20 julho 2014

Ayelet, o anjo da morte

A parlamentar israelita Ayelet Shaked chamou de "terroristas" todos os palestinianos e realçou como
todas as "mães palestinianas" deveriam ser mortas durante um ataque na Faixa de Gaza.

Shaked não representa todo o parlamento israelita, como é óbvio, mas faz parte dele, militando na Casa Hebraica, um partido político-religioso sionista. O problema é que este partido faz parte do governo.

Como o descendente do Partido Nacional Religioso, a Casa Hebraica está disposta a cooperar com os outros partidos mas sem abdicar dos seus objectivo: criar um sistema de governo regido pela lei judaica. Na prática, é a contrapartida hebraica dos movimentos muçulmanos que tencionam estabelecer governos religiosos nos Países onde domina o Islão.

Os membros da Casa Hebraica aderem à crença de que os judeus são divinamente destinados a manter o controle sobre a terra de israel e muitos entre os membros têm tomado a iniciativa na criação dos assentamentos israelitas em territórios palestinianos.
Ao longo de muitos anos, esta comunidade tem sido politicamente fracturada e fraca, todavia, durante as eleições de 2013, o partido apelou aos eleitores tanto religiosos quanto seculares; e o líder Naftali Bennett, milionário da alta tecnologia (Soluto, Seguros RSA) tem conquistado votos com a promessa de "aliviar a carga" na classe média em termos de trabalho e impostos.

E aqui entra em cena a simpática Ayelet Shaked:
Eles devem morrer e as suas casas que sejam demolidas, para que possam trazer à tona outros terroristas. Eles são todos nossos inimigos e o sangue deles será derramado nas nossas mãos. Isso vale também para as mães dos terroristas mortos.
Um convite para o genocídio, portanto, comentado também pelo Primeiro-Ministro turco, Recep Tayyip Erdogan:
Qual é a diferença entre esta mentalidade e Hitler?
Sem dúvida, esta jovem psicopata não tem noção daquilo que disse, mas alguém (um parente, um amigo, um colega parlamentar?) poderia ter aconselhado um pouco de silêncio. Porque Ayelet calada é uma poeta.

Mas nada disso. A simpática Ayelet publicou no Twitter:
Por trás de qualquer terrorista há dezenas de homens e mulheres, sem os quais não poderia fazer nada. São todos combatentes inimigos, e o sangue deles cairá sobre todas as suas cabeças. Incluindo as mães dos mártires que os acompanham para o inferno com flores e beijos. Elas deveriam seguir os seus filhos, nada seria mais justo. Deveriam segui-los e as suas casas, onde criaram as cobras, deveriam ser aniquilados. Caso contrário, vão criar outras cobras.
Quando Mohammed Abu Khudair, de 17 anos, foi sequestrado e queimado vivo, Ayelet escreveu:
Esta é uma guerra. Não é uma guerra contra o terrorismo, não é uma guerra contra o extremismo ou até mesmo contra a autoridade palestiniana. Seria ignorar a realidade. Esta é uma guerra entre dois povos. Quem é o inimigo? O inimigo é o povo palestiniano. Porque? Perguntem a eles, eles são os que começaram a guerra.
Comentário? Não, há pensamentos que não precisam de nada, são apenas para ser lidos: o resto é vem de forma natural.

A esperança é que apareçam outros 100, 1000, 10000 como Ayelet Shaked, que gritem ao mundo com toda a força o seu ódio por tudo o que não é judeu. A esperança é que o grito seja ouvido em todo o mundo, mesmo por aqueles que agora não querem ouvir. Para que todos possam perceber o que é o sionismo, como entre os filhos e os netos da vítimas do Holocausto haja nazis, e dos piores.

E para que israel, a parte sã daquele país, possa esperar num futuro normal.


Ipse dixit.

Fonte: The Independent

22 comentários:

  1. Anónimo20.7.14

    Não há qq livro real no islão. Todos os escritos no tempo de maomé foram destruído. Tudo no islão é falso ou está ao serviço de falsidades e maldades. caso o próprio maomé cá aparecesse com uma única letra, como isso contraria a doutrina islâmica, maomé teria que destruir essa letra e fugir a sete pés dos muçulmanos. O mesmo para allah.
    A verdade é que no islão, nem allah pode ter o mínimo espaço ou existência.
    E a verdade tb, é que não há um só muçulmano que conheça o islão ou o queira conhecer.
    Mas se alguém não concordar pode convocar o muslo mais erudito para desmentir esta e outras verdades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você é cristão ou Judeu ?
      Seja o que for você é maluco e esta descompensado...
      Vai se tratar criatura !

      Eliminar
  2. Anónimo20.7.14

    Esta tb foi tomada pelo maometano allah, mesmo que oficialmente nunca o venha a saber

    ResponderEliminar
  3. Anónimo20.7.14

    Não esquecer quais os reais motivos da declaração de Erdogan, está em pré campanha para as próximas eleições. Relembrando também o episódio do bloqueio do Youtube por razões bem conhecidas. Talvez um outro ex primeiro ministro tenha algumas questões mais importantes http://www.youtube.com/watch?v=47xf0W5-2CQ (necessário activar as legendas)

    ResponderEliminar
  4. Caro Anónimo!

    "Não há qq livro real no islão. Todos os escritos no tempo de maomé foram destruído".

    Isso significa que as religiões cujos livros não foram publicados na altura dos acontecimentos não prestam? São falsas?
    É um ponto de vista interessante, porque a Torah foi transmitida oralmente ao longo de séculos antes de encontrar a própria forma escrita, o mesmo acontecendo com o Antigo Testamento; o Novo Testamento foi escrito não menos de que 70 anos após a morte de Cristo.

    O Alcorão foi escrito só 20 anos depois da morte de Maomé: não apenas é o mais jovem como é aquele foi escrito mais próximo dos alegados acontecimentos. Seguindo o raciocínio do Anónimo (não o meu, portanto), resulta assim o livro mais de "confiança".

    Caro Anónimo, como critica ao Islão não saiu lá muito bem, não acha?
    E nem falamos aqui das manipulações: há rios de tintas que falam do que aconteceu à Bíblia.

    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21.7.14

      É verdade que Deus, O divino ou a natureza, criou o mundo com diferenças e contradições, mas tb criou ideias que nos permitem viver e conviver com tudo isso sem problema de maior.
      No islam, é que nem com allah conseguem conviver, nem allah pode ter o mínimo de espaço ou existência. Isto numa 1ª análise, porque numa análise mais profunda, há outras conclusões, mas são piores.

      Eliminar
    2. Anónimo21.7.14

      Há pequenos e grandes pormenores que fazem toda a diferença.
      A verdade é que os ateus, judeus, cristãos e pagãos admitem e aceitam boas informações para além daquilo que está escrito.
      No Cristianismo até há a figura do Espírito Santo no activo.

      Eliminar
  5. maria20.7.14

    Demônios (não anjos) da morte, Max, existem muitos, talvez não tão jovens e tão sem motivos. Escuta só esta daqui do outro lado, em 1976, em Buenos Aires, o general Ibérico Saint-Jean que anunciava: "Primeiro mataremos todos os subversivos. Depois mataremos os colaboradores.Depois, os simpatizantes. Depois, os indecisos.E, finalmente, mataremos os indiferentes." Não é por acaso que o Uruguai, hoje com 3 milhões de habitantes humanos e 10 milhões de vacas, na década supra citada perdeu metade da sua população assassinada a queima roupa, ou sob tortura, pelas forças do sistema.E, na Argentina, milhares também tiveram o mesmo destino. Também lá éramos gaúchos, quase todos montoneros. Naquela época, éramos, quase todos, tupamaros no Uruguay. Abraços

    ResponderEliminar
  6. Anónimo21.7.14

    No islam, um maometa nunca mas nunca morre, e o que mais deseja é ser abençoada com um bilhete de ida para o paraíso. Como dizem que esse allah é grande e no corão actual que engana, logo esse allah é o maior enganador e o tal paraíso os piores dos infernos.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo21.7.14

    Como maomé teve que misturar verdade e meias-verdades para mais facilmente enganar, podemos afirmar que todas as palavras que dizemos estão indicadas no corão.
    Os muslos só têm e devem agradecer, ficarem todos satisfeitos e pedirem por mais.
    Allah é Grande!!! ( mas o porreiro e verdadeiro, o antes de maomé, fora do islam e depois de maomé)

    ResponderEliminar
  8. Anónimo21.7.14

    Se a Biblia, a Torah e outros livros foram corrompidos, então ainda são mais extraordinários, porque mesmo corrompidos, a maioria dos judeus, Cristãos e outros não-maometanos aprenderam a viver e conviver sem problema de maior. Como já foi dito, no islam, é que nem com o próprio allah admitem conviver.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo21.7.14

    Repare-se que a prória profissão de fé de um muslo, são várias falsidades. E que o corão, suposta base do islam, nem sequer faz parte dessa declaração.
    Até as palavras 'allah, slam, muslim corão e outras', no islam, são falsas e pelos critérios do próprio islam.

    ResponderEliminar
  10. A alma farta rejeita até o mais doce mel, mas a alma faminta sente doce no sabor mais amargo.
    Assim ensina a boa filosofia, vejo o bons ensinamentos em todos eles, o Al Corão que leio ensina a humildade, o novo testamento no apocalipse ensina o processo de elevação da consciência, mas se a pessoa não sabe o que procura não vai reconhecer quando achar, e quem apenas quer liberar suas revoltas encontrará incentivo em qualquer um deles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21.7.14

      Shanerrai,
      Continuas enganado pelo islam, Não admira. Os judeus que são dos mais cultos , tb ainda hoje o estão .
      Ainda não sabem aquilo que o islam realmente é.
      E a verdeade é que no islam tudo está ao serviço de falsidades e maldades. Tudo mas mesmo tudo.
      Mas como disse o poeta popular da terra da luz, luzitania, Antônio Aleixo.
      Pra mentira ser segura
      e atingir profundidade
      deve ter à mistura
      qq coisa de verdade.

      E assim é o corão. maumé misturou verdades e meias-verdades para mais habilmente, enganar, atacar e desgraçar.
      Em verdade o islam vive do ódio. Reparae-se no prómaometano que aqui comentou.
      Como já não pode desmentir as verdades, resta-lhe dizer que os outros são maus.
      Começa por Israel mas o objectivo é todo mundo e humanidade.

      Eliminar
    2. Quem vive pela espada deve morrer por ela, e pela medida que JULGAS sereis JULGADOS e digo mais condenados !

      - Como você me explica a crença do protestantes no "RELÓGIO DE DEUS" ?

      Veja este pequeno filme abaixo e me explica; onde é que se apoia seu ORGULHO.

      - O Deus de Israel ou da Igreja ? -
      https://www.youtube.com/watch?v=5nm1nDpTzKs

      - Numa palavra; antes de falar que os OUTROS vivem uma ilusão; olhe seu RABO primeiro; hipócrita !

      Eliminar
  11. Anónimo21.7.14

    Muito bom Shanerrai, dado os acontecimentos em curso, tenho dificuldade em manter um nível adequado como tu mesmo demonstraste.

    A “cara de pau” desta gente, não tem limites.

    É revoltante... E esta mulherzinha que o Max aqui nos mostrou, encarna a mentalidade asquerosa desta gente.





    "Qual é a diferença entre esta mentalidade e Hitler?"

    É sempre um absurdo querer endeusar uma raça em detrimento de outras.
    Mas a Alemanha de Hitler fê-lo de cabeça erguida e peito aberto.
    Arrogantes mas, transparentes, corajosos.
    Não foi por isso que deixou de ser tremendamente trágico. Mas há uma diferença.
    De quem o faz pela calada, insidiosamente, enganando, escondendo-se, urdindo, atraiçoando, roubando, degenerando, a Humanidade.



    Hitler falhou ao confundir a totalidade do povo judeu com esta facção asquerosa do Judaísmo.
    Mas defini-os bem (á elite radical dominante, entenda-se) quando os comparou a um "vírus".


    Alguém minimamente informado ignora que a Finança os Mercados, os USA os média e indústria audio-visual são dominados por esta gente?


    Óbviamente, com o poder esmagador que têm sobre o Mundo e média, inspirados nos ideais asquerosos que religiosamente defendem, manipulando de forma obscura e insidiosa, como está escrito nesse asqueroso manual de perversidades "torah" que tanto amam, têm de provocar uma tremenda degradação na Humanidade e no Mundo.


    São realmente um tremendo vírus espalhado pelo Mundo.

    Actuam pela mentira, a falácia rasteira, a manipulação, tal como essa falsa"Torah" lhes ensina.


    Os Palestinos são os que mais têm sofrido humilhações constantes.

    A opinião publicada desinforma as massas que confundem a vítima com o agressor.



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22.7.14

      Auto-Correcção importante:

      Onde diz "como está escrito nesse asqueroso manual de perversidades "torah"".
      Deveria estar: " como está escrito nesse asqueroso manual de perversidades "TALMUDE"


      Onde diz: " tal como essa falsa"Torah"
      Deveria estar: "Tal como essa falsa INTERPRETAÇÂO da "Torah"."

      Eliminar
  12. como sempre a religião é só um meio para o mesmo fim ,roubar e matar por dinheiro(terras),maldita seja a criatura que teve a ideia de criar a religião, se eu acreditasse a mandaria para o inferno

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21.7.14

      Há religiões e religiões.
      Tb interessa saber disto:
      https://www.youtube.com/user/kandungus/videos
      A Igreja Católica: Construtora da Civilização

      Eliminar
  13. Queria só realçar algumas frases dos intervenientes:

    Shanerrai: "Al Corão que leio ensina a humildade, o novo testamento no apocalipse ensina o processo de elevação da consciência".

    É isso. Todas as religiões têm ensinamentos, mesmo para aqueles que não gostam de religião (é o meu caso). Todavia, somos nós que muitas vezes escolhemos o que ler e como ler, atribuindo novos (e errados) sentidos aos pensamentos original.

    O que muitos fazem (e nisso não há diferença entre as três grandes religiões) é limitar-se às partes que perderam a actualidade, exaltando passagens que deixaram de fazer sentido pelo passar do tempo em detrimento dos princípios intemporais que estão lá.

    Anónimo: "Em verdade o islam vive do ódio."

    Lamento meu amigo, mas Você não entendeu nada mesmo do islam. Que, paradoxalmente, entre as três grandes religiões é a mais tolerante.

    Roberto: "como sempre a religião é só um meio para o mesmo fim"

    Este é o aspecto mais trágico da religião, qualquer delas: a fé é tornada uma arma ao serviço dos interesses de poucos e as pessoas morrem sem sequer entender as verdadeiras razões do sacrifício delas. Muito triste.

    Anónimo "A Igreja Católica: Construtora da Civilização"

    Nem comento...

    ResponderEliminar
  14. Anónimo22.7.14

    Concordaria em parte com o "Roberto" se ele disse-se:

    "como sempre AQUELES QUE PERVERTEM a religião COMO um meio para o mesmo fim ,roubar e matar por dinheiro(terras)."

    Para esses esse tal lugar a que chamas de "Inferno" está prioritariamente assegurado, creias ou não...

    ResponderEliminar
  15. Anónimo23.7.14

    "Lamento meu amigo, mas Você não entendeu nada mesmo do islam. Que, paradoxalmente, entre as três grandes religiões é a mais tolerante."

    Nota-se.
    Por dia assassina mais de 200 Cristãos, fora os outros, incluindo os próprios.

    Em verdade, só fora do islam, o bem, a verdade e a vida podem existir.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...