21 maio 2012

Dia 9 de Julho: DNSChanger

No próximo dia 9 de Julho, o FBI (Federal Bureau of Investigation) "cortará" todos os computadores do mundo infectados pelo vírus DNSChanger.

Parece um filme de ficção científica e as implicações não são poucas. Uma entre muitas: quem autoriza o FBI a "cortar" os computadores do planeta?

Vamos em frente.
DNSChanger é um maleware capaz de modificar os parâmetros dos DNS e ré-endereçar as visitas dos computadores infectos.

O que é o DNS?

DNS significa Domain Name Server. Um exemplo simples: se na barra dos endereços escrevermos 74.125.224.72 o resultado será a abertura da página de Google. Pois aquele número é um dos muitos endereços IP de Google.

Se o DNS não existisse, seria preciso lembrar cada vez o número em vez de poder escrever http://www.google.com. Uma seca, sem dúvida.
Podemos pensar no DNS como algo que traduz o "nome" duma página web num endereço IP e permite, portanto, a conexão.

O que faz o vírus DNSChanger? 

Modifica os parâmetros DNS e obriga o computador infectado a ligar-se com páginas perigosas.
Cada computador costuma ligar-se ao server DNS estabelecido pelo fornecedor do serviço internet.
O vírus DNSChanger substitui esta ligação com outra, ilegal. O computador assim infectado liga-se com um novo server e o tráfego será ré-direccionado. Pode acontecer o seguinte: escrever na barra dos endereços o nome de Google e abrir uma página perigosa.

O que faz o FBI?

Desliga estes server ilegais. O resultado é que a partir do dia 9 de Julho pode ser impossível estabelecer uma ligação internet.

Como posso saber se o meu computador estiver infectado?

É suficiente aceder a esta página: se a imagem tiver um fundo verde e aparecer a seguinte mensagem: Your computer appears to be looking up IP addresses correctly! então não há crise, nada de vírus DNSChanger.

É preciso acrescentar que é improvável que o Leitor esteja infectado, em qualquer caso já deveria ter reparado em algo "esquisito" no comportamento do seu computador.

Ahi que horror: estou infectado!

Não há crise. Pode descarregar um destes produtos, todos gratuitos e portáteis:
Há também outros, escolhas não faltam.
Pronto, é só isso.


Ipse dixit.

Fontes: Navigaweb, DNS-Ok, FBI

4 comentários:

  1. maria21.5.12

    Olá Max: espera aí...o FBI desliga os servers ilegais...então ele sabe quais são os ilegais, quais são os legais...ou seja, todos. E pode desligar o que desejar, quando quiser! Quer dizer: eu dou os meus pitacos aqui em II, eu aprendo umas coisas aqui, eu converso com alguns companheirinhos de teclado, só porque o BBI deixa..., e enquanto deixar.Que ma-ra-vi-lha, gente, estamos bem, se entendi direito. Tomara que tenha entendido tudo errado. Abraços

    ResponderEliminar
  2. voz a 0 db21.5.12

    ihihih maria a Internet actual é fruto da primeira rede de servidores que faziam para de um projecto militar dos américas... depois é que se juntaram as redes das Universidades e blá blá blá até hoje! Querias o quê? Internet LIVRE e CIVIL sem controlo MILITAR e FEDERAL!?! ihihih

    ResponderEliminar
  3. voz a 0 db21.5.12

    outra coisa que te esqueceste maria... fazes isso tudo porque tens DINHEIRO para pagar ao Provedor do Acesso a Renda Mensal caso contrário... BATATAS... E estes tipos não gostam muito de trocar acesso à NET por BATATAS!

    ResponderEliminar
  4. maria21.5.12

    Olá Voz: pois tu sabes que sou uma ignorante também nestas coisas de internet. Mas eu desconfiava que esta coisa não tinha futuro...e não tem mesmo. Paguei os olhos da cara (para mim 2mil reais foi caro) para por a tal da antena para pescar o sinal por radio e ter estes míseros 3 megas, que além de tudo oscila que é um desastre o tal de up load e down load. Nesta "incerteza" do sinal tem horas que nem um vídeo consigo ver on line sem aquela "rodinha ambulante" de sinal de espera. Lembra que estou no meio do mato, e a internet no Brasil é devagar, quase parando.
    Bem que eu sempre imaginei que este tecladinho aqui ia servir para localizar pessoas em redes possíveis de intercâmbio, me comunicar com uns e outros, enquanto fosse possível, aprender e ver algumas coisas o mais rápido possível...e provavelmente antes de morrer, o acesso ao que preste estará tão dificultado, que será tipo uma televisão, nada mais,considerando-se o conteúdo disponível. Abraços

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...