22 outubro 2012

O Discurso do Presidente

Após a pausa do Verão, o blog Sociedade Alienada dos amigos Saraiva e Xenofonte retoma as publicações.

O novo post tem o título de "O Discurso do Presidente" e, como do costume, trata-se de algo que vale  a pena ler (e ver, neste caso). Eis o trecho inicial:
No seguimento do nosso ciclo de discursos, segue um bastante recente da autoria de José "Pepe" Mujica, o actual presidente do Uruguai em funções desde Março de 2010 (40º presidente). Aos 77 anos José Mujica é um homem que não tem contas bancárias, não possui qualquer empréstimo bancário, doa 90% do seu salário e cuja única riqueza quem tem é um VW Beetle de 1987.

Este discurso feito na conferência RIO+20 - United Nations Conference on Sustainable Development (Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável) e alerta-nos para o GRANDE desvio que fizemos aos destinos da Humanidade e os seus propósitos.[...]

O resto pode se encontrado neste link, também presente no blogroll à esquerda.
Boa leitura!


Ipse dixit.

Fonte: Sociedade Alienada

3 comentários:

  1. Olá Max, Saraiva, Xenofonte e todos:
    Mujica é um vizinho dos gaúchos brasileiros, como eu, também chacreiro (dono de sítio), como se diz na "banda oriental del Uruguay", que por acaso está sendo presidente daquela planície fértil de 3 milhões de gentes e 13 milhões de vacas. Mujica foi guerrilheiro tupamaro, como metade da população uruguaia, que ou sucumbiu ao terror da Operação Condor para o cone sul da América Latina, ou sobreviveu, mesmo enterrado vivo em um cubículo subterrâneo por 2 anos, como ele. Para a outra metade da população uruguaia, Mujica era então comunista. Hoje, para eles, é apenas "el loco". Mas ele é o mesmo de então, capaz de ser, dizer, sentir e agir com consciência solidária,para quem menos interressa parecer vencedor do que celebrar a vida, o que não quer dizer que todos os tupamaros tenham sido como ele foi e continua sendo. Mas muitos foram, mas se foram. Infelizmente deles só restou um silêncio que ainda reçoa como berrante (instrumento de guampa para organizar o gado) pelas calles ainda quase vazias de Montevidéo.Abraços

    ResponderEliminar
  2. Rita M.23.10.12

    "El loco" pensa na importância de as pessoas serem felizes... e na verdade ninguém é feliz com fome, guerra, privações, poluição, desigualdade, injustiça...

    Um pouco desta loucura dele em cada pessoa e talvez o mundo fosse mais agradável.

    Comunista, utópico, demagogo, o que for que fez pela vida fora a lutar pelo que achava correcto, vontade ser polémico, chamar a atenção... o que for que as pessoas pensem dele e o que fez... pelo menos ainda diz isto...

    Outros temos que para ganhar eleições num país onde as desigualdades , o desemprego e a miséria crescem a olhos vistos atacam nações soberanas para beneficio próprio, destruindo vidas na impunidade, enquanto outros dizem que a nação precisa de submarinos e talvez abrir as janela do avião para arejar...

    Só me pergunto o que é afinal a loucura nos tempos que correm.

    Post mesmo muito interessante do II e da Socieda Aliendada.

    Abraço
    Rita M.

    ResponderEliminar
  3. Rita M.23.10.12

    Desculpem, Sociedade Alienada :)

    Rita M.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...