26 outubro 2014

Facebook e o duplo irlandês

Quanto paga Facebook de impostos? Tomamos o caso do Reino Unido: o jornalista Leo Mirani, do site Quartz, foi espreitar as contas do social network na terra da Rainha e os resultados são...divertidos.

Em 2013, Facebook no Reino Unido pagou em impostos um total de 3.169 Libras. Muito? Sim, uma enormidade: são exactamente 4.022 Euros ou 12.586 Reais.

Para fazer uma comparação, o imposto sobre os rendimentos pago por um professor que ensine em Londres, com base no salário mínimo de 27.543 Libras anuais, pode facilmente ultrapassar a soma de 3.500 Libras (4.440 Euros, 13.900 Reais).

Será que Facebook está em profunda crise? Falta de dinheiro?
Nem tanto: o lucro bruto do ano 2013 foi de 49.280.000 Libras (ou seja, 62,5 milhões de Euros, 195 milhões de Reais). Não parece uma empresa à beira da falência.

Então, por qual razão um imposto sobre os rendimentos tão baixo?
A razão é uma série de "despesas administrativas" que totalizaram 60.900.000 de Libras. Isso é: segundo os dados oficiais, Facebook teve mais despesas do que lucro. Não apenas não ganhou um cêntimo como, sempre em teoria, perdeu dinheiro.

Mas afinal, estas despesas administrativas foram o quê?
A maior parte foi constituída por remunerações para os empregados da empresa. Nada menos de que 208 (duzentos e oito) pessoas que trabalham para Facebook no Reino Unido. Cada um deles pagou mais impostos do que a empresa.

Agora, pegamos numa calculadora e fazemos duas contas à moda antiga: 60 milhões em remunerações dividido 208 empregados dá 355 mil Euros (mais de 1 milhão de Reais) por cada trabalhador.

Uhi, vou enviar já o meu curriculum...ou se calhar não: se calhar os funcionários de Facebook não são tão ricos assim.

E de facto não são.
Uma vista de olhos nos dados publicados pelo London Evening Star ajuda a entender: é verdade que Facebook teve centenas de milhões de lucro no Reino Unido em 2013, mas registou a maior parte das vendas na Irlanda, onde os impostos sobre os rendimentos são muito mais baixos.

Facebook, Google, Apple, Amazon...todas utilizam esta técnica, chamada Double Irish (literalmente: "duplo irlandês"), para movimentar enormes quantias de dinheiro entre os diferentes Países, para registar as vendas nas localidades mais convenientes do ponto de vista fiscal e reduzir para zero as vendas aí onde os impostos são mais severos.

Obviamente alguém não está satisfeito com isso: as Finanças do Reino Unido, que perdem somas enormes a cada ano. E os cidadãos também (os poucos que conhecem a situação), boa parte dos quais paga mais impostos do que Facebook.

Mas podemos ficar descansados: a União Europeia está atenta. Com o grito de guerra da formiga furiosa, a Comissão decidiu abrir uma investigação contra os gigantes americanos que, com certeza, agora tremem.

Entretanto, os cidadãos que continuem a pagar: Facebook, que por causa do medo perdeu o dom da palavra, preferiu não comentar.

Dúvida: quantos sistemas Double Irish haverá no mundo?


Ipse dixit.

Fontes: Quartz, London Evening Star

1 comentário:

  1. Anónimo26.10.14

    Isto é a prova provada que o pagamento de impostos é para pacóvios.
    Será que este post vai ser removido da pagina do II no Facebook?

    Krowler

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...