29 novembro 2012

Um telefone e o quadrado mágico

Mais um artigo do nosso Leitor Anónimo.
Que agradeço e cujo trabalho aqui está, com no fundo uma nora pessoal:
Este não é um quadrado
E olá uma vez mais!

Depois do post 4 em 1, eis agora um 2 em 1, desta vez sobre conspiração e informática e...agricultura!
E vamos lá...

1-) O sistema Unix.
A base do Linux, que por sua vez é a base do Ubuntu, Android, Slax, etc..
A palavra Unix parece querer denominar exatamente algo único na base de tudo...uma base comum.

Já há quem diga que, com o software livre, gerar-se-á uma novo “velho oeste” na área das aplicações. Eu vejo isso como incentivo ao lado negro...se todos tiverem acesso ao código informático de um programa, a “virulência” começa a surgir...e não digam que os vírus para Linux não existem, porque existem. São é poucos, por serem ainda relativamente poucas pessoas a usarem-no. Se fossem mais, haviam de ver...

E outro lado negro ainda: quem concebeu a “base comum”...provavelmente saberá como identificar, analisar e contornar as fraquezas dos “derivados”. Monitorização indesejada. Porque digo isto?

Eis uma pequena lição de história: no Séc. 19, Alexander Graham Bell, o homem que ficou famoso por inventar o telefone (quando afinal, não passava de um empregado do verdadeiro inventor, Antonio Meucci, e que lhe roubou a patente), montou provavelmente graças ao dinheirão que fez, a Bell Labs. Foi a Bell Labs, que, mais recentemente, inventou o Unix. A Bell Labs teve dois edifícios ao longo do tempo, que conseguem ver nesta página: https://en.wikipedia.org/wiki/Bell_Labs.
O mais antigo é em forma de templo de Salomão. O outro...não faz lembrar uma pirâmide? Simbologia maçónica outra vez.

Ou então é tudo conspiranóia minha.

2-) Agora, a agricultura.
Fiz um pequeno esquema que mostra como é possível, em apenas 100m2, cultivar 59 alimentos se aproveitarmos eficientemente o espaço. Cada quadrado equivale a 1m2 :


É possível cultivar até mais do que um só alimento em cada quadrado, por exemplo, dividi-lo para cultivar uma erva aromática em cada parte, ou pimentos de cores diferentes em cada parte do quadrado, etc.. As filas centrais, essas podem ser usadas para cultivo de um só produto destinado à venda. Há quem tenha o privilégio de ter um quintal ainda maior do que este e não o usar para nada. A meu ver, se isto estimula a cooperatividade, a auto-suficiência, a baixa de preços e a pequena produção...porque não?

A quem tenha um quintal assim, e se queira enveredar pela empresa , deixo um conselho: prefiram a agricultura orgânica, livre de adubos artificiais, químicos, e transgénicos. É a agricultura mais saudável, e que é suposto existir.

Sou até da opinião de que deviam fazer bairros inteiros com edifícios rodeados por este tipo de quintais. Fica a sugestão, discutam-na por favor.

Obrigado pela atenção.

O autor.

Nota do blog: é verdade! Em Italia apenas Meucci é considerado como inventor do telefone.

Antonio Meucci era inventor e revolucionário (foi amigo de Giuseppe Garibaldi, o qual em 1853 começou a colaborar com Meucci nas pesquisas dele) mas com um grande problema: não tinha um tostão.
Em 1871 conseguiu obter os direitos da sua criação, o telefono, mas apenas os direitos temporários (o caveat); acabado o prazo, Graham Bell (que teve ocasião de visionar o trabalho de Meucci) pediu os direitos permanentes e desde então ficou conhecido como o "Inventor" do telefone.

Em 2003, com a resolução 269, o Congresso dos Estados Unidos reconheceu Antonio Meucci como o legítimo inventor do telefone. Mas Meucci na altura já teria tido 195 anos e entretanto tinha decidido morrer.

Outras invenções: bebidas gaseificadas de fruta (US Patent 122478), molhos para massa e outras comidas (US Patent 142071), método de fabrico industrial para velas (é a maneira ainda hoje utilizada), papel branco (no século XIX esta não parece ter sido uma grande invenção, mas enfim...).

Louvor e uma oração para Meucci!


Ipse dixit.

7 comentários:

  1. Olá Anónimo: sobre agricultura: perfeito! Não se precisa grandes extensões para obter alimentos. É necessário um pouco de criatividade e vontade. Antes de T.Â. eu morava no décimo andar de um grande edifício. Era a tal da cobertura, e portanto dispunha de um pátio enorme, que correspondia ao telhado de vários apartamentos. Só que proibiram-me de encher de vasos e plantar. Até legislação a respeito, o condomínio inventou.Esqueceram de legislar sobre os espaços verticais, as paredes dos dois apartamentos da cobertura. Pronto...transformei aquilo tudo em horta, deixando o espaço vazio do chão para a minha Anarca se exercitar e fazer xixi. Abraços

    ResponderEliminar
  2. Anónimo29.11.12

    Ó MAX! ANÚNCIOS GOOGLE DA GOLDMAN SACHS NO SEU BLOG?!

    ResponderEliminar
  3. Claro: Goldam Sachs está em todos os lugares!

    Como é óbvio, não sou eu que escolho os anunciantes, mas Google. A qual pensa bem relacionar a publicidade com os assuntos tratados no blog.

    Já tinha desmarcado a categoria "bancos", mas GS pode ter entrado sob outra forma. Vou ver se posso exclui-la, de facto importuna. :)

    Abraçoooo!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo29.11.12

    e Marconi também não foi bem o inventor do rádio...ele associou foi umas quantas patentes do Nikola Tesla...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo29.11.12

    Sou grande adepto da agricultura biológica e acho o esquema muito interessante.

    Quanto maior diversidade de plantas melhor, tendo em atenção que cada planta tem a sua epoca do ano.

    Outro aspecto importante é a divisão do espaço para o cultivo de plantas diferentes. Uma plantação de alfaces ou cebolas carece mais de 1 m2 em oposição às ervas aromáticas que necessitam de menos. Mas como ponto de partida o esquema é muito bom.

    krowler

    ResponderEliminar
  6. Ricardo30.11.12

    Ao inves de 59, é 63... só ocupar entre 16 e 36, 18 e 42...

    E seriam 63 lacunas... e daria para fazer em até 50m2... é possível o corredorzinho só com 50cm... eu digo isso pois minha horta tem 50m2 com uma disposição dessas. E nesse meio coloco o que precisa de 2m2 (3 diferentes)... e nos outros 0,5 x 1 ou 0,5 à 3... dependendo do que é... sustenta uma família inteira... com tudo que precisa!

    Não esquecer de revesar as sementes e não repetir o mesmo tipo de consumo de solo no mesmo local em duas temporadas seguidas...

    Eu não sei (minha esposa que cuida... só cuidei da geometria) qual é qual... só sei que quando planta feijão, o seguinte tem que ser tomate nessa terra... algo assim! :)

    ResponderEliminar
  7. Anónimo1.12.12

    Hmmmm......aqueles que o Ricardo sugere iriam fazer com que os que stão logo acima ficassem um pouco inacedíveis...os quatro quadrados dos cantos também são assim. talvez fosse melhor esquecer os dos cantos e aqueles 4 por preencher.
    E se dá para plantar em 50m2, talvez, os outros 50 se pudessem usar para pousio...

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...