04 maio 2012

Humanos e comida

O que comem as famílias do planeta?
Eis algumas imagens que ajudam a responder.

Estados Unidos


Esta família da North Carolina tem uma dieta composta quase inteiramente por comida elaborada e pré-cozida, com grandes doses de comida-lixo. Muitos sumos de fruta açucarados, refrigerantes em quantidade industrial, muitas, muitas calorias.



Canada


Em boa medida a mesma comida dos Estados Unidos, muitas batatas fritas e carnes. Todavia são presentes mais vegetais e peixe fresco, mais yogurt e queijo. Em definitiva, uma versão mais saudável.

Italia


Em Italia temos pão, massas e frutas. Muitos os cereais, elementos frescos e da cozinha tradicional (carnes e peixes). Todavia não faltam os refrigerantes, açucarados e gaseificados.

China


Porco frito com molho agridoce é o prato favorito. Pratos elaborados com peixe e carne são os tradicionais, muita fruta e menos verdura.

Alemanha


A comida foi "sintonizada" com o estilo americano: pizza, batatas fritas, pudins, esparguetes fritos (horror!!!). Muita cerveja e muitas outras bebidas alcoólicas.

Portugal 


Em Portugal, José Castelo Branco come bacalhau à Chateau Blanc com Rosas.

Japão
 

Esta é uma surpresa: as famílias japonesas estão concentradas basicamente na comida-lixo, muito elaborada e rica em açúcares. Mais doces, batatas fritas e sashimi (peixes e frutos do mar muito frescos, fatiados em pequenos pedaços e servidos apenas como algum tipo de molho, geralmente shoyu, pasta de wasabi ou gengibre).

Chad


As famílias do Chad não esquecem a linha, por isso gastam apenas 1.23 Dólares por semana em comida. Isso quando tiverem 1,23 Dólares, óbvio.
Os pratos favoritos são as únicas coisas em circulação: sopa de carne de cabra crua, arroz e água.
Em comparação, nos Estados Unidos são gastos quase 8.000 Dólares mensais em medicamentos.

Definitivamente, este é o melhor dos mundos possíveis.


Ipse dixit.

Fonte: este artigo tem como base uma pesquisa do jornalista Anthony Gucciardi, que pode ser lida em língua original neste link. Obviamente todas as fotografias são de autoria do mesmo jornalista. Todas com apenas uma excepção. Deixo que seja o Leitor a adivinhar qual.

7 comentários:

  1. Anónimo4.5.12

    MAX e todos presentes:

    O Aquecimento Global é uma Mentira - Ricardo Augusto Felício (Bloco 1):

    http://www.youtube.com/watch?v=EMXmQc6Hh9w&feature=share

    Finalmente mais uma pessoa inteligente falando sobre o assunto alem do Olavo de Carvalho.

    ResponderEliminar
  2. Boas!

    Já que a malta anda numa de escrever sobre idiotas (nas mensagens anteriores!) e aproveitando esta sobre comida... Gostaria de saber quem viu O Ciclo Idiota?

    Passou esta semana na 5ªFeira na TV de assinatura no canal TVI24 às 20H00...

    Como é normal acontecer com este tipo de documentário, passa sempre a horas em que a MANADA está entretida com as "notícias" cozinhadas dos canais de sinal aberto, sobre coisas como a namorada do ronaldo, a festa do real madrid e coisas do género!

    É um bom documentário... se bem que para muitos basta verem os primeiros minutos para mudarem de canal!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo4.5.12

    Vejam também a parte 2:

    O Aquecimento Global é uma Mentira - Ricardo Augusto Felício - BLOCO 2

    http://www.youtube.com/watch?v=IGjVeqgRiec

    ResponderEliminar
  4. maria4.5.12

    Olá Max:vê só a quantidade de comida de todos, comparada com a da família do Chad! Não quero dizer que o ideal é passar fome, mas como imaginar é sempre possível, imagina quantos viventes poderiam ser incluídos na maior parte das famílias citadas, e todos se alimentando (bem ou mal, não estou discutindo a precariedade qualitativa da alimentação). Pensa que, ao elaborar a comida, a maioria das pessoas descarta, deixa estragar antes de usar, ou joga fora, em média 30%do adquirido para consumo. Pensa que nenhuma família considerou alimentação para animais domésticos, e estes também existem (bem ou mal alimentados). Então considera com o desperdício reinante em tantos lugares, só pode haver escassez em outros tantos.Abraços

    ResponderEliminar
  5. maria4.5.12

    continuando...
    Pessoalmente não me reconheço entre os causadores de desperdícios, muito ao contrário. Mas reconheço que consumo mais do que o necessário para viver bem alimentada...Problemas de quem gosta de cozinhar, gosta dos aromas, dos temperos, enfim, tem prazer em plantar, ver desenvolver, colher,acondicionar, conservar, temperar...degustar e distribuir comida, sem desperdiçar absolutamente nada.
    Assim mesmo, nunca esquecerei do espanto manifesto por uma professora estrangeira, responsável pela alimentação de muitas crianças, quando, em visita a minha casa, viu pela primeira vez, a mesa servida para o almoço.Foi uma das vezes nas quais passei vergonha na vida!

    ResponderEliminar
  6. Mas que raio está aí a fazer a "ave rara" do Castelo Branco?!
    Estava a mostrar este post à minha filha e além de ficarmos espantadas com a surpresa, deu-nos um ataque de riso! Ninguém reparou nesse seu fora?! ahahahahahahahh!! Então somos nós que estamos de bom humor! :))

    Meu querido Max... bacalhau só mesmo para quem pode!
    Em resumo... tenho imensa pena dos africanos... mas o oposto também não leva a bons caminhos. Uns estoura com a fartura enquanto outros morrem de fome e eu sempre ouvi dizer que no meio termo está a virtude.

    Outra coisa que reparei é que as minhas amigas obesas e são três (respectivamente filhos e maridos), têm sempre o frigorífico a abarrotar de comida e bebida lixo, coadjuvado por uma arca cheia até ao testo... parece que têm medo de vir a passar fome. A nós irmãos, sempre nos ensinaram a ter no fridge, apenas o essencial no máximo para uma semana... o problema é que agora as pessoas consideram o essencial, esse lixo todo.

    Abraços!!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo4.5.12

    Dantes, o bacalhau era a comida dos pobres, e a galinha a dos ricos...hoje é o contrário.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...