presidenciais de 2008.
A coisa mais misericordiosa que uma família faz para um dos seus filhos é matá-lo.
Thomas Ferguson
Funcionário do Caso Latino-Americano do Departamento de Estado, Assuntos da População (OPA):
Há um único tema por trás de todo o nosso trabalho: é preciso reduzir os níveis populacionais. Ou eles [os governos] usam os nossos métodos, através de estratégias agradavelmente limpas, ou receberão o mesmo tipo de caos que temos em El Salvador, ou no Irão ou em Beirute. A população é um problema político. Uma vez que a população está fora de controle, exige um governo autoritário, mesmo fascismo, para reduzi-la.
Barry Commoner
Biólogo, ambientalista
Houve propostas que teriam condenado à morte nações inteiras, com algum tipo de "negligência benigna". Existem regimes que têm forçado as pessoas a reduzir a sua fertilidade, com meios físicos e jurídicos que se mantiveram indeterminados. Agora dizem-nos que temos de limitar, em vez de estender, os nossos esforços para alimentar os povos famintos do mundo. Como isso vai acabar?
Sir Julian Huxley
Biólogo
A unificação política numa espécie de governo mundial será necessária. Assim como é acreditado que uma radical eugenética será por muitos anos, política e psicologicamente impossível, será importante para a UNESCO que o problema eugenético seja examinado com o maior cuidado, e que o público seja informado das questões em jogo para que o que agora é impensável possa tornar-se pensável.
População, o problema, e eugenética, a solução.

Muitos são os que apoiam ou apoiaram no passado uma solução eugenética:
Alexander Graham Bell, George Bernard Shaw, H. G. Wells, Sidney Webb, William Beveridge, John Maynard Keynes, Marie Stopes, Woodrow Wilson, Theodore Roosevelt, Emile Zola, John Maynard Keynes, John Harvey Kellogg, Winston Churchill, Linus Pauling, Sidney Webb, Sir Francis Galton, Charles B. Davenport Futurist Barbara Marx Hubbard.

O velho sonho dum pequeno mundo de "justos", governado por sábios.
Um pequeno Paraíso.

É o caso de ficar preocupados? Acho que não. A ideia duma Terra povoada apenas por um restrito número de pessoas não é nova. Também a ideia de controlar do ponto de vista genético os povos já é velha, já no Terceiro Reich eram actuados específicos programas neste sentido.

Alguns Leitores não concordarão, mas a verdade é que até hoje qualquer tentativa de manipulação, directa ou indirecta, tem falhado.

Ficam dois pontos:
1. o alarme
2. a constatação

O alarme deriva do facto que as novas tecnologias tornam um projecto eugenético cada vez mais viável. Por isso, melhor não esquecer totalmente o assunto.

A constatação é que muitos, entre os homens que gerem o poder, têm problemas. Graves problemas. E que talvez seja chegada a altura de repensar a nossa sociedade. Não para limitar o número dos indivíduos, mas para evitar que os elementos mais degenerados continuem a guiar-nos.


Ipse dixit.

Fonte: Infowars

8 comentários:

  1. "E que talvez seja chegada a altura de repensar a nossa sociedade. Não para limitar o número dos indivíduos, mas para evitar que os elementos mais degenerados continuem a guiar-nos."

    Andam muito sonhadores! Se não somos, a MAIORIA (tcp MANADA), educada para pensar e raciocinar, como raio é que poderemos algum dia achar que algo necessita ser alterado. Apenas começaremos a achar que isso é necessário quando na TV nos disserem que é preciso mudar, e vejam que queridos, dão-nos logos qual a mudança que é precisa!

    Por isso apenas nos resta esperar que uns poucos pensem nas mudanças que são precisas, que nos informem via TV nos intervalos das novelas ou dos filmes de hollywood... E nós cá estaremos para as aprovar... Isto claro desde que as mesmas não impliquem a perca do Direito de possuir telemóvel, nem do Direito de ir ao futebol nem do Direito de ir ao rockinrio (ou coisas do género)!!!

    É apenas esperar pelos intervalos!

    ResponderEliminar
  2. Ricardo30.4.12

    Essas cabeças iluminadas que perdem tempo a pensar em maneiras de reduzir a população deviam era estar a pensar em maneiras de tornar outros planetas habitáveis... Não é muito inteligente chacinar pessoas só porque são pobres monetariamente ou porque não têm a genética "certa", se assim fosse o que seria de Stephen Hawking.
    "Duas cabeças pensam melhor que uma"

    ResponderEliminar
  3. Anónimo30.4.12

    A propósito do assunto Max, veja este post:

    http://conspireassim.wordpress.com/tag/depopulacao/

    ResponderEliminar
  4. Anónimo30.4.12

    O antigo sonho milenar dessas pessoas é criar o governo global com um número mínimo de pessoas com atitudes animalescas e para que se tornem mais fáceis de controlar. Também através da marca da besta - o chip já existente da empresa Mondex.

    Tornar as pessoas cada vez menos religiosas, passando a ideia cada vez mais difundida de que todos somos animais um pouco mais evoluídos e que não merecemos o mundo que temos, pois nossas atitudes prejudicam nosso meio ambiente e o próximo. A doutrina de que somos especiais perante a Deus será extinta. Os mandamentos e os ensinamentos da moral cristã estão e serão invertidos através da mídia ,da música e da arte. A história continuará a ser adulterada.

    Com a extinção da religião, conseguirão também a abolição das famílias, tios e padrinhos. Fazendo com que as pessoas se sintam cada vez mais sozinhas e em minoria.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo30.4.12

    Sobre a maçonaria e seu envolvimento com a cabala:

    http://cabalamaconaria.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Anónimo30.4.12

    O livro Memórias Ilustrativas da História do Jacobinismo, de Augustin Barruél, de 1797, abordava um sistema conspiratório entre Templários, Rosacruzes, Jacobinos e Illuminati, chegando a atribuir à ordem uma participação intelectual significativa na Revolução Francesa em 1789. No ano seguinte, o professor escocês John Robinson publicou provas de uma conspiração contra todas as religiões e governos da Europa, no qual atribuía aos Illuminati a mecanização de um movimento com o objetivo de anular o poder das religiões e instituir um sistema de governo único sobre todas as nações. Posteriormente, esta obra recebeu o acréscimo de citações do livro de Barruél. Outras sociedades como Skull and Bones (fundada em 1832 nos Estados Unidos) seriam derivadas da Illuminati.

    René Chandelle, autor de Os Illuminati e a Grande Conspiração Mundial, afirma que a ordem nunca se extinguiu e está promovendo o início da Terceira Guerra Mundial através dos conflitos religiosos entre os povos árabes. A mesma obra afirma que Adam Weishaupt, suposto fundador da ordem dos iluminados da Baviera , os (Illuminati) têm cinco objetivos principais:

    - Fim dos Governos,
    - Fim das propriedades,
    - Fim do conceito de nação,
    - Fim da família (Os illuminati não acreditavam no matrimônio, nem no conceito cristão de família, nem nos sistemas educativos.
    O objetivo era falar de famílias livres, nas quais o amor ou o desejo de união entre duas pessoas devia prevalecer sobre o vínculo sacramental marcado pela igreja.
    A educação deveria ficar reservada a sistemas comunitários em que os educadores tivessem sido previamente formados por membros da Ordem illuminati.)

    - Fim das religiões

    ResponderEliminar
  7. Anónimo30.4.12

    O terceiro grande conflito (3 guerra mundial), que envolverá todas as culturas do mundo, foi programado através de uma carta, a 15 de Agosto de 1871, por dois membros da sociedade secreta dos Illuminati, hoje guardada no Museu Britânico de Londres.( portanto é real ).
    Não é a única, das muitas que se cruzaram.
    Albert Pike e Giuseppe Mazzini eram membros importantes dos Illuminati que mantinham uma correspondência regular, através da qual conspiravam.
    Albert Pike, autor da carta em questão, era também um Maçon. Também foi fundador da seita Ku Klux Klan.
    Giuseppe, esteve ligado à sociedade secreta dos carbonários.

    Albert Pike escreveu em 1871

    “A Terceira Guerra Mundial deve ser fomentada, aproveitando as diferenças causadas pelos”Agentur” (agentes) dos ”Illuminati” entre os sionistas políticos e os líderes do mundo islâmico. A guerra deve ser conduzida de tal forma que o Islã (o Mundo Árabe dos Muçulmanos) e o sionismo político (o Estado de Israel) destruam-se mutuamente. Enquanto isso, as outras nações que já estarão mais divididas nesta questão serão obrigadas a lutar até o ponto de completa exaustão física, moral, espiritual e econômica … Vamos desencadear os niilistas e os ateístas e provocaremos um formidável cataclismo social que em todo seu horror mostrará claramente para as nações o efeito do ateísmo absoluto, origem da selvageria e da mais sangrenta agitação. Então, em todos os lugares, os cidadãos, obrigados a defender-se contra a minoria mundial dos revolucionários, exterminará esses destruidores da civilização, e a multidão, desiludida com o cristianismo, cujos espíritos deístas a partir desse momento se encontrarão sem bússola ou direção, ansiosos por um ideal, mas sem saber para onde prestar a sua adoração, receberá a verdadeira luz por meio da manifestação universal da pura doutrina de Lúcifer, trazida finalmente a visão pública. Esta manifestação será resultado do movimento reacionário geral que seguirá a destruição do cristianismo e do ateísmo, ambos conquistados e exterminados ao mesmo tempo.”

    ResponderEliminar
  8. maria30.4.12

    Olá Max: olha só a demonstração inequívoca do que comentei em post anterior sobre o mesmo assunto! Nada mais a declarar. Abraços

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...