14 novembro 2012

Era uma vez a América

Curiosidade.

No passado dia de Sábado, logo após as eleições presidenciais, os cidadãos de 15 Estados apresentaram umas petições para que seja possível a secessão e a formação dum governo próprio.

Os Estados envolvidos são os seguintes: Louisiana, Texas, Montana, Noth Dakota, Indiana, Mississippi, Kentucky, North Carolina, Alabama, Florida, Georgia, New Jersey, Colorado, Oregon e New York.

Este Estados pediram um retiro pacífico dos Estados Unidos.
A petição do Texas assim reza:
Os Estados Unidos continuam a sofrer as dificuldades económicas derivadas da negligência do governo federal perante a reforma da despesa interna e exterior. Os cidadãos do Estados Unidos sofrem abusos evidentes dos direitos deles, como o NDAA, o TSA, etc.
Dado que o Estado do Texas tem um orçamento equilibrado e é a 15ª maior economia do mundo,é possível que abandone a União e continue a proteger os níveis de vida dos seus cidadãos tal como os direitos e a liberdade deles, em conformidade com as ideias originais dos nossos  Pais Fundadores; coisas que já não são reflectidas pelo governo federal.
As petições estão agora depositadas no Congresso e dispõem de 30 dias para conseguir um total de 25.000 assinaturas; um objectivo realístico, considerado que algumas petições já ultrapassaram este limiar.

Este o número de assinaturas recolhidas até hoje:
  • Texas 96.307
  • Louisiana 32.995
  • Montana 11.533
  • North Dakota 25.739
  • Indiana 17.063
  • Mississippi 15.432
  • Kentucky 15.665
  • North Carolina 25.720
  • Alabama 26.479
  • Florida 28.882
  • Georgia 27.315
  • New Jersey 27.322
  • Colorado 18.204
  • Oregon 12.571
Uma vez reunidas as assinaturas necessárias, a Administração é obrigada a considerar o pedido.
Entretanto, outros Estados seguiram o exemplo e no dia de ontem depositaram as próprias petições com o mesmo objectivo: Hawai, Massachusetts, Washington, Virginia, Iowa, Maine, Missouri, Illinois, New Mexico, Minnesota, Illinois, New Hampshire, Idaho, Rhode Island, Wiscoins, Utah, Ohio, South Dakota, Nebraska, Pennsylvania, Kansas, Oklahoma, Utah, Wyoming, California (esta já com 10.414 após poucas horas), Delaware, Nevada, Arizona (17.959), Arkansas (19.104), Tennessee (26.453), Michigan (16.303).

Obviamente não haverá secessão nenhuma, os números envolvidos não são tão significativos, estamos a falar dum pedido subscrevido por algumas dezenas de cidadãos numa nação com mais de 300 milhões de habitantes.

Todavia não podemos ignorar o sinal: é evidente estarmos perante uma campanha organizada ao nível federal, provavelmente a primeira do género. E tal iniciativa parece conseguir recolher as assinaturas necessárias para que o debate envolva o presidente.

Os Estados Unidos atravessam um dos períodos mais difíceis da própria história pois as ameaças não são oriundas do exterior mas residem na mesma fórmula que conseguiu um dos mais altos níveis de vida do planeta. Há vários anos que os analistas prevêem a dissolução dos Estados Unidos por causas económicas: pelos vistos, há quem comece a acreditar nisso.


Ipse dixit.

Fontes: Examiner, The White House

4 comentários:

  1. Anónimo14.11.12

    Já houve um Estado qualquer que dizia que em caso de nova ordem mundial clamaria independência...mas eu acho que tudo isto é um truque de "dividir para reinar", quem manda nos estados também é "marioneta"...

    ResponderEliminar
  2. Olá Max:no inverno deste ano, aqui no Brasil, dei para fazer algumas previsões...E não é que considerei a possibilidade da desagregação política dos EUA, a inserção de espécie de guetos dirigidos pelo que eles chamam de "cidadãos soberanos", tudo baseado em intuição! Porque não ganho na loteria esportiva do mesmo modo que as vezes adivinho certas tendências geopolíticas. Afinal, "um bolão" como se diz aqui, resolveria algumas questões...Abraços

    ResponderEliminar
  3. Anónimo14.11.12

    As grandes coisas começam normalmente por pequenos actos.

    A desintegração dos Estados Unidos, assunto falado de vez em quando, é uma possibilidade apesar de remota no médio prazo.

    No entanto as sementes estão lançadas e este post é um bom exemplo.

    Como a Catalunha em Espanha, os movimentos separatistas por todo o lado, tendem a aumentar com o aprofundar desta crise.
    Quando os países, estados ou regiões ditos ricos, tem que fazer cortes porque parte das suas receitas 'vai' para os ditos pobres, temos o cocktail certo para que as divisões se começem a aprofundar.
    É natural que assim seja, se bem que por vezes as coisas não são bem o que parecem.

    Krowler

    ResponderEliminar
  4. Caro Max, não sei se já viu este
    http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=OB8pKYZmkqI

    Sou grato.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...