16 junho 2014

Insólito: Band of Holes


Pensar no Peru e em algo insólito significa: Nazca, com o seu conjunto de geoglifos localizados em pleno deserto e designados como Património Mundial pela UNESCO em 1994.

Pode haver alguma coisa ainda mais insólita? Pode.

Cerca de 220 quilómetros mais a Norte, no mesmo planalto onde surge Nazca, há uma estrutura artificial muito curiosa, cujos construtores são desconhecidos, tais como as suas finalidades.


Band of Holes

O nome inglês diz tudo: "Banda de Buracos". E basicamente é isso: um conjunto de buracos.

A particularidade está no facto destes buracos estarem dispostos geometricamente e de estenderem-se ininterruptamente ao longo de várias milhas.

Perto do Val de Pisco, numa planície chamada Cajamarquilla, existem milhares de buracos escavados na rocha dura, colocados de forma linear ao longo dum terreno irregular. Ninguém faz ideia de quem os cavou ou da razão pela qual foram feitos.

Até a existência da Band of Holes foi notada só quando a área começou a ser observada do céu.

No total, existem mais de 7.000 buracos, escavados de forma regular numa faixa de terreno com orientação Norte-Sul: podem ter uma profundidade que varia de alguns centímetros até 2 metros. Algumas secções apresentam buracos com uma precisão rígida e perfeita. A extensão da estrutura, que parte do fundo do vale e segue a encosta dum monte, ultrapassa o quilómetro.

Por quem e porque foram feitos este buracos?
Como afirmado: não há respostas.

Os arqueólogos convencionais têm tentado explicar de todas as formas possíveis a faixa, mas sem muito sucesso.

Alguns sugerem que os buracos servem para preservar o trigo. Mas havia outras maneiras de guardar as colheitas, muito mais simples; e nenhum resto de trigo foi encontrado.

Outros sugerem umas possíveis sepulturas vertical. Mas também neste caso nada de ossos, artefactos, restos, inscrições ou jóias. E não há sinais de coberturas nem de algo que pudesse identificar os ocupantes.

Erich von Daniken, um dos pioneiros da Teoria antigo astronauta, inspeccionou pessoalmente o local há alguns anos e no seu relatório mostra que a Band of Holes é uma sequência de oito furos que ocupam 24 metros de largura; procedia do fundo do Vale de Pisco, subindo a encosta duma montanha, até desaparecer.

Segundo von Daniken, a sequência faz lembrar os traços deixados por algum tipo de máquinas de mineração, equipamentos usados para mover-se ao longo do terreno metodicamente,  para testar a geologia do local.

Mas é claro que estamos perante hipóteses não sufragadas por algumas provas, como as anteriores. 

É interessante notar que, na parte do território que fica a leste da faixa de buracos, existem formações semelhantes a ruínas, como se aí tivesse havido um antigo assentamento.



A distância é mínima: poucas centenas de metros entre a Band of Holes e as supostas ruínas. Mas, por enquanto, isso é tudo o que pode ser dito acerca destes misteriosos lugares.

A Band of Holes é visível nas mapas de Google Earth, mas a resolução é melhor nos mapas da Microsoft, no portal Bing. Em ambos os casos, as coordenadas são as seguintes:
de 13° 42′ 59.9″ S, 75° 52′ 28.46″ W para 13° 42′ 20″ S, 75° 52′ 28.46″ W

As alegadas ruínas são visíveis nestas coordenadas:
13° 42′ 36.80″ S , 75° 51′ 4.07″ W


Ipse dixit.

Fontes: Il Navigatore Curioso, World Mysteries

1 comentário:

  1. Anónimo16.6.14

    Que legal, estas coisas me fazem pensar quantas civilizações já pode ter tido a raça humana e a quantos cataclismas temos resistido aqui, quantas vezes já podemos ter chego próximo a extinção?

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...