09 dezembro 2013

Insólito: as Rodas de Pedra

São consideradas pelos arqueólogos como a versão medi-oriental das Linhas de Nazca, os famosos pictogramas gigantes desenhados no chão no deserto do Peru.

Os arqueólogos envolvidos no estudo definem estas estruturas circulares Wheels of Stone, as Rodas de Pedra: são milhares e têm uma grande variedade de modelos, com uma coisa em comum: os raios que partem do centro da figura.

Agora, com a ajuda de fotografias aéreas e do mapeamento satelitar realizado na Jordânia, os pesquisadores recebem novas informações sobre estas formações misteriosas, que parecem ter uma origem muito antiga.

David Kennedy, coordenador da pesquisa e professor de História Antiga da Universidade da Austrália Ocidental:
As estruturas de pedra que estamos a observar na Jordânia são muito mais numerosas, muito maiores em tamanho e muito mais velhas do que as Linhas de Nazca.
O estudo de Kennedy revela que estas rodas formar uma grande variedade de estruturas que ocupam um amplo território e que são compostas de paredes e outros elementos sem uma qualquer aparente função prática.

A única maneira de observar as rodas é através de fotografias aéreas ou com Google Earth, pois são praticamente invisíveis a partir do solo:
Por milhares de anos, as caravanas de homens atravessaram estas terras sem ter conhecimento da existência dessas estruturas.
A equipa de estudo está perplexa sobre o uso das rodas. O problema é que nenhuma delas até agora tem sido objecto de escavação, o que faz com que seja muito complicado compreender o propósito para o qual foram realizadas.

A partir do estudo de imagens, os arqueólogos especulam que podemos lidar com casas antigas ou cemitérios, mas segundo Kennedy nenhuma dessas hipóteses é convincente:
Estamos perante estruturas que foram construídas ao longo de centenas de anos, por isso deve haver alguma tradição cultural que levou as pessoas a erigir essas estranhas estruturas circulares.
A falta de escavação também torna problemática a posição cronológica das estruturas. Algumas delas parecem remontar aos tempos pré-históricos, com uma data que vai até 9000 anos atrás, enquanto as mais novas poderia ter sido construídas 2000 anos atrás.

Mas, segundo o professor Kennedy, a pergunta mais intrigante permanece ligada à real função destas curiosas rodas:
O verdadeiro mistério é: serviam para quê? E, acima de tudo, que as construiu?


Ipse dixit.

Fontes: Il Navigatore Curioso

1 comentário:

  1. Olá Max

    Já vistes as marcas deixadas próximo a Maputo? foram datadas em 160.000 anos, mas são definitivamente construídas por seres com inteligência... pesquise algo sobre Machadodorp, Waterfal, Badplaas e Carolina a oeste de Maputo: http://zechariasitchinstudies.weebly.com/anunnaki-structures.html

    ( Para ver o número eo alcance destas ruínas, sugiro que você use google-earth e comece com as seguintes coordenadas: Carolina - 25 55 '53.28 "S / 30 16' 13.13" E Badplaas - 25 47 '33.45 "S / 30 40 '38.76 "E Waterval - 25 38 '07.82 "S / 30 21' 18.79" E Machadodorp - 25 39 '22.42 "S / 30 17' 03.25" E )

    Mas, por favor, deixa os "anunnakis" fora dessa conversa. Alguém sem dúvida minerou ouro nesse perímetro, mas ninguém pode afirmar que foram estes seres.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...