18 junho 2014

Dicas: como proteger uma criança na escola

Nos Estados Unidos, temos um assalto armado nas escolas um dia sim e o outro também.

E, claro, não é pelo facto de que levar armas consigo seja considerado um direito. Nada disso.

São todos agentes do programa MKUltra, dos Illuminati, que querem tirar as armas aos pobres cidadãos e deixa-los indefesos.

Doutro lado, sabemos também que os mortos nos acidentes rodoviários não são causados pelos automobilistas que conduzem como idiotas, são as autoridades que utilizam os agentes do programa BPSuper para resolver o problema do trânsito.

Estabelecido e acreditado nisso, não admira que, em vez de cortar o problema pela raiz tirando as armas aos débeis de mente, as soluções encontradas sejam outras. E que as mesmas possam dar dinheiro. Estamos ou não nos Estados Unidos?


A mochila: à prova de bala!
Tinha que ser encontrada uma solução alternativa. E ela existe. 

Graças à intuição brilhante de um empreendedor, Mr. Burke da Blocker Bullet do Massachusetts, foi finalmente colocada no mercado a mochila à prova de balas.

Para dizer a verdade, é preciso lembrar que após o massacre de Columbine, tal Joe Curran tinha preparado duas lindas mochilas blindadas para os seus filhos; mas a Blocker Bullet é o primeiro caso de produção em grande escala.
E escusado será dizer que as vendas registaram um verdadeiro boom... ou talvez bang...vamos dizer que venderam muito bem.

A mochila é uma excelente ideia para o próximo Natal. Pelo menos, para todos aqueles alunos que no próximo Natal ainda estarão vivos.

E fique descansado o Leitor: há diferentes padrões e materiais, não desejamos por aqui uma sociedade comunista, todos da mesma cor.

No entanto, se o Leitor achar a mochila insuficiente, também está disponível a camisola blindada, com integrado o capuz para ser seguro e na onda. O Leitor é um pai terrivelmente ansioso? Ok, então, no interior da mochila pode pôr o kit de sobrevivência, uns míseros 399 Dólares. Assim, o puto estará protegido pela camisola blindada, pela mochila blindada e poderá também extrair a bala da sua perna enquanto espera a chegada dos reforços, tipo pequeno Rambo.

Camisolas: à prova de bala!
Ainda mais? Leitor quer ainda mais?
Então vamos para o próximo nível: as armas para crianças.

Se um homem podes ir com uma caçadeira, porque uma criança não pode ter a sua caçadeirinha? Há a Segunda Emenda, excluir os mais pequenos seria racismo.

E se a criança for assaltada por um pedófilo? E se frequentar a Igreja, que depois é a mesma coisa?

A Marlin produz o que faz ao caso nosso. O modelo 915Y caçadeira de carregamento lateral, uma calibre 22, tem um revestimento azulado com partes em madeira de nogueira e um acabamento Mar-Shield®, uma pequena maravilha.

Não cabe na mochila? Ah, isso não, é verdade... então que tal uma Smith & Wesson M&P 9mm? Não é uma arma para crianças? Não, não é, mas como informa a página Human Events no artigo
Five Best Youth Guns For Christmas ("As melhores cinco armas para jovens no Natal"):
De certeza pode ser. Meu filho de 14 anos atira o tempo todo [...]. As suas mãos são menores do que as minhas, mas a M&P dispõe de 3 três apertos substituíveis de pequeno, médio e grande porte. Como uma pistola de grande estrutura, esta é uma arma de fogo que os seus filhos adolescentes vão adorar para disparar.
Custa menos de 500 Dólares e cabe comodamente na mochila, ao lado do kit de sobrevivência.
Marlin 915Y (Esq.) e Smith& Wesson M&P 9mm. (Dir.)


Como diz o simpático Obama: "Somos o único entre os países desenvolvidos do planeta onde isso acontece". Verdade: e é também o único dos Países ocidentais que aparece na top 10 dos Países com mais homicídios no mundo. Mas não é por causa das armas serem livres, não se deixe enganar o Leitor, são todos agente do MKUltra.

Cuecas: à prova de bala!
Em vez que pensar nisso, porque não falar com os responsáveis da escola para tomar algumas medidas preventivas? Porque temos a mochila blindada, a camisola blindada, o kit de sobrevivência, a Smith& Wesson, mas a escola o que faz?

Robert Scott, da Armour Wear, oferece coberturas à prova de bala, úteis para revestir as prateleiras ou para ser utilizadas como pequenos tapetes para o exercício físico. Multiusos, leves e funcionais.

A propósito de exercício físico: e se o vosso filho estiver longe da mochila, empenhado no ginásio da escola? Calma, temos remédio: cuecas à prova de balas, que não evitam um tiro na cabeça mas, aos menos, protegem as partes mais valiosas do puto.

Pronto, nós fizemos o nosso trabalho, agora é o Leitor que escolhe. Concluímos apenas com o profundo pensamento de Samuel Wurzelbacher, activista conservador que, respondendo às palavras dum pai cujo filho foi morto num dos tantos massacres escolares, disse:
As vossas crianças mortas não travarão os meus direitos constitucionais.
Muito macho, muito americano. Chapéu.


Ipse dixit.

Fontes: Wikipedia, Human Events, Marlin, Bullet Blocker, Cricket, Huffington Post, Armour Wear

7 comentários:

  1. Anónimo18.6.14

    Se a coisa correr bem, pode ser que com tantas armas espalhadas, um dia se matem todos uns aos outros. O mundo ficava diferente. Disso tenho a certeza.

    Krowler

    ResponderEliminar
  2. se americanos estão com dificuldades em seus negócios de armamentos no exterior então o jeito é ganhar grana na América mesmo...

    ResponderEliminar
  3. Olá Max: esqueceram de fazer um chapéu blindado para proteger cabeças tão iluminadas. Mas o mais fundamental foi encontrar uma maneira de proteger as partes mais importantes de papais e mamães para garantir a perpetuação de variedade tão nobre da espécie humana.Abraços

    ResponderEliminar
  4. ... fala-se de armas... crimes... crianças... biberões á prova de bala... fraldas-metradadoras... assassinados... tudo pelos EUA... e mais armas... e é por todo o lado... acho que vou até aproveitar a próxima promoção... compre uma bala e receba um litro de leite... ou é arroz por facas... já nem lembro bem... e agora mochilas á prova de bala... aconteceu alguma coisa e eu não reparei... deve ter começado uma guerra lá nos EUA... eles são loucos... devem ser os bancos... e os capitalistas... e alguns padres, claro!!! registo a preocupação aqui no blog... vou saber se o meu irmão que vive nos E.U.A. ainda estará vivo... com esta mortandade em curso... e os EUA no TOP10... claro... e eu bem avisei... só vale a pena se forem coisas boas... TOP10 dos crimes... que chatice... mas antes vou á wikipédia em http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_intentional_homicide_rate quero perceber a escala desta catastrofe... e a wikipédia... com base em numeros da ONU...em mortos por 100.000 Habitantes... em 2012 ... EUA 5, Russia 9, Angola 10, Mocambique 12.5, México 20, Brasil 25, Colombia 30, Jamaica 40, Venezuela 50, e afinal... tantas armas em tanto lado... tanta preocupação com os EUA... e afinal... eles estão é muito bem... as armas são más na mão dos maus... e os maus não as entregam... as leis de certeza tiram as armas aos inocentes... e aos maus tira aos melhores... e não são palhaçadas de mochilas que alteram isto... nem qualquer TOP10... talvez devesse haver outras leis... se eu fosse cidadão de lá preocupava-me... avaliando os numeros... parei de me preocupar... se eles nos EUA gostam... quem sou eu para me meter...

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...