30 maio 2013

Lex Luthor e a cortina de fumo

Opá, não queria voltar a falar disto, há muitas outras coisas para tratar e peço desculpa por causa disso.
Mas é importante.

Diz o Leitor Anónimo (que agradeço, tal como todos os Leitores!):
Deixe de ser pessimista Max. Fazemos o que nossa consciência nos propõe a fazer e pronto. Não esperemos resultados, agrados ou carinhos...
O Anónimo tem razão: o que escrevi passa uma mensagem pessimista e admito não ter tido a capacidade de explicar-me suficientemente.

A cortina de fumo

Tal como respondi a seguir, não gosto de pessimismo ou fatalismo: não há nada de pré-determinado e necessariamente negativo. "Nunca vamos poder observar o olho do dragão" não significa que o sistema é demasiado forte para nós, que terá a capacidade de esconder-se para sempre. Significa uma coisa mais simples: não há um dragão.

Vivemos num sistema complexo, fruto de milhares de anos de "evolução" (aspas obrigatórias), mas a tendência é reduzir tudo para algo simples. É uma tendência natural e lógica: perante um problema complexo, a coisa mais natural é descompor o problema em componentes mais simples. Todavia nem sempre resulta e, sobretudo, há um perigo: perder de vista o quadro geral.

No mundo da informação alternativa este perigo é ainda mais presente e os resultados estão à vista. Não há muita diferença ente os Illuminati como causa única de todos os males da terra e uma banda desenhada onde Superman combate contra Lex Luthor. A realidade é muito, mas muito mais complexa do que isso.

E aqui entra em cena o papel da informação alternativa, do qual Informação Incorrecta também faz parte. Há blogues e sites com milhares de Leitores diários e onde são analisados e culpados os vários Illuminati, Bilderberg, Reptilianos etc. Não vamos aqui falar destes assuntos, mas do outro: tudo isto cria uma forte fragmentação de teorias, de informações, onde o Leitor (e até o blogueiro) perde-se com facilidade.

O que sobra? Uma sobrecarga de informação (e pseudo-informação) que se torna inutilizável. Isto é actualmente a informação alternativa: uma cortina de fumo que esconde a realidade. Neste aspecto, a informação alternativa é o melhor aliado dos Grandes Poderes, que nem pensam em censura-la (ver caso Google-Blogger-CIA): e onde encontram alguém que, totalmente de graça, consegue confundir as coisas com tanta eficácia?

Não apenas isso: facto ainda mais grave, a informação alternativa consegue criar e reforçar o mito da invencibilidade dos Grande Poderes. Já não estamos contra uma empresa multinacional, mas algo que tem origem nos séculos passados (Merovíngios! Maçonaria!) ou até fora da Terra (Annunaki! Reptilianos!)

E enquanto nós perdemos o nosso tempo para seguir os rastos destas figuras mítica, vamos trabalhar 8-10 horas em troca de ordenados cada vez mais reduzidos, com bancos que tentam sugar até o último cêntimo da nossa conta. E esta, meus senhores, chama-se "realidade".

Digo isso com mágoa, pois Informação Incorrecta faz parte deste esquema e participa na fragmentação/sobrecarga da informação: não importa quanto "boas" possam ser as coisas ditas, é mais uma contribuição para a cortina de fumo.

As soluções?

Soluções? Há, pelo menos três, duas das quais já foram enfrentadas no blog.

A primeira passa por nós: entender que os Grandes Poderes nada têm de sobra-humano ou de "mítico". Os Grandes Poderes chama-se bancos, empresas, multinacionais, partidos políticos e querem poderes e dinheiro.

A segunda também passa por nós: entender que as verdadeiras eleições são feitas nos supermercados, as urnas são as caixas, é aí que votamos, é aí que entregamos o nosso dinheiro e o poder.

A terceira e última é com o mundo da informação alternativa: sozinhos não vamos para lado nenhum, seremos sempre uma pequena contribuição para a cortina de fumo. É tempo de unir-se e de ser censurados.

É isso que fará este blog nos próximos tempos.
Pelo menos vai tentar.


Ipse dixit.

8 comentários:

  1. Anónimo30.5.13

    Max, se o dragão é o sistema, as sociedades secretas então, fazem parte do sistema, não é? Mas as sociedades secretas, na realidade, manipulam o sistema, logo, elas são o dragão, logo existe um dragão.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo30.5.13

    Kissinger uma vez disse que tudo o que era preciso era a crise geral certa, que as pessoas aceitariam a nova ordem mundial. Sim, há um dragão.

    ResponderEliminar
  3. Marcelo30.5.13

    Por favor,
    vocês precisam ler isso:


    Como se constrói uma farsa -

    http://www.midiasemmascara.org/artigos/internacional/europa/14175-como-se-constroi-uma-farsa.html


    É triste o que está acontecendo, o buraco realmente é mais embaixo.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo30.5.13

    Max, não me sinto muito confortável em usar chavões, mas dizem que uma tal de verdade liberta...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo30.5.13

    Aliás, a propósito de chavões: Marcelo, a OAS e os pied-noirs mandaram um beijo.

    ResponderEliminar
  6. Ora Max, existem os criadores do dragão, que embora não pareça, se fazem de santos, mas são os responsáveis por tudo. Se você realmente entender/acreditar que eles são os responsáveis e em seus objetivos, muito mais coisa vai fazer sentido. Para matar o Dragão é preciso expor os seus criadores, mas quem tentou fazer isso virou paida, foi condenado a fogueira . . .
    Acho que a internet tem força para mudar essa situação pelo mundo afora, mas acredito mesmo que o sistema entre em colapso antes disso.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo30.5.13

    Caro Max, basta olhar para este jardim a beira mar plantado. As chamadas elites que estão no poder são as mesmas do tempo da outra senhora. Anunakis, lagartos, reptilianos e outros "delírios" são maluqueiras da cabeça de um ex-comentador de futebol, um tal David Hicke"?". Enraçado até o programa do J. Ventura(alternativo) desmascarou o indivíduo. Agora de volta a realidade, como é possível Ulrich & cia, basta ver aquele pequeno documentário sobre quem controla, controlava e quer continuar a controlar, a banca, já desde o tempo do Marquês. Aqui. E lá fora rothchilds e outros que tal,
    nesta pseudo-democracia em que se está a transformar os US e UE... fazem o mesmo. It's just buisness as
    usual, and it will keep on going...claro. Nuno O.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo31.5.13

    O sistema não é nenhum Dragão, nem tão menos algo que não tenha rosto, e nem é preciso nenhum Super-Homem para o derrotar!
    Já pensou se muitos deixassem de um dia para outro consumir coca-colas, mc-donalds, e outras coisas inúteis, ou se muitos deixassem de pagar impostos, boicotassem algo na sua vida, e mudassem as atitudes? Bastaria ignorar.
    O sistema sou eu, és tu e o medo! E no dia que perdermos o "amor" ao dinheiro, tudo estará resolvido!
    O sistema só poderá ser destruído por implosão! Mas para isso a humanidade perdeu a arma necessária: o amor ao ser!

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...