17 julho 2014

Última hora: avião malaio abatido na Ucrânia


Um avião da Malaysia Airlines, descolado de Amsterdam com destino Kuala Lumpur e com 280 passageiros mais 15 membros da tripulação, foi abatido hoje, na Ucrânia. Ao que parece não há sobreviventes.

Os media começaram já a obra de desinformação, culpando os rebeldes separatistas. O Expresso, por exemplo, titula:

Milícias pró-russas reivindicam ataque
O que é falso. De facto, continuando a leitura, podemos encontrar o seguinte:
O grupo terrorista liderado por Igor Girkin, que actuam no leste da Ucrânia, já veio reivindicar ter abatido o aparelho que acabou por se despenhar na localidade de Grabovo, que fica a cerca de 40 quilómetros da fronteira com a Rússia", disse ao Expresso a jornalista Katya Gorchinskaya, a partir de Kiev.
O problema é que Katya Gorchinsjaya é uma jornalista muito próxima do regime pró-ocidental de Kiev. Na página Twitter dela, há também uma interessante antecipação:
apparently we can expect info from that the missile that hit Malaysian plane came from . so my source says.
Tradução:
aparentemente, esperamos informações do Pentágono segundo as quais o míssil que atingiu o aviáo malaio chegou da Rússia, como a minha fonte diz.
Portanto, segundo as últimas actualizações da jornalista, nada de separatistas mas directamente um míssil da Rússia.

Nesta altura é demasiado cedo para fazer afirmações acerca das responsabilidade: só nas próximas horas será possível saber algo mais.

Por qual razão a Rússia ou os rebeldes da Ucrânia deveriam abater um avião civil, fazendo um enorme prazer à propaganda ocidental, não fica bem claro.

Mas isso pouco importa, a máquina já está a trabalhar: os separatistas ucranianos são maus e a Rússia é ainda pior.

Assim tem que ser.

Para acabar: mas sempre com a Malaysia Airlines?!?


Ipse dixit.

Fontes: Expresso, Katya Gorchinsjaya (Twitter)

18 comentários:

  1. 295 pessoas. Duzentos e noventa e cinco seres humanos...

    ResponderEliminar
  2. A vida indistinta de um simples jogo.

    ResponderEliminar
  3. MAX le com atenção esta conta de Twitter de um controlador aereo da Ucrania:

    https://twitter.com/spainbuca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Extremamente interessante.
      E bem diferente da versão que circula até agora nos diários de meio mundo...

      Obrigado!

      Eliminar
    2. Anónimo18.7.14

      já não consegui aceder....

      "Desculpe, essa página não existe!
      Obrigado por avisar— vamos consertar isso e normalizar as coisas em breve."

      Eliminar
    3. Pois parece que bloquearam a conta:

      http://actualidad.rt.com/actualidad/view/134299-controlador-trafico-aereo-buelo-mh17-escoltado-cazas-ucranianos

      Coisas da liberdade......

      Eliminar
  4. Maquiavel17.7.14

    Já foi encontrado o culpado:

    https://pbs.twimg.com/media/Bsxu5ToIMAEHu7V.jpg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "O míssil de Putin"
      Esta ainda não tinha visto....

      Obrigado!

      Eliminar
  5. Maquiavel17.7.14

    Este "acidente" faz lembrar este "acidente":

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Voo_Iran_Air_655

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo18.7.14

      e já somos pelo menos dois...

      Eliminar
  6. Anónimo18.7.14

    Diz o Publico de hoje:
    'Também não era novidade que as forças ucranianas e, muito provavelmente, também os rebeldes separatistas, tinham em seu poder sistemas de mísseis terra-ar com um alcance mais do que suficiente para atingir a marca dos 10 quilómetros.'
    e ainda:
    'As companhias aéreas e os seus pilotos, quando voavam sobre a Ucrânia, provavelmente assumiam que a altitude de cruzeiro deixaria os seus aviões comerciais a salvo daqueles lança-rockets portáteis que os terroristas costumam usar'

    Ontem em conversa com um amigo que é piloto-aviador, ele disse não acreditar que o avião tenha sido abatido a partir de terra com um míssil terra-ar por falta de assinatura térmica.

    Krowler

    ResponderEliminar
  7. maria18.7.14

    Olá Max: o que me chama a atenção nesta tragédia de m. é que, salvo melhor juízo, em jogos de guerra, nunca dantes se utilizou como estratégia derrubar em pleno voo um avião civil lotado. E, para culminar não vejo manifestações em massa dos demais países contra essa "novidade". E já estou contando este como segundo acontecimento inédito beligerante nos últimos tempos. O primeiro foi o aprisionamento do avião onde viajava Evo Morales, agora mais esse absurdo...parece que perceberam que o céu é um bom lugar para a prática de terrorismo. Abraços

    ResponderEliminar
  8. mais uma armadilha que americanos montam na Ucrania...sem vitimas americanas, e com a ajudinha de seus nazi aliados....oque mais impressiona e o jornalismo tupiniquim que nao discute seriamente nenhum assunto desta regiao...bom lembrar tambemseu post sobre as atividades da Shell na regiao desta tragedia

    ResponderEliminar
  9. É isso mesmo, aqui isso já é marcado como certo, o Putim é um criminoso que apóia terroristas e para os russos é normal derrubar uma avião, ou o WTC, cheio de pessoas, e vamos ao futebol...

    ResponderEliminar
  10. Chaplin20.7.14

    O maior protagonista oculto da história continua seu exercício infindável de poder e manipulação de massas. Ele carrega sua nacionalidade como bandeira a ocultar sua identidade. Utiliza=se, repetidamente, da trilogia do aforismo alemão. Comércio, guerras e especulação clandestina nas suas mais variadas formas. Seus exércitos, compostos de mercenários, vassalos e desorientados executam essas tarefas, fazendo o "trabalho sujo" do sistema. Criar fatos que serão difundidos exaustivamente pelos media e que servirão como "justificativa" para ações dos eternos "defensores" da liberdade e democracia. Criam organizações com âmbito global para se camuflarem e assim determinarem o futuro do mundo. Observem a frequência com que os medias citam a tal "comunidade internacional". O trono do "mal" precisa estar ocupado! Foram os índios, depois os comunistas, nas últimas décadas os terroristas... tudo cuidadosamente pensado para que a realidade continue invertida por tamanho poder e dominação. Ou passemos a enxergar um universo mais amplo, que insira a história não oficialista, ou continuaremos nesse reducionismo que proporciona exatamente o que deseja esse protagonismo.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo20.7.14

    http://www.elespiadigital.com/index.php/noticias/historico-de-noticias/6182-ante-las-evidencias-contrastables-kiev-tiene-que-dar-muchas-explicaciones-sobre-el-derribo-del-avion-de-malasya-airlanes

    Nuno

    ResponderEliminar
  12. Anónimo20.7.14

    http://www.elespiadigital.com/index.php/noticias/historico-de-noticias/6182-ante-las-evidencias-contrastables-kiev-tiene-que-dar-muchas-explicaciones-sobre-el-derribo-del-avion-de-malasya-airlanes

    Nuno

    ResponderEliminar
  13. Anónimo29.7.14

    na preparaçao desas liçoes tinha que ser com animais celvagens a nao com seres humanos.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...