08 julho 2013

Onu: israel contra as crianças

Bem poucos media realçaram a notícia, mas esta é clamorosa (apesar de não inesperada) sobretudo considerando a fonte: as Nações Unidas.

Um grupo de pesquisa da ONU acaba de publicar um relatório no qual acusa israel de não parar os maus-tratos de crianças palestinianas sob custódia militar e policial, factos já evidenciados em outras ocasiões.

Mas a ONU vai além disso: o relatório acusa as forças israelitas de usar as crianças palestinianas como escudos humanos e alega que em alguns casos os menores enfrentam tortura, confinamento solitário e agressão sexual.

Tortura, confinamento, agressão sexual, escudos humanos

O documento de 21 páginas chega três meses após um papel da UNICEF que criticou os maus-tratos "sistemáticos e institucionalizados" das crianças palestinianas detidas pelo exército israelita.

israel rejeita os resultados da ONU, acusa serem estas notícias velhas e politicamente motivadas, como afirma o porta-voz Aaron Sagui numa declaração à CBSNews:
Este é um relatório que baseia-se na reciclagem de acusações antigas, baseadas em preconceitos políticos - e não na investigação directa - com a intenção de atacar israel. Esta não é claramente uma ação de boa-fé, e o relatório resultante, obviamente, não pretende promover qualquer melhoria real como o relatório da UNICEF fez, mas só quer fazer manchetes.
Portanto, israel como vítima de obscuras maquinações. 

O relatório, apesar de reconhecer que as crianças de ambos os lados do conflito sofrem com a violência, observa que os palestinianos constituem uma quantidade desproporcional de vítimas. Uma das alegações mais clamorosas no documento é o "uso contínuo de crianças palestinianas como escudos humanos e informantes", situação acerca da qual o grupo conseguiu 14 casos relatados nos últimos 3 anos:
Os soldados [israelitas, ndt] usaram crianças palestinianas à frente deles para entrar em edifícios potencialmente perigosos e para ficarem na frente de veículos militares, a fim de parar o lançamento de pedras contra os veículos.
De acordo com o relatório, tais actividades permanecem em grande parte impunes:
Os soldados condenados por ter forçado uma criança de nove anos de idade a procurar em sacos suspeitos de conter explosivos só receberam uma pena suspensa de três meses.
Em comunicado, o Ministério das Relações Exteriores de israel definiu as acusações de escudo humano "salientes de má-fé":
Os autores foram totalmente informados (através de um documento oficial israelita apresentado por uma delegação) que as instruções foram emitidas e que o uso de crianças como escudos humanos é totalmente proibido.
E acrescenta que nenhum incidente de "escudo humano" foi "registado e comprovado."

O relatório da ONU dirige as suas acusações mais severas contra a tortura e os maus-tratos de crianças palestinianas por parte dos militares israelitas e sob custódia policial. As crianças detidas em áreas como Gaza e na Cisjordânia, diz o relatório:
são sistematicamente sujeitas a violência física e verbal, humilhação, restrições dolorosas, encapuçamento ou com rostos em sacos, ameaçadas de morte, violência física e violência sexual contra eles ou membros da família, acesso restrito ao banheiro, comida e água.
Na sua declaração, o Ministério de Relações Exteriores de Israel disse que as alegações de punição corporal em detenção são "totalmente infundadas e imprecisas". Todavia é interessante realçar como este relatório confirme quanto já verificado pelo anterior da UNICEF.

Já na altura o documento continha uma série de acusações relativas ao tratamento de crianças palestinianas sob custódia militar, incluindo "exemplos de práticas que equivalem a cruel, penas ou tratamentos desumanos ou degradantes".
A experiência comum de muitas crianças é serem agressivamente acordadas no meio da noite por muitos soldados armados e de ser forçosamente levadas até um centro de interrogatórios, amarradas e vendadas, privadas de sono e em um estado de medo extremo. [...] O interrogatório é uma mistura de intimidação, ameaças e violência física, com o claro propósito de forçar a criança a confessar.
Ambos os relatórios afirmam que as crianças são coagidas a confissões, muitas vezes através da assinatura de documentos escritos em hebraico, uma língua que a maioria das crianças palestinianas não entende.

O Ministério de Relações Exteriores de Tel Avive afirma que este relatório se reflecte negativamente sobre a ONU:
A lista de falsidades, erros e acusações gratuitas continua e continua sempre: este relatório envergonha a instituição que o encomendou.
O lager da Palestina

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos dedica atenção ao outros aspectos das práticas de israel que violam as suas obrigações como potência ocupante dos territórios árabes.

Afirma o Embaixador Palitha T.B. Kohona, Representante Permanente do Sri Lanka na ONU:
A detenção continuada 5.000 palestinianos por parte de israel é causa de profunda preocupação para o mundo, especialmente no caso dos 20 prisioneiros que estão em greve de fome para protestar contra os abusos, tais como detenção arbitrária, más condições das prisões, negação de visitas familiares, isolamento, falta de acesso à educação e tratamentos médicos negligentes.
Testemunhas informaram a Comissão de que os médicos das prisões israelitas traíram o seu juramento, a premissa fundamental da profissão médica de que a saúde dos pacientes vem em primeiro lugar.
O Embaixador reportou o caso de Maysara Abu Hamdiyeh, que morreu no início deste ano por câncer depois do erro no diagnóstico e no tratamento, e que teve de esperar por mais de quatro meses antes de ser enviado para o hospital. E acrescenta:
Testemunhas também relatam a morte de Arafat Jaradat, citando claras evidências de tortura enquanto sob interrogatório.
Mas o discurso não está limitado às prisões de israel:
Nos últimos seis anos a vida dos palestinianos em Gaza têm sido profundamente perturbada por causa do bloqueio de israel. Ao abrigo do Acordos de Oslo, israel concordou com uma área de 20 milhas náuticas para os pescadores palestinianos em Gaza, mas o governo israelita impôs um limite militar de três milhas náuticas. A Comissão foi informada de que israel tinha ampliado o acesso dos pescadores até seis milhas náuticas, mas também foi informada de que israel tinha novamente reduzido para três milhas durante a principal temporada de pesca. 4.000 pescadores de Gaza costumavam capturar quatro toneladas de peixe por ano, agora conseguem apenas 1,5 toneladas.
Hoje, 80 por cento dos pescadores palestinianos vivem na pobreza. Por sua vez, as punições severas de israel aplicadas aos pescadores que transgridem os limites pioram a situação: confisca dos barcos, dos motores, limitação no acesso aos cuidados de saúde e as oportunidades educacionais para as suas famílias:
Mais uma vez, este ano recebemos denúncias de pescadores palestinianos submetidos a prisão, confisco dos seus equipamentos e tratamento abusivo por parte das forças de segurança de israel.
Os agricultores de Gaza encontram-se em circunstâncias similares:
Não está a ser maximizado o cultivo dos produtos tradicionais, como morangos, cravos, ervas e pimentas doces, devido à restrição quase total de israel sobre as exportações e o cultivo na zona-tampão dentro de Gaza. Os agricultores não podem cultivar toda a terra deles e muito do que eles produzem não pode ser exportado.
A Comissão também realça como os seis anos de bloqueio bifurcaram a sociedade palestiniana:
Ouvimos de muitos palestinianos em Gaza que não vêem os membros das suas famílias, na Cisjordânia, durante anos, devido às restrições impostas por israel à circulação entre Gaza e o resto da Palestina. Há a sensação de que a divisão da população palestiniana na Faixa de Gaza e na Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental, é um objectivo do bloqueio de israel.
A Comissão ouviu os depoimentos sobre o tratamento dos palestinianos que procuram uma autorização para deixar Gaza, incluindo os esforços das autoridades israelitas para pressioná-los a tornar-se informadores enquanto obrigam as mulheres a sofrer pesquisas corporais humilhantes. Ainda, existe preocupação por causa das limitadas oportunidades educacionais para os jovens, devido às restrições das viagens fora de Gaza para estudar em escolas na Cisjordânia.

Estados Unidos, Canada...

Nem passa despercebida a actividade colonizadora de israel, tanto na Cisjordânia quanto em Jerusalém
Oriental, com o fenómeno generalizado da violência dos colonos israelitas e planeamento discriminatório de israel, que proíbe aos palestinianos a construção ou mesmo a reestruturação das suas casas.

Após ter congelado a expansão urbana, israel acelerou a construção da sua rede de estradas que liga as várias colónias e os interesses das empresas israelitas no território palestiniano ocupado.

Ao mesmo tempo, há a destruição das infraestruturas palestinianas: 42 nos primeiros 5 meses deste ano foram demolidas e 149 foram deslocadas. Em alguns casos, as famílias palestinianas são forçadas a demolir as suas casas para evitar as enormes taxas do governo israelita.

Os responsáveis? Não apenas os políticos ou os militares de israel: há multinacionais que lucram com os colonos, enquanto organizações sem fins lucrativos (dos Estados Unidos e do Canada) recolhem doações para organizações israelitas que apoiam a expansão dos assentamentos:
Estas organizações estão a perpetuar a ocupação e a provável cumplicidade daquele que é claramente um crime de guerra.
É o caso das organizações do grupo 501c3: 501 é o artigo do código federal dos EUA acerca dos impostos que especifica os tipos de associações que ficam isentas do pagamento das taxas: por exemplo, a Rockefeller Foundation. c3 indica fundações ou organizações de caridade, de beneficência, religiosas, científicas, literárias ou educativas.

A atitude nazi de israel em relação ao Estado palestiniano continua, não apenas na indiferença geral e na impunidade mas até com apoio financeiro estrangeiro.

26 comentários:

  1. Anónimo8.7.13

    Para a agenda da ONU ser cumprida,
    precisam enfraquecer ou acabar com a influência ocidental e de Israel.

    EUA e Israel precisam e já estão sendo enfraquecidos. Entendam que existe uma guerra muito grande em curso, uma guerra cultural. A cultura ocidental está cada vez mais desestabilizada e continuará assim.
    Na verdade, pouco a pouco muitas culturas vão deixar de existir para dar lugar a cultura global miscigenada ao Islam, que não para de crescer e se expandir. A religião predominante não vai mais ser o cristianismo ou catolicismo, mas sim o islamismo, dentro de algumas décadas.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo8.7.13

    Temos que entender que existe no mundo um movimento revolucionário rumo a uma governança global. O marxismo e islamismo usam uns dos outros para seus próprios fins de revolução. No passado se instaurou a URSS. Hoje, é o Islam que vem ganhando força, graças as revoluções no oriente. O Islam tem a mesma ambição que outros grupos globalistas, deseja instaurar sua própria Ordem Mundial. É sabido que para isso precisam enfraquecer
    e destruir o ocidente, alem de se expandirem territorialmente e culturalmente no oriente. Portanto, fica claro a posição de globalistas como George Soros quando financiam movimentos revolucionários em diversos países. Os globalistas precisam ficar de um lado. E no momento, quem vem perdendo força são os EUA e o ocidente. Está claro que o Obama foi posto lá pelos globalistas e está facilitando as coisas para o Islam e dificultando para os EUA, na verdade, o Obama está aos poucos transformando e destruindo os EUA. O que posso dizer é que as ideologias permanecem todas vivas e não somente vivas, como manipuladas para fins muito maiores e ambiciosos.

    Na verdade, precisamos entender que a esquerda nunca morreu realmente. Pois o marxismo transcende a questão ideológica, vai muito além. Como diria Olavo de Carvalho, vai para esfera da cultura, se transformando quase em uma cultura de fato, na verdade em uma subcultura. Que pode ela mesma usar outras ou ser usada por culturas diferentes. É o caso do Islam:

    "A adesão islâmica de importantes pensadores marxistas como Roger Garaudy e a “aliança anti-imperialista” de comunistas e muçulmanos são símbolos de um processo muito mais complexo de absorção do marxismo, que alguns teóricos islâmicos descrevem assim:

    "A luta pelo socialismo é a etapa inicial e inferior de um processo revolucionário mais vasto que acrescentará à “libertação material” dos povos a sua “libertação espiritual” pela conversão mundial ao Islam. Ao mesmo tempo, os marxistas acreditam dirigir o processo e utilizar-se da rebelião islâmica como em outra época usaram de variados movimentos nacionalistas, sufocando-os em seguida."

    Se os marxistas são a tropa-de-choque da revolução islâmica ou os muçulmanos a ponta-de-lança do movimento comunista, eis a questão mais interessante para quem deseje saber para onde irá o mundo nas próximas décadas."

    ResponderEliminar
  3. Anónimo8.7.13

    O poder sionista também é forte, mas não é o único e muito menos o dominante... Hoje em dia Israel, junto com os EUA, fazem parte do grupo de nações e países que a ONU procura enfraquecer. A ONU é outro poder, que manda muito, pois tem muito mais influência no mundo hoje, além de estar presente
    não só em assuntos políticos, como também educacionais, na verdade, está atuando em todas as áreas e exportando suas visões, influencias e politicas e ONGs para o globo. São adeptos a Nova Ordem Eurasiana.

    Mas então os EUA e Israel são os bonzinhos e a ONU é a malvada? Claro que não! São grupos distintos, com alguns interesses em comum e outros nem tanto,
    atuam de forma diferente. Temos a mania de achar que um lado é bonzinho só porque outro um grupo é o dominante ou o malvado, a verdade não é bem assim. Estão todos lutando por poder e domínio.

    EUA e Israel são obstáculos para um governo global Eurasiano, ao mesmo tempo que o Oriente Médio é um obstaculo para um governo global americano-sionista. Grupo Bilderberg e CFR pelo que sei até agora pertencem a um grupo. Clube de Roma e Fabian Society pertencem a outro e assim por diante. Exitem grupos mais fechados, que talvez nem conhecemos ainda. É tudo muito complexo e obscuro que não conseguimos definir um alvo. Pois ainda podemos citar na lista a ONU,
    os Bancos Mundiais, serviços secretos internacionais, sociedades secretas e quase-secretas, etc...

    O que existe em comum na maioria desses grupos são certas instituições por trás, certas famílias dinásticas de aristocratas e filantropos, que não ligam
    muito para patriotismo ou coisa parecida, ficam pulando de galho em galho, de grupo em grupo, a fim de obter mais poder e influencia, para aos poucos ir abrindo caminho para a nova ordem mundial ou governo global que são aliados. Algumas dessas famílias e grupos que conhecemos são os Rockefeller, os Rotschild, George Soros, etc...

    As pessoas mudam, os grupos são diferentes, os métodos são diferentes, mas o objetivo é o mesmo, o domínio e controle global.
    O que se deve ter em mente e nunca esquecer quando aparecem assuntos desse tipo é que o controle populacional e domínio global sempre foram os sonhos daquelas
    antigas famílias dinásticas que estão acima do sistema, todas estas coisas entram no joguinho de controle deles ha anos. Se estes assuntos estão surgindo cada
    dia mais é porque já foram discutidos no meio acadêmico por uns 30 anos, financiados por filantropos que são subordinados ás famílias dinásticas aristocratas.

    Pra tudo isso serrá preciso uma nova sociedade, de novos valores, uma nova religião (islâmica?) e uma inversão de condutas no que diz respeito a um novo código moral que
    substitua o velho.

    O objetivo principal é reduzir a população e criar o governo global.
    Para isso, serão necessárias muitas intervenções políticas, intelectuais e culturais.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo8.7.13


    Os palestinho têm usado sistematicamente as crianças como instigadores e ""bucha de canhão"", são sempre estes que estão lançando pedras, e estão na linha de frente..........já em gaza, o lançamento de foguetes se dá em áreas civis e densamente povoadas, esperando que a resposta atinga um numero elevado de vitimas para se passarem com coitados.............só haverá paz na região quando radicais de ambos os lados baixarem o topete e se sentarem em mesas de reuniões...........

    ResponderEliminar
  5. Anónimo8.7.13

    É um milagre a ONU levantar voz contra Israel, a mesma não fazia nem diante de abusos piores que estes.

    Já é alguma coisa...

    ResponderEliminar
  6. Marcelo Santana8.7.13

    Caro Anónimo, não li nada que se aproveite nos seus comentários as mesmas baboseiras típico de Evanjegues fundamentalistas, o mesmo Ctrl C + Ctrl V de sempre, quase vomitei quando citou Olavo de carvalho ( um lunático fundamentalista pago por sionistas para defecar bobagens pela boca ) que virou herói dos evanjegues.
    Em nenhum momento vi falar de religião no texto, mas na cabecinha de evangegues iguais a vc o problema e sempre religião ( dos outros pois a sua e uma maravilha ) né ?
    E sempre a mesma ladainha, a conspiração mundial contra o pseudo ‘povo escolhido” e esses podem tudo pois são protegidos por “deus” não e mesmo ?
    Vocês ( Evanjegues ) deveriam começar a pensar em algum outro argumento pois essa ladainha já está muito repetitiva, talvez não para os evanjegues semianalfabetos que vivem enchendo os bolsos de bandidos ( digo pastores ), mas para as pessoas bem informadas essa baboseira n cola mais.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo8.7.13

    Os membros do Povo Eleito untam suas cabeças
    com cinza em sinal de penitência, mas os Sacerdotes do Cordeiro agregam água benta à cinza para criar a lixívia do perdão de Jehová. Mas nada salvará ao Homem do Holocausto de Fogo e da Cinza e Lixívia do Juízo Final! Jehová advertiu há milênios contra os falsos Sacerdotes que empregam cinza do mesmo incenso para outorgar um falso perdão: somente a cinza humana constitui a "lixívia"que lava o Sinal Abominável. E Jehová prometeu converter em cinza aos falsos
    Sacerdotes que não respeitem o necessário Holocausto de Fogo! Repeti,Israel, as palavras de Jehová!
    O Rabino Benjamin repetiu no ato:
    - “Um Profeta chegou de Judá a Betel, por ordem de Jehová, quando Jeroboão estava de pé junto ao altar para queimar incenso, e começou a gritar contra o altar, por ordem de Jehová, dizendo: Altar!Altar! Assim fala Jehová: Nascerá na Casa de Davi um filho que se chamará Josias. Este sacrificará sobre ti os falsos Sacerdotes dos lugares altos, aos que queimam incenso sobre ti. Sobre ti, altar,
    queimará ossos humanos, e os ossos dos falsos Sacerdotes.
    Este é o sinal de que é Jehová quem fala: o altar se romperá, e se derramará a cinza que há nele”. (I Reis, 13,1).

    ResponderEliminar
  8. maria8.7.13

    Olá Max:uma sugestão de leitora antiga como eu. Institui um espaço para quem quer dizer o que quiser que o faça, e deixe o espaço dos comentários sobre o post para os comentários sobre o post. Facilita a discussão sobre o tema do post, sem deixar de colher amostra sobre o que vai pelas cabeças "pensantes".
    Agora, a cerca do post, que me parece oportuno.Os crimes do exército sionista contra as crianças palestinas são mais um exemplo do caminho desolador assumido pelos humanos, e exacerbado nas culturas que se reconhecem como civilizadas. As não civilizadas se aproximam mais do comportamento animal, ou seja, nunca se viu um animal destruir a cria da própria espécie, a não ser quando as limitações naturais obrigam em benefício do desenvolvimento de crias mais aptas. Só os homens civilizados isolam, torturam e matam os filhos da sua espécie. E depois me aparece uns humanóides desta civilização hipócrita a clamar contra a liberdade de uso que as fêmeas desta nossa espécie possam ter sobre seu próprio corpo!Abraços

    ResponderEliminar
  9. excelencia de escrita.pouco habitual em blogs.não quer publicar manual para se escrever bem e com rigor? muitos bloguistas melhoravam se tivessem dicas e o exemplo vivo lendo aqui.
    a noticia (euronews e &) sobre os ataques a policia da IM hoje exemplifica como medias anglosaxonicos/israel conseguem dizendo que o gato é branco ficarem todos com a sensação que deve ser preto. Refinamento com anos de pratica. o programa Tempora/GCHQ´s ingles passa ignorado na "grande" informaçao apesar de ser mais tenebroso e estar aqui dentro da UE

    ResponderEliminar
  10. Marcelo9.7.13

    Já que o anonimo não se manifestou até agora,serei obrigado a defendê-lo, pois vi que aqui ainda existem pessoas de má índole. Vejamos...

    Marcelo Santana,

    Muitos insultos, poucos argumentos, nenhuma refutação.Você já escreveu algum livro? Escreve artigos regularmente? Lê pelo menos 50 livros ao ano?

    Vou tentar fazer o mesmo que você, usando o mesmo pre-julgamento preconceituoso, desrespeitoso e arrogante:

    Deixa eu adivinhar, você odeia os EUA, é ateu, simpatiza com marxismo e esquerdismo e acha o sistema, ou o capitalismo opressor - culpado por tudo de ruim que acontece. Você é um militante pago por partidos de esquerda para se infiltrar em blogs. Você sofre uma doença mental chamada esquerdopatia e ainda não amadureceu desde a pré-adolescência. Odeia religião, acha que tudo é culpa dela e também acha que todos Precisa insultar e difamar qualquer um que tenha uma opinião contrária a sua e isso inclui filósofos e autores de livros, palestrantes que estudaram mais do que sua vida inteira. Faz um favor a todos aqui e vá expressar seu ódio e preconceito em outro lugar. Aqui é um lugar para pessoas de mente aberta, dispostas a aprender mesmo quando opiniões divergem.

    Não adianta, depois de eu estudar mais de 5 anos sobre globalismo,
    política e conspirações, depois de mudar várias vezes de lado e de mudar várias vezes minha opinião, continuo achando esta PALESTRA ou AULA abaixo, uma das melhores explicações de porque no Brasil, a mentalidade e a educação é tão atrasada quando se trata de conhecer e saber o que está acontecendo no mundo:

    https://www.youtube.com/watch?v=r8P3P1VX4CE

    ResponderEliminar
  11. Marcelo9.7.13

    Acabei cortando uma parte da frase no comentário acima sem querer, abaixo a descrição completa:

    "Odeia religião, acha que tudo é culpa dela e também acha que todos os religiosos são alienados. Acha que todos os os padres são corruptos e pedófilos e que vivem do dinheiro dos fiéis. Acha que a Igreja só se sustenta de mentiras e
    ainda acredita que o cristianismo foi criado para manipular as massas."

    Quanta infantilidade.

    ResponderEliminar
  12. Marcelo Santana9.7.13

    Caro "Marcelo" quer dizer então que quem critica os evanjegues sionistas e os pseudo "povo escolhido" é ateu, simpatiza com marxismo e esquerdismo ? Nossa achei que o texto do anônimo seria o imbecil que eu veria aqui mas vc se superou, com toda certeza sois mais um evanjegue fundamentalista que se sentiu ofendido com algumas verdades ditas n e mesmo ?
    Não fico nem surpreso com seu comentário pois chingar críticos de esquerdistas e típico de “evanjegues” ( parecem um bando de papagaios repetindo a mesma baboseira de sempre )
    Seu textinho e o velho Crtl C + Ctrl V de blogs evanjegues não merece nem ser levado em conta, e sempre a mesma historinha contra os críticos de sua seita ou do seu “deus” o pseudo ” povo escolhido”
    Não cara o cristianismo não foi criado para manipular as massas mais a sua seita sim, o mais engraçado e que vc mesmo diz que >>> mudou várias vezes de lado e de mudou várias vezes sua opinião <<< típico de evanjegues com titica de galinha na cabeça que se deixa levar não pelo razão, não pela verdade, não pelo que ele sente de certo ou errado mas sim pelas palavras de bandidos ( digo pastores ).
    Alguém que >> muda de opinião e lado varias vezes << chamar outro de infantil ? e pra rir ?
    Sinceramente cara vc e digno de pena.

    ResponderEliminar
  13. Marcelo9.7.13

    Marcelo Santana,
    parece que você á mais uma vítima do analfabetismo funcional.

    O que eu quis demonstrar no comentário foi justamente o "pré-julgamento". Justamente o modo de julgar que você tinha exposto antes eu quis demonstrar no comentário de propósito. Alias está escrito ali não? Vejamos:

    "Vou tentar fazer o mesmo que você, usando o mesmo pre-julgamento preconceituoso, desrespeitoso e arrogante"

    Eu fui preconceituoso e pre-julguei propositalmente, para você provar do próprio remédio e ver como isso é ruim.

    Os marxistas ou melhor, os neo marxistas, que incluem os ativistas lgbts, feministas e ateístas, militantes e suas ideias liberais podem interferir livremente na sociedade com seus discursos inflamados cheios da razão. Mas quando um conservador fala, automaticamente ele é tratado como um ser retrogrado, atrasado, alienado e preconceituoso. Se eu vivo numa democracia, quero as duas vozes sendo ouvidas e não uma tentando calar a outra como normalmente estes grupos de esquerda fazem, ou resumindo, se um religioso não pode discutir ou influenciar na política, um ateu também não deveria, muito menos um ateu marxista. A esquerda chama qualquer um (liberal, conservador, libertário... etc) de fascista,
    pois é o que eles aprendem em suas doutrinações, não sabem distinguir e tentam demonizar.

    Você me julga evangélico sem saber nada sobre mim. Saiba que meu caminho é em busca da verdade e meu princípio é a dúvida. Sou agnóstico simpatizante com o cristianismo, pois fui criado em uma sociedade cristã. A existência de Deus não pode ser provada, assim como sua não existência. Será que, então não seria também um exercício de fé tentar negar esta existência? Prefiro sempre ir pelo caminho da dúvida do que ficar me influenciando por "opiniões" tendenciosas. As religiões que nos deram todo censo de bem e mal e através disso um conceito de moralidade que nos fez sobreviver como sociedade e civilização. Sem noções de bem, mal e moral iriamos se auto-destruir e não teríamos um entendimento adequado do que é certo e errado.

    Saiba que o marxismo sim, este foi criado para manipular as grandes massas, está mais que provado, alem de sua teoria que também foi mais de mil vezes refutada. Se quiser eu busco alguns artigos, livros, citações e trechos e coloco aqui para você estudar um pouco.

    ResponderEliminar
  14. Anónimo10.7.13

    Cuidado Marcelo, não existe movimento que seja mais Sionista que o próprio Comunismo, Marxismo...

    ResponderEliminar
  15. Marcelo10.7.13

    Anónimo,
    obrigado pelo aviso.

    Com certeza é válido, pois assim como acontece com o islamismo, o sionismo também é usado e também usa e se aproveita de outros movimentos.

    Que fique claro que existem 2 vertentes judaicas. Ou melhor, na verdade Sionismo NÃO é judaísmo.

    O atual Governo de Israel não é um governo judeu, é Sionista.
    Askhenazi (Asquenaze)

    Estou ciente de que muitos globalistas são sionistas. Saiba que estes mesmos sionistas são os mesmos que querem controlar Israel e já o fazem. São os mesmos envolvidos em esquemas revolucionários em massa e são os mesmos por trás de objetivos para implantar um governo global. Sim conheço este tipo, como conheço seus aliados, adeptos de outros movimentos e outras vertentes.



    ResponderEliminar
  16. Anónimo10.7.13

    O comunismo e obra judaica e a atual onda gayzista e financiada pela elite judaica americana.
    Enquanto vocês discutem essa baboseira, comunismo x capitalismo, eles riem da cara de vocês, cidadãos de segunda classe.
    Sou cristão católico desde o dia que nasci, pois nasci em uma família católica, mas não e por isso que, por motivo de crença religiosa, vou fechar os olhos para a barbárie cometida pelo um povo que se diz “eleitos” . Se diz, apenas isso, pois a própria bíblia diz que deus não faz acepção de pessoas.

    ResponderEliminar
  17. Pessoal,
    não briguem por besteiras, prestem atenção aos fatos e aos financiamentos, quem tem o rabo preso em que grupo pertence, etc, etc...

    O vídeo que o Marcelo sugeriu é um divisor de águas, extremamente importante, mesmo para os mais fechados, recomendo, não façam julgamentos antes de ver por completo.

    abraços.

    ResponderEliminar
  18. Chaplin10.7.13

    Expurgar maniqueísmos, diversionismos e reducionismos é obra para poucos mesmo. É tão fácil observar o funcionamento de quem domina e busca o poder pelo poder, e de quem faz a função de pseudo-oposição. Alguém fez um comentário de que a ONU é um poder paralelo do sionismo. Falso. A ONU, criada pós segunda guerra, é a sucesso da Liga das Nações criada imediatamente após a primeira guerra tendo como principal objetivo, assim como sua "herdeira",administrar, expandir e controlar o próprio sionismo, diferem apenas em suas abrangências.

    ResponderEliminar
  19. Anónimo10.7.13

    Exatamente, Marcelo.

    Comunismo/Marxismo são movimentos Sionistas que buscam efetivar o controle global. Basta estudar a simbologia contida nessas ideologias e quem as encabeçou e mais importante ainda, quem as financiou.

    "O Novo alvorecer"
    "A Internacional"

    Concordo que Sionismo não é Judaísmo, ou se pudermos afirmar, o Sionismo é o Judaísmo secular.

    Theodor Herzl, um dos principais ícones Sionistas, sempre afirmou que sem os Judeus o movimento fracassaria e de lá para cá vem usando os mesmos para efetivar o Sionismo.

    Os Sionistas atuam, assim como consta no Hino da Internacional:

    "Façamos nós por nossas mãos tudo que a nós nos diz respeito"

    Para eles o Messias são os próprios Judeus e que ao invés de esperar pela intervenção Divina acreditam que cabem aos próprios Judeus exercerem a posição que lhes pertencem segundo suas convicções religiosas.

    'O Grande Israel' está incluído nesses planos.

    "E dou-lhes a terra onde eles semearam suas sementes, desde o rio do Egito até o grande rio de Eufrates" (Gênesis 15:18)

    A Hegemonia Judaica defendida pelos Sionistas também se encontra entre os próprios Judeus, a diferença é que uns aguardam a vinda do Messias para efetiva-la e outro grupo (Sionistas) fazem acontecer.




    ResponderEliminar
  20. Anónimo11.7.13

    "Direitos Humanos e a desumanização coletiva"

    O pior cego é aquele que não quer enxergar, ou melhor, o ignorante.

    https://www.youtube.com/watch?v=RqTTChtOXZ0

    Este video tem a proposta de desmontar a farsa dos Direitos Humanos e os frágeis subterfúgios de seus defensores politicamente corretos.

    ResponderEliminar
  21. A ONU deveria ser extinta para o bem da humanidade.

    ResponderEliminar
  22. Anónimo11.7.13

    Ah!
    E a propósito Max.
    Não seria má ideia um artigo acerca da revolução cultural e mental de Mao Tse Tung. Pouco se vê de informações qui no Brasil sobre este ser, que foi nada menos do que o maior genocida de toda história. Pouca gente sabe alguma cosia dele aqui, nas escolas não ensinam muita coisa, passa batido, quando na verdade deveria ser tão abominável quanto foi Hitler e seu nazismo.

    Só tome cuidado com as fontes, de onde tira as informações, pois como todo ditador, ele tem seus admiradores.

    ResponderEliminar
  23. Marcelo11.7.13

    Anonimo, a maioria dos ditadores surgiram com um discurso e com objetivos de criar um mundo melhor, acreditavam nisso e acreditavam que estavam certos. Deu no que deu, milhões de mortes, desgraça, genocídio em massa, revoluções comportamentais de engenharia social e lavagens cerebrais.

    "SE VOCÊ COMBATER IMPIEDOSAMENTE AS FORÇAS DA DECADÊNCIA, DA CORRUPÇÃO, DA MENTIRA, O RESTO A SOCIEDADE FAZ POR SI."
    "O bem é por sua própria natureza expansivo e criativo. O bem não precisa ser planejado! Não precisa ter a 'gerência geral do bem'. O bem está em todo coração humano. As pessoas vivem tendo ideias maravilhosas. As pessoas dizem: o que nós temos que fazer para melhorar a economia brasileira? Não sei! O que devemos fazer para melhorar a educação no Brasil? Não sei! O que devemos fazer pela saúde pública? Não sei! O que devemos fazer? Devemos tirar do cenário os seus inimigos. O resto, deixa que o povo tenha a sua iniciativa, e todo mundo saberá ter a sua ideia boa e lutar por ela: cada um no seu campo. No Brasil dos anos 1980, 50% da economia nacional era economia informal. Era firma que não tinha registro. Era a mulher que fazia bolo pra vender pras vizinhas... O sujeito que tinha uma oficininha informal... Isso aí estava sustentando o Brasil, era metade da economia brasileira. Daí vem o governo e começa a querer controlar tudo. Pra que controlar se está funcionando? 'Ah, mas tem que pagar imposto...' Tem que pagar imposto pra quê? Pra alimentar o governo que vai paralisar tudo? É exatamente isso que está acontecendo. Felizmente, o brasileiro inventa novas e novas maneiras de burlar a fiscalização e continuar trabalhando honestamente. Até o advento da modernidade, ninguém jamais pensou em sociedade melhor. Ninguém pensou. Porque todo mundo sabia, por instinto, que a sociedade resulta de milhões de iniciativas que ninguém controla. Então, as pessoas tratavam de enfrentar os males que estavam ao seu alcance, sem ter nenhuma concepção global duma sociedade melhor. Agora, depois que veio o movimento revolucionário, até os inimigos dele querem ter uma concepção duma sociedade melhor. Eu não acredito nessa história de 'Nós queremos montar uma sociedade virtuosa'. Isso aí é uma bobagem, uma bobajada! O nível da convivência social não depende de você ter nenhuma concepção da sociedade; não depende de você ter nenhum plano de sociedade virtuosa; não depende sequer de você ter ideais. Depende só de uma coisa: depende de você atuar contra as forças corruptoras que destroem a sociedade. Por exemplo: você pega aí a polícia. Para que existe a polícia? A polícia existe para combater o crime. Ela não vai fomentar os bons costumes por quê? Porque os bons costumes são normais, eles não precisam ser fomentados. Se você eliminar, se você combater impiedosamente as forças da decadência, da corrupção, da mentira, o resto a sociedade faz por si. Então ter uma concepção integral da sociedade, boa e virtuosa, é perda de tempo. Só precisa combater o crime e a mentalidade revolucionária. É só isto! Você não precisa ter belos planos para a economia, você não precisa ter belos planos para a educação, para nada. É só deixar que a sociedade tenha a sua iniciativa; e as pessoas que têm poder e influência que tratem de combater o mal."

    Princípio da liberdade - não é necessário impor nada, é preciso combater justamente o que está contra os valores clássicos da liberdade e do indivíduo.

    ResponderEliminar
  24. Anónimo11.7.13

    O que acontece é que grande parte dos poderosos são ou foram judeus. O próprio porco do Marx era um judeu. Judeu este que odiava e desprezava os valores clássicos individuais e judaico-cristãos.

    Assim como Marx, inúmeros outros judeus são anti-semitas e odeiam os valores defendidos pela clássica moral cristã. A dinastia Rothschild, de fato, é outro exemplo, assim como os supostos criadores dos Protocolos de Sião, também eram Judeus mas defendiam tudo aquilo que era contra a ética cristã em si. A própria teoria original Illuminati, da "Tese x Antítese = Síntese" dizia que seus idealizadores pertenciam a uma seita expulsa da sociedade dos jesuítas.

    Tudo se resume a uma revolta contra o cristianismo e seus valores éticos e morais. Querem acabar com tais valores, introduzindo novos através de engenharias sociais e revoluções. Aos poucos, novas religiões vem aparecendo para preencher os antigos valores tradicionais, religiões como a Nova Era, os Tecno-deuses, Cientologia, Teoria Gaia, etc, etc... Ao fim, depois da lavagem cerebral anticristã, concluíram que é necessário a implantação de uma religião mundial universal, que preencha as lacunas e mistérios que a ciência não consegue responder, não sabemos ainda que religião será esta, mas algumas experiências estão surgindo ao longo do tempo, como citei acima.

    abraços.

    ResponderEliminar
  25. Anónimo12.7.13

    Querem criar uma sociedade igualitária. Sociedade essa, baseada em ordens de terceiros que em nada são iguais a nós. Querem igualar um cidadão de bem com um criminoso, igualar negro e o branco, igualar quem trabalha e quem não trabalha. Cada ser humano é diferente do outro, cada indivíduo possui seus defeitos, seus sonhos, sua liberdade de escolha, sua história, suas qualidades, seus princípios, seu caminho e período de aprendizado. O que realmente importa é saber respeitar as diferenças e saber conviver com elas, a natureza não é igualitária e nunca será, o mundo não é perfeito e também nunca será, sociedade perfeita não existe, as diferenças existem para aprendermos a lidar com elas. É inútil e perigoso tentar igualar tudo. Não adianta querer padronizar a sociedade, o mundo não é padronizado embora seja esse um objetivo de alguns a longo prazo. Querem projetar uma nova sociedade quebrando valores que deram certo, fazendo engenharias sociais e comportamentais através de revoluções culturais. Tudo por meio de imposições sem consulta da maioria da população. Ta na hora do pessoal acordar pra real e começar a questionar de onde vem tudo que é nos apresentado, que grupo financia quem, para onde vai o dinheiro, quem tem o rabo preso.

    A ONU e seu projeto de DIREITOS HUMANOS são entidades criminosas assim como muitas outras que estão provocando verdadeiras revoluções comportamentais em nossa sociedade.

    ResponderEliminar
  26. Pra quem se interessar:

    Cadernos da Liberdade - Uma visão do mundo diferente do senso comum modificado -

    http://pt.scribd.com/doc/118712324/Sergio-Augusto-de-Avellar-Coutinho-Cadernos-da-Liberdade-Uma-visao-do-mundo-diferente-do-senso-comum-modificado


    Perceber o óbvio é mais difícil que ser enganado com uma fantasia.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...