06 julho 2013

O medo, sempre o medo

Entre os comentários apareceu o seguinte:
gostaria de saber sua opinião ou a opinião pública do II sobre estes fatos descritos:
Controle de natalidade: Saiba a verdade que a mídia esconde

Vi o vídeo e fiquei com uma péssima impressão.

Em primeiro lugar: fontes? É simples construir um vídeo apresentando dados, mais complicado é fazer um vídeo com dados verificáveis, que aqui faltam completamente.

Mas nem este é o ponto. Pessoalmente oiço estas teorias desde o final dos anos '70, quando apareceram os primeiros imigrantes árabes. Já estou habituado e deixei de preocupar-me.


Europa

Também porque a questão da imigração não pode ser reduzida ao fenómeno islâmico.

Em Portugal, por exemplo, há uma forte imigração do Leste europeu; e os islâmicos são uma pequena minoria (tentem encontrar um minarete em Lisboa...). Bem mais significativo é o fenómeno da imigração chinesa.

Na Italia a situação é ligeiramente diferente. Há um maior número de muçulmano, mas na minha cidade (Genova), por exemplo, é muito mais fácil encontrar um sul-americano (Equador, Chile...) do que um Árabe. Sem esquecer os omnipresentes chineses...

Na França há mais muçulmanos? Há. Mas não desde hoje: a presença árabe na França é antiga, tendo como base a imigração das colónias (principalmente Argélia). No Sul da França há mais mesquitas do que igrejas cristãs? Só se for no cérebro de quem fez o vídeo.

O governo alemão recentemente declarou que o País será um estado muçulmano em 2050? Quem foi? Angela Merkel? Sério? Não sei porquê, mas tenho algumas levíssimas dúvidas...

52 milhões de muçulmanos na Europa? Este número é falso. Já se assim fosse não seria algo tão significativo, dado que o Velho Continente tem 730 milhões de habitantes (e os Árabes, neste caso, representariam 14% da população). Mas os dados são diferentes.

Segundo a International Organization for Migration (IOM) do Cairo, os muçulmanos na Europa são hoje 5 milhões (por isso: "quase" 50 milhões, a diferença é só dum zero...), maioritariamente concentrados na França, Italia, Espanha, Holanda, Bélgica, Alemanha, Reino Unido, Grécia e Dinamarca.

E mesmo que estes (falsos) 50 milhões dobrassem nos próximos 20 anos, como sugerido no vídeo, em 2033 seriam pouco mais de 104 milhões: ou seja, nem um sétimo da população europeia. Já isso diz muito acerca do vídeo.
América

Sempre segundo o vídeo, em 1970 havia 100.000 muçulmanos nos Estados Unidos, hoje são 9 milhões.

Uhi! 9 milhões...
Nem conferi os dados (e se as fontes forem as mesmas dos 50 milhões na Europa...), porque não vale a pena: 9 milhões num universo de 315 milhões de pessoas?
É invasão, sem dúvida.

E no Brasil? 1.5 milhões de muçulmanos? Impressionante, o Brasil já é uma república islâmica. Mas atenção, pois há também 1,5 milhões de Japoneses: uma guerra árabe-japonês em vista, talvez na zona de São Paulo?

Todo o discurso é velho. Se o Leitor tiver um pouco de paciência, pode efectuar uma pesquisa na internet e observar como o Ku Klux Klan fazia os mesmos raciocínios já no século XIX.
Resultado? Hoje a maioria dos estadounidenses não é preta mas latina.

O medo, sempre ele

Publiquei o vídeo (e agradeço o Anónimo que sugeriu) pois acho bem representar duas tendências:
  1. o clássico medo cristão/católico em relação aos "outros". Que, por definição, são maus e querem nos escravizar (sic!)
  2. uma interpretação em chave religiosa do "medo da explosão demográfica", que já por si é falso, pois no mundo não faltam recursos: faltam neste tipo de sociedade, neste tipo de organização.
Mas o que mais me espanta neste caso é o facto do vídeo ter sido realizado no Brasil. Não são os Brasileiros que costumam queixar-se do feroz colonialismo dos séculos passados? E qual era a religião dos ferozes colonizadores?

Resumindo: o medo é uma das chaves da nossa sociedade. E quando não houver medos suficientes, é sempre possível inventar.

Bom fim de semana para todos.


Ipse dixit.

8 comentários:

  1. Robson - Londrina-Pr6.7.13

    Ora, Max.
    Alguma coisa ainda te espanta de ocorrer em Brasil?
    Esse vídeo, que não é novo, representa apenas o tamanho da malandragem evangélica no afã de angariar mais adeptos alienados que dêem dízimos aos pastores. Um vídeo com finalidade mercantil que vende Jesus a grosso e a retalho, nada mais.
    Embora o islamismo seja visto no Brasil como uma espécie de radicalismo religioso em que seus seguidores são todos fanáticos, isso é apenas uma situação irônica quando não ridícula, visto que a alienação mental é regra nessas coisas de fé religiosa, tanto dum lado quanto doutro.
    Não sei ao certo o que aconteceria em Europa e nos demais países em caso de invasão islâmica, como denuncia esse vídeo de forma paranóica, mas, em Brasil, seja maioria islâmica seja cristã, com certeza pouca coisa mudaria por aqui, pois, em termos religiosos, apenas trocaríamos uma imbecilidade por outra.
    Quanto à cultura dos brasileiros, seja com maioria cristã seja com islâmica, duvido que os biquínis desapareçam das praias e que os estádios de futebol fiquem vazios.
    Aliás, quando em férias no Brasil, Jesus samba de sunga enquanto Maomé serve as caipirinhas às mulheres de fio dental. Já Moisés, o rico e dono do capital, cobra dos dois pelo samba, pela cachaça, pelo limão, pelo açúcar, pela praia e até pelo sol...
    E há esperança para o Brasil? Sinceramente, não sei.
    Por outro lado, resta apenas torcermos para que sim, porque se não existir esperança para o Brasil, o que dizer o resto do mundo?

    ResponderEliminar
  2. Anónimo6.7.13

    Videos sobre a 'invasão' muçulmana da europa não faltam por aí.
    Há tempos vi um em que se via o mapa da europa ficar todo vermelho ( tipo animação). O vermelho significava que ao fim de algum tempo era tudo muçulmano. O que alarma é que muita gente acredita naquilo.
    Não custa nada verificar as fontes e acima de tudo utilizar um pouco de bom senso quando vemos estas coisas.

    Krowler

    ResponderEliminar
  3. um pouco de historia ajuda os "cabeçudos" a pensarem com lógica:verficar quem escreveu textos quase iguais a biblia 2 mil anos antes de Jesus?
    verificar quantos anos depois de Jesus foi escrito o Alcorão!
    comparar nomes,praticas e interpretaçoes principais dos dois biblia-alcorao
    Pensar se dumas leis de há tres mil anos podemos exigir que sejam "sagradas" e actuais sem que nos chamem tolo?

    ResponderEliminar
  4. Não deu para ver até o fim, é muita baboseira, começa com uma "inverdade" ao dizer que a cultura está ligada ao volume da população.
    Qualidade e quantidade nunca andaram de mãos juntas.
    Por último pergunto o que há de mau em ser muçulmano, o Al Corão é lindo, ensina principalmente a humildade.
    A ignorância dominará sob qualquer pretexto/bandeira/religião onde não houver bom senso, a subversão espera por eles e quem mais vier.

    ResponderEliminar
  5. O problema é que anda por aí um camarada que já foi astrólogo, sim, muito culto (se não fosse não colava), que enxerga um mundo dividido em facções. Nisso nenhuma novidade. O problema que é que ele vê uma infiltração comunista pelos quatro cantos do planeta da parte de chineses, russos e muçulmanos. Mas que nada fala sobre sionismo e as evidências fortíssimas de sua dominação planetária. Lógico, é lacaio sustentado por corporações notoriamente conhecidas como sionistas ou pró-sionistas. Mas isso ninguém repara, ou finge que não repara. É mais um ser, que usa do seu vasto cabedal de conhecimento para desinformar. Dividir para governar. Com xenofobia fica mais fácil. Aposto que aqui mesmo deve aparecer algum comentário da sua torcida organizada defendendo-o. Eles são conhecidos por um apelido ridículo, mas que muito os enaltece.

    ResponderEliminar
  6. Robson - Londrina-Pr7.7.13

    El Kabong percebeu a malandragem: enquanto Jesus e Maomé disputam adeptos, Moisés é dono das impressoras que produzem os evangelhos e os corões...
    Estão preocupados com a quantidade de muçulmanos e cristãos no mundo como se isso fosse a determinante para a dominação, seja lá o que isso signifique.
    Por falar em dominação e a título de reflexão, uma perguntinha:
    Quantos judeus existem no mundo mesmo?

    ResponderEliminar
  7. maria7.7.13

    Olá Max: como sempre, vence a estupidez. A diversidade que devia encantar, sem entrar na análise de conteúdo do que afirmam as facções religiosas, porque cada qual pior que outra,ao invés disso causa horror, deflaga combates genocidas. E, no fundo, no fundo, um único interesse por parte de todas as facções: quem vai levar a maior fatia do lucro, convencendo o maior número possível de clientes, digo, fiéis. E deles tirando proveito,manipulando e organizando "massa crítica" a favor dos seus escusos interesses, em nada religiosos, que nada tem a ver com espiritualidades e crenças de povos. Abraços

    ResponderEliminar
  8. Anónimo8.7.13

    Os membros do Povo Eleito untam suas cabeças
    com cinza em sinal de penitência, mas os Sacerdotes do Cordeiro agregam água benta à cinza para criar a lixívia do perdão de Jehová. Mas nada salvará ao Homem do Holocausto de Fogo e da Cinza e Lixívia do Juízo Final! Jehová advertiu há milênios contra os falsos Sacerdotes que empregam cinza do mesmo incenso para outorgar um falso perdão: somente a cinza humana constitui a "lixívia"que lava o Sinal Abominável. E Jehová prometeu converter em cinza aos falsos
    Sacerdotes que não respeitem o necessário Holocausto de Fogo! Repeti,Israel, as palavras de Jehová!
    O Rabino Benjamin repetiu no ato:
    - “Um Profeta chegou de Judá a Betel, por ordem de Jehová, quando Jeroboão estava de pé junto ao altar para queimar incenso, e começou a gritar contra o altar, por ordem de Jehová, dizendo: Altar!Altar! Assim fala Jehová: Nascerá na Casa de Davi um filho que se chamará Josias. Este sacrificará sobre ti os falsos Sacerdotes dos lugares altos, aos que queimam incenso sobre ti. Sobre ti, altar,
    queimará ossos humanos, e os ossos dos falsos Sacerdotes.
    Este é o sinal de que é Jehová quem fala: o altar se romperá, e se derramará a cinza que há nele”. (I Reis, 13,1).

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...