07 outubro 2012

Cinco macacos

Peguem numa jaula com cinco macacos.
Dentro da jaula, pendurem uma banana e debaixo uma escada.

Não vai demorar muito tempo porque um macaco comece a subir a escada para alcançar a banana. Assim que tocarem a escala, todos os macacos são regados com água fria.

Depois, outro macaco tenta de novo, mas o resultado é o mesmo, até que todos os macacos acabam por receber um duche fria.

Depois de alguns tempos, nenhum dos macacos tentará subir a escada.

Agora vamos substituir um dos macacos da jaula com outro, novo. O novo macaco vê a banana e tenta subir a escada. Para sua surpresa e horror, todos os outros macacos saltam por cima dele. Depois de uma segunda tentativa e uma outra ainda, o macaco percebe que se ele tentar subir a escada será atacado.

A seguir, removemos outro dos macacos originais para substituí-lo por outro, novo. O recém-chegado vai à escada e é atacado. E todos os macacos na jaula participam no espancamento.

Agora vamos substituir um terceiro macaco com um novo. Em seguida, um quarta, um quinto...Toda as vez que um macaco tentará subir a escala será atacado.

A maioria dos macacos envolvidos nas agressões nem sabe porquê não pode ser subida a escada, nem porque participa no espancamento do recém-chegado: depois de ter substituído todos os macacos originais, nenhum dos macacos alguma vez recebeu um duche fria. Mas apesar disso, nenhum macaco nunca mais tenta aproximar-se da escada para alcançar a banana.

Porque não? Porque assim as coisas sempre funcionaram na jaula.

Este é o modo pelo qual as políticas dos governos são mantidas.

 


Ipse dixit.

5 comentários:

  1. maria7.10.12

    Olá Max: aqui, no terceiro mundo, onde vivo, se costuma dizer que tem gente "de gastar" (condenados a servir de burro de carga para alguns, até gastar-se, acabar-se), e tem gente "de viver" ( os que conseguem não viver e morrer como burros de carga). Eu penso que tanto num segmento como no outro tem gente que sabe perguntar: porque!?. E tem gente que não sabe. A estes últimos, a tendência a se comportarem como os macacos do vídeo é muito grande.Daí que sempre imagino que a característica da humanidade consistiria em puxar pela memória, e perguntar-se: porque!?

    ResponderEliminar
  2. Subir a escada é uma arte ó pá!

    ResponderEliminar
  3. Rita M.7.10.12

    Macacos como marionetas... é só puxar os fios invisíveis e as marionetas mexem-se para onde devem ir...

    Lembra a alegoria da caverna...

    Abraço
    Rita M.

    ResponderEliminar
  4. "Macacos me mordam"! Que excelente alegoria!!!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo9.10.12

    Nunca tinha ouvido falar?

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...