15 maio 2012

Com ou sem filhos?

Os títulos com letras cubitais são para impressionar as mentes mais fracas.
Depois há outras notícias, muito mais insidiosas, que podem começar sob-forma de pergunta aparentemente retórica e falsamente inocente. Até estúpida.

São notícias que têm como tarefa insinuar nas mentes das pessoas dúvidas que normalmente nem existem.

Como esta:
Os filhos fazem com que os pais sejam pessoas mais felizes?
Que dizer, nem deveria ser preciso um artigo de jornal para responder, não é? Mas não é apenas um artigo, até há pessoas que trabalham nisso.
Dois estudos que analisaram um total de 130 mil adultos apontam para a conclusão de que, actualmente, as pessoas que têm filhos podem ser mais felizes do que os casais sem filhos. Uma das investigações foi realizada com casais a viver na Alemanha e no Reino Unido e outra com feita com base nas respostas das famílias norte-americanas a dois inquéritos nacionais. Os trabalhos foram apresentados no encontro anual da Population Association of America, uma organização sem fins lucrativos dedicada ao estudo de questões populacionais, e divulgados pelo jornal USAToday.
Dois estudos? 130mil pessoas? Tudo para resultados que "apontam" para uma pergunta que nem deveria existir?

Afirmam os investigadores do Max Planck Institute, da Alemanha: 
Não encontrámos nenhuma prova que indique que o bem-estar parental diminua depois do nascimento de uma criança. Encontramos dados que confirmam que o bem-estar aumenta enquanto as pessoas estão a planear e a esperar o nascimento de uma criança e também no primeiro ano de vida do filho.
Não! Até no primeiro ano de vida? Mas isso é loucura!
Os cientistas que analisaram “os níveis de felicidade” de casais britânicos e alemães, durante cinco anos antes de ter um filho e nos cinco anos seguintes ao nascimento, concluíram que o impacto de um filho é, de forma geral, positivo.
Ah, "de forma geral", bem me parecia... porque há excepções.
Mikko Myrskylä, co-autor da investigação:
O primeiro filho aumenta significativamente a felicidade. O segundo aumenta um pouco, e o terceiro já não aumenta de todo
O quarto costuma ser atirado directamente pela janela. E, acreditem ou não, há estudos que demonstram o contrário: ter filhos significa ficar mais tristes, sempre.
Um outro estudo analisou os dados de dois inquéritos realizados nos EUA entre 1972 e 2008 e concluiu algo diferente. As respostas mostram que os pais eram menos felizes do que as pessoas sem filhos na década entre 1985-95 mas daí para a frente (até 2008) revelam que os pais são mais felizes.

Chris Herbst, investigador da Arizona State University e co-autor do estudo, avança com uma explicação sugerindo que o nível de felicidade dos pais não aumentou de facto. O que diminuiu, defende, foi a felicidade das pessoas sem filhos o que faz com que os pais pareçam mais felizes por comparação. Segundo este investigador, não é possível afirmar com certeza se a generalidade dos pais é menos feliz do que alguém sem filhos.
Interessante: "o que faz com que os pais pareçam mais felizes por comparação". Ter um filho pode não ser razão de verdadeira felicidade, mas duma felicidade relativa, que existe apenas quando comparada.
Mas, adianta, “é inegável, no entanto, que ao longo das últimas décadas os pais se tornaram mais felizes do que as pessoas que não têm filhos”.
O que sem dúvida deve ser um grande mistério.
A notícia do USAToday foi alvo de muitos comentários e mostra como o assunto é delicado e discutível. Entre os leitores [...] há quem simplesmente conclua que esta felicidade depende acima de tudo de um ponto fulcral: ter um filho ou não o ter foi resultado de uma escolha? Se a resposta é afirmativa, provavelmente as duas partes tem motivos para estar felizes.
Eu, se fosse um dos pesquisadores, ia esconder-me atrás duma árvore: tanto trabalho e a única resposta inteligente aparece nos comentários...
Mas objectivo, evidentemente, era outro.


Ipse dixit.

Fonte: Público

3 comentários:

  1. Anónimo15.5.12

    Outra coisa muito obvia:

    - As pessoas estão ficando cada vez mais infelizes em geral.

    mais uma obviedade:

    - Quanto mais sozinha vive um indivíduo, menos feliz ele é. Famílias grandes tendem a ser mais felizes do que casais sem filhos ou solteiros.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo16.5.12

    Mas que estão querendo???
    Vejam isso aqui! Urgente!


    Morte por guerra silenciosa - Milhões de toneladas de alumínio dispersas na atmosfera

    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=YH6Drpr7JIk

    Sequência de imagens dos satélites modis terra e modis aqua em orbita sincronizada com o Sol a 835 Km de altura com imagens do satélite geo-estacionário meteo9 do Eumetsat a 36000 Km de altitude, de 15 de Abril a 2 de Maio.

    Podemos observar que o que aparece a ciano na imagem do meteo9 é na realidade branco, e representa as partículas metálicas dispersadas pela operação cloverleaf.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo, só como curiosidade: você tem conhecimentos de meteorologia?

    Porque eu no vídeo vejo nuvens.
    Depois pode afirmar que é alumínio, mas gostaria saber como é que chegou até esta conclusão.

    Para mim é prata, com uma pitada de diamantes.

    Esquisito, não é?
    Pois, mas é assim, acredite.

    Abraço!

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...