11 novembro 2012

As aventuras do papelzinho

Breve actualização.

Uma alma pia fez-me notar como Domingo pode não ser o melhor dia para a distribuição do papelzinho: a malta jovem dorme até mais tarde e as possibilidades de partilha nos lugares de trabalho são inferiores ou nulas. O que é verdade.

Então? Então fica para amanhã de manhã. Pouco mal, são apenas 24 horas.
Entretanto, está disponível o papelzinho versão final, depurado de todos os erros. É idêntico ao outro, só não tem erros, por isso se já leram nem vale a pena espreitar. A versão em papel já está imprimida, afinal optei para a impressão numa loja, sai mais barato e a qualidade é muito boa.
Grátis hoje, objecto de culto amanhã, prova da acusação em tribunal no processo contra o autor depois de amanhã.
Acontece.

Agradeço muito todos os Leitores que realçaram as gralhas, pois o pobre imigrante italiano aqui é bastante distraído.

Mas uma vez: obrigado e um bom Domingo para todos!


Ipse dixit.

13 comentários:

  1. Anónimo11.11.12

    Max:

    A última palavra não era "copias", mas "cópias". Mas essa passa...

    ResponderEliminar
  2. Olá Max: a alma pia tem razão, com relação a domingo, mas...cá com meus botões penso que sexta-feira é melhor que segunda. Porque? Na sexta, o sujeito começa a "des-pensar" o trabalho para pensar em socializar, passear,namorar,ler, descansar (em geral!).Está mais pré disposto a ver alguma novidade, procura nas bancas de jornais sugestões de entretenimento, o que vai acontecer no fim de semana. Na segunda, ele está chateado porque a rotina que ele não gosta,mas acredita ser o seu destino, e o dos seus iguais, vai recomeçar.Só mais uma sugestão: seria muito complexo ilustrar um pouquinho o "papelzinho"? Abraços

    ResponderEliminar
  3. Rita M.11.11.12

    Boa sorte para amanhã Max. :)

    Abraço
    Rita M.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo11.11.12

    Onde vai ser distribuido o papelzinho?

    Abraço e excelente ideia
    John

    ResponderEliminar
  5. Só ficou a faltar uma sugestão musical no papelzinho, para este artigo eu escolhia:

    http://www.youtube.com/watch?v=YJ33NSmC7og&feature=related

    ResponderEliminar
  6. ... que ilustra a forma ortodoxa-perversa de ver as coisas e é uma boa parábula para aqueles que julgam que vivemos acima das nossas possibilidades...

    ResponderEliminar
  7. Ricardo12.11.12

    Tenho vergonha de comparar seu portugues com meu italiano... hehehe... e olha que no meu passaporte esta escrito que minha nacionalidade e italiana! :)

    Boa sorte na empreitada!!!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo12.11.12

    Alguem em sabe explicar se eu clikar 10 VEZES no link publicitário - 'Quer avaliar o seu ouro?' conta como 10 visitas ou conta só uma, por causa do IP.

    abraço
    Krowler

    ResponderEliminar
  9. Anónimo12.11.12

    Ó Max, uma sugestão:

    Se você imprimir duas páginas lado a lado na horizontal numa mesma página, pode imprimir outras duas por detrás da folha, e sempre pode fazer o folheto dobrável que queria, com a vantagem de ter o dobro da informação...e só gastava na mesma uma folha...não sei é se na reprografia cobram por página ou por folha...

    ResponderEliminar
  10. Antes de mais, obrigado para todos!

    Depois, John: o papelzinho por enquanto vai ser distribuído apenas sem Almada. Mas já encontrei um voluntário para Lisboa, o que não é mal.

    Entretanto fica disponível no blog: pode ser descarregado (ou simplesmente) lido livremente, pois a versão que aparece é a mesma que fica imprimida.

    Krowler: boa pergunta, não sei. Google é esquisita, monitoriza tudo, mas depois ficam pontos obscuros.

    Eu não posso falar muito do assunto (Google é muito clara a respeito, nada de "indicações" no blog), mas acho que um click chega: este blog ultrapassou as 1.000 visitas diárias, se só metade dos Leitores fizessem um click dava para distribuir muitos papelzinhos :)

    Anónimo: a sugestão é muito boa mas aqui aparece uma questão, a do tamanho das letras.

    De facto tive que admitir: uma folha A4 não dá para escrever muito, o que dum lado é bom assim sou obrigado a não "exagerar", doutro lado pode ser complicado com determinados assuntos que requerem mais espaço para ser tornados mais "fáceis".

    Penso nas pessoas que usam óculos e que encontram o papelzinho na rua: o que é isso, o que está escrito?

    Ao mesmo tempo não quero aumentar o tamanho da folha, por várias razões (entre as quais o custo).

    Vou fazer umas experiências com letras mais pequenas, pois, repito, a sugestão é boa. Obrigado!

    E obrigado para todos!!!

    ResponderEliminar
  11. Entretanto, o papelzinho foi distribuído com sucesso: nas lojas, onde foi bem recebido (no sentido que eu dizia "É publicidade para o meu blog, posso deixar aqui alguns?" e ninguém tentou bater-me, o que parece-me um bom sinal).

    E amanhã algumas cópias vão aparecer no caís dos barcos que fazem a ligação Lisboa-Margem Sul. Óptimo lugar, há muito trânsito.

    Preparem-se para um enorme sucesso :)))

    Abraçooooo!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo12.11.12

    E mais uma sugestão: aí em almada não há quem pratique paraquedismo...quem, antes de saltar do avião não lhe fizesse o favor de atirar uma chuva de "papelzinhos" para cima das pessoas cá em baixo?

    Eheheh...só a brincar, você ainda apanhava uma multa por conspurcar a cidade com publicidade não autorizada pela câmara...aliás...você pode deixar isso em locais públicos, sem mais nem menos? Veja lá...se o outro tipo foi preso por apanhar água da chuva...aqui em Portugal de vez em quando há sarilhos por tretas de nada...

    ResponderEliminar
  13. Olá Max e leitores,

    só uma palavra de apreço pela iniciativa do papelzinho e uma sugestão (se calhar já alguém sugeriu ou já tens isso em mente) que é distribui-lo à porta dos cacilheiros, as pessoas podem ler durante a viagem... e Max, não desanimes se vires alguns dos papelzinhos atirados ao chão, são pessoas que agoniam quando lêem em movimento.

    Abraços

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...