11 maio 2014

Eurotristeza 2014

O Eurofestival da canção.
Informação Incorrecta trata de música também?
Informação Incorrecta trata de tudo: Música, História, Economia, Jardinagem e Manutenção das Caldeias também.

O Eurofestival, em teoria, deveria ser o melhor da música europeia: na verdade é uma manifestação desgraçada, na qual participam artistas que, caso contrário, nunca teriam uma ocasião para ser vistos fora dos confins dos seus Países (e às vezes dos bairros).

Quem ganhou?
Ora bem. O vencedor é este/esta, Conchita Wurst, da Áustria:


Epá, pessoal, eu já não sei que dizer...
Além de fazer um pouco de impressão, acho que estamos a exagerar um bocado, não é?
Sim, tá bom, o "diverso", os prejuízos, a integração e tudo o resto. Todas coisas sacrossantas, que não estão minimamente em discussão.

Se calhar estou a ficar velho, não sei: mas estas coisas têm em mim um efeito que é o contrário do desejado. Uma pessoa como eu, que até pouco tempo atrás considerava a homossexualidade como facto privado e por isso normal e não censurável, agora começa a ter uma reacção alérgica. É feio dizer isso, e custa-me, mas estas coisas têm a capacidade de afastar-me cada vez mais da causa gay.

Sei que é um erro ter estes sentimentos, pois estamos perante a espectacularização (exploração) da homossexualidade, mas pergunto: os homossexuais não podem viver a sua própria sexualidade de forma normal? Em privado? Eu sou heterossexual, mas não vou na rua com uma imagem da vagina impressa na t-shirt, não atiro continuamente para a cara dos outros o facto de gostar de mulheres. Porquê será?

Custa tanto viver a sexualidade com o/a próprio/a partner, sem tornar isso um assunto nacional? Porque depois os resultados são até parodisticos: uma vez as mulheres barbudas eram um dos pontos altos do Circo Barnum, hoje ganham o Eurofestival. Não pelo facto de ser barbudas (afinal este/a é um travesti), mas porque são "o diverso" e, como tal, devem ser glorificados.

E tudo em detrimento de canções que mereciam mais (isso tem um nome: discriminação).
A concorrente da Espanha, Ruth Lorenço, tinha uma boa canção e uma grande voz. Mas é uma mulher, não um gay. E nem a concorrente italiana era tão mal: Emma Marrone tem uma boa voz e um pop-rock agradável. Mas não tem barba.

Bom, não vale a pena, já falámos disso. Então, dado que é Domingo, dia de fiesta na aldeia, eis o Topo do Topo do Topo segundo Informação Incorrecta (psssst: lembrem que é pop, nada mais do que isso! A música boa, mas boa mesmo, mora em outros lugares).

1º lugar:
Portugal : Suzy - Eu quero ser tua


Porque é precisa muita coragem para apresentar uma canção tão estúpida, tão básica, tão foleira, tão já ouvida, uma pimbalhada anormal como o gajo que a escreveu (Emanuel) e a Suzy, cujas dotes canoras (medianas e nada mais) são evidentemente compensadas por outras menos visíveis.

É possível imaginar algo pior? Sim, mas é precisa uma boa dose de empenho e concentração.

2º lugar:
Finlândia: Softengine - Something Better

 

E que raio! Algo fresco, não particularmente original mas vivo: um pop-punk bem feito.

3º lugar:
Espanha: Ruth Lorenço - Dancing in the Rain


Definitivamente não é o meu género, mas a espanhola Ruth tem boa voz.

4º lugar:
Arménia: Aram MP3 - Not Alone


Tirem os violinos, substituam com um teclado e eis uma grande canção. O gajo não tem uma grande extensão, mas a voz é potente.

5º lugar:
Italia: Emma Marrone - La mia cittá


Gosto do facto de Emma ser também a autora da canção. O vídeo é que poderia ser melhor.

Seja como for, a maioria das músicas são de qualidade médio-baixa: isso explica também a escassa popularidade da manifestação, quem quiser ouvir boa música não vê o Eurofestival.
Pena, poderia ser uma boa ocasião.

No próximo Eurofestival: Max com saia, barba, collant de rede (para mostrar os pelos das pernas) e charuto acompanhado por Leo, o cão sado-maso. O primeiro lugar é meu.


Ipse dixit.

6 comentários:

  1. Mulher barbada! Como já disseram: Arrependei-vos, o fimn está próximo. . .

    ResponderEliminar
  2. Febre na websfera.
    Vim até aqui, para lhe desejar um Dia das Mães, com alegria. ( domingo - 11/05 ).
    Independente, de ser ou não, um tempo de saudade ( é o meu caso ). Os meus desejos de saúde e paz.
    Abraços.
    Estou lhe deixando um...

    CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com

    ResponderEliminar
  3. Anónimo11.5.14

    Fui ao youtube ver o video vencedor e ... minha Nossa Senhora dos Arrepios.

    Já que o assunto são barbas e musica, prefiro este que vai no link abaixo. Tem barbas e sabe tocar.
    Esteve em Almada há meio ano atrás sem eu saber. Com muita pena minha não fui ao concerto.

    Estas Tonne:
    http://www.youtube.com/watch?v=7gphiFVVtUI

    abraço
    Krowler

    ResponderEliminar
  4. Anónimo11.5.14

    Deixo o link das canções que foram à grande final e cantadas ao vivo.

    https://www.youtube.com/watch?v=5PQJI-3LW-8&list=PLmWYEDTNOGUJEiWcqR2Vd45tssFlTnrjo

    ResponderEliminar
  5. Daniel Garcia15.5.14

    Isto faz parte da New Age, promocao da homossexualidade.

    Brevemente teremos promocao da pedofilia e tal como a homossexualidade eles defenderao-se dizendo que merecem direitos

    assim como as mulheres dizem que teem direito a abortar.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo15.5.14

    vejamos, o que é que as paradas gay fazem à Homossexualidade que não seja criar uma má imagem dos Homossexuais na sociedade associando todos os palhaços que fazem parte dessas paradas gays com os Homossexuais? Dividem ainda mais as pessoas, afastam ainda mais as pessoas do sentimento de respeito que podem e devem ter para com as diferenças uns dos outros! Na realidade, as paradas gays e todos esses espalhafatos de rituais carnavalescos, modas, shows, e sensacionalismos nada têm a ver com a Homossexualidade e em nada a representam, apenas servem para denegrir a própria Homossexualidade!
    O problema da Homossexualidade, não são os Homossexuais, o problema da Homossexualidade é o que querem fazer com ela! O principal objectivo da propaganda gay não é nem nunca foi defender a Homossexualidade, muito pelo contrário! O objectivo da propaganda gay, especialmente nas crianças, é inverter os princípios e valores Familiares! O alvo é a destruição da Família! Como tenho vindo a dar especial ênfase a este assunto noutros artigos anteriores!

    Eles não querem saber dos Homossexuais para nada! Eles usam a Homossexualidade como um meio para atingir a Família e especialmente a Mulher, o Ser-Humano sem o qual a Família não é possível existir, o único Ser capaz de Gerar Vida no seu Ventre!

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...