12 janeiro 2015

O outro lado do planeta

Abandonamos o terrorismo em molho europeu e vamos espreitar as últimas notícias do mundo árabe e muçulmano no geral. 


Líbano

Um atentado suicida atingiu no Sábado o café Imran no bairro de Jabal Mohsen, no norte da cidade de Trípoli, no Líbano.

 De acordo com os relatórios, na explosão 11 pessoas morreram e 50 ficaram feridas. Os dois terroristas eram Samir Taha e Bilal Mohammed Mraeian, conhecido como "Ibrahim".

O ataque foi reivindicado pela organização Al-Nusra, ligada à Al-Qaeda, com uma mensagem no Twitter. Na área de Jabal Mohsen foi estabelecido o recolher obrigatório até as sete amanhã enquanto as forças de segurança começaram a investigação.

O bairro de Jabal Mohsen é habitado por uma maioria alauíta, solidaria com o presidente sírio Bashar al-Assad, e faz fronteira com o bairro sunita
de Bab al-Tabbanehe, cuja população apoia os chamados "rebeldes" sírios.

Nos próximos dias é prevista em Trípoli uma grande manifestação na qual participarão os representantes da maioria dos governo mundiais ao grito de Je suis libanaise.


Síria

Um grupo de terroristas abriram o fogo contra os centros de distribuição de ajuda humanitária no campo dos refugiados palestinianos de Yarmouk, no sul de Damasco.

O director-geral da Autoridade para os Refugiados Palestinianos, Ali Mustafa, disse que os terroristas começaram a disparar durante a distribuição na altura da chegada dos representantes da Organização das Nações Unidas para os Refugiados da Palestina (UNRWA), evitando assim os cidadãos pudessem receber as ajudas alimentares.

Mustafa acrescentou que o comboio de transporte UNRWA e do Crescente Vermelho Palestino foram forçados a deixar a área. Desde Janeiro de 2014, a Autoridade distribuiu cerca de 56.008 pacotes de alimentos e 11.616 de medicamentos, indispensáveis para a sobravivência dos refugiados.

Os principais governos mundiais condenaram com firmeza o acto e prometeram enviar os seus representantes para estes participarem na grande manifestação de solidariedade ao grito de Je suis palestinienne.

Nigéria

Horror sem fim na Nigéria, onde duas meninas fizeram-se explodidos num mercado, matando pelo menos três pessoas, enquanto os media ainda relatavam do massacre realizado pelo Boko Haram em Baga, onde homens, mulheres e crianças foram exterminados aos milhares "como se fossem insectos": os soldados que deveriam ter protegidos os civis fugiram e há quilómetros de terra coberta de cadáveres.

No Domingo, o principal alvo dos terroristas foi um mercado na cidade de Potiskum, no nordeste do estado de Yobe, onde testemunhas relataram ter visto duas meninas com pouco mais de 10 anos explodir no meio da multidão, tal como no dia de Sábado tinha feito a menina do massacre de Maiduguri, que tinha provocado 19 mortos. No ataque de ontem o balanço foi de três mortos e pelo menos 43 feridos.

Bem mais grave o que aconteceu no aglomerado de vilas na região de Baga, no extremo nordeste da Nigéria, nas margens do lago Chade, onde ao longo de três dias as milícias de Boko Haram exterminaram qualquer ser humano que conseguiam encontrar; neste caso o número das vítimas ainda não foi estabelecido, mas as estimativa apontam para milhares de mortos.


Os soldados com a farda da Força Multinacional Conjunta da Nigéria, Chade e Níger, que desde 1994 administra a região, fugiram imediatamente, despido as uniformes e deixando os civis indefesos.

A comunidade internacional condenou a utilização de crianças nas atrocidades da guerra e o massacre indiscriminado de civis; para os próximos dias é prevista uma grande manifestação na qual metade dos representantes da maioria dos governos mundiais vestirá uma camisola com escrito
Je suis un enfant e a outra metade Je suis de Baga.

Nigéria 2

E finalmente uma boa notícia: trata-se da maior vitória ambientalista obtida até agora num estado Africano.

A petrolífera Royal Dutch Shell pagará cerca de 84 milhões de Dólares como compensação aos mais de 15.600 pescadores Ogoni da comunidade Bodo, no Delta do Níger, danificado pelos dois derrames de petróleo que ocorreram entre 2008 e de 2009.

O acordo para a compensação foi alcançado sem recorrer aos tribunais, por um valor mais baixo do que os 300 milhões solicitados pela comunidade afectada, mas que mesmo assim conseguiu juntar ambas as partes depois duma batalha legal de três anos.

Em 2011, a oferta inicial da Shell para a comunidade Bodo tinha sido apenas de 6.000 Dólares. A Shell tinha aceitado desde o início a responsabilidade dos derrames provocados pelo mau estado e falta de manutenção dos oleodutos, mas também tinha indicado nos roubos e nas sabotagens a maior causa da poluição.

É também a primeira vez que a compensação por derrames de petróleo é paga directamente aos indivíduos, em vez que aos líderes locais ou a toda a comunidade: isso tem como fim evitar a corrupção e a apropriação de fundos.

De acordo com o escritório de advocacia Leigh Day, que representa os pescadores, os 84 milhões de Dólares serão divididos da seguinte forma: 30 milhões em beneficio da comunidade como um todo e um 3.300 Dólares para cada pescador danificado. O chefe da comunidade Bogo, Mene Sylvester Kogbara, espera que o dinheiro seja usado para desenvolver a comunidade, nomeadamente nas áreas da educação, da agricultura e da saúde.

Os principais governos mundiais aplaudiram a solução e prometeram enviar os seus representantes para estes participarem na grande manifestação de solidariedade ao grito de Je ne fais pas affaire avec Shell ("io non faccio affari con la Shell").


Ipse dixit.

Fontes: La Stampa, Il Faro sul Mondo

3 comentários:

  1. Anónimo12.1.15

    Faltou só a noticia, apesar de não ser no outro lado do mundo, que o Cristiano Ronaldo ganhou a 3ª bola de ouro.
    Os liders dos países com assento na ONU, vão organizar uma grandiosa manifestação e fazer umas camisolas comemorativas com o escrito : Je ne suis pas Messi

    Krowler

    ResponderEliminar
  2. Anónimo12.1.15

    JE SUIS BAGA

    Existe um blackout mediático em Baga, Nigéria. O mundo ignora matança em Baga pelo Boko Haram?

    Neste fim de semana, mais de 2000 nigerianos cristãos foram mortos por militantes islâmicos. Grupos de defesa local disseram que desistiram de contar os corpos deixados nas ruas.

    Amnistia Internacional descreve Boko Haram como do grupo terrorista "mais mortífero" do que o Ebola. Parece que o Boko Haram mata com mais eficiência.

    São 3,7 milhões de pessoas fazendo movimento nas ruas para marchar em uma demonstração de “unidade mundial” por causa de 12 pessoas brancas mortas e as milhões negras massacradas nesse momento, não merecem nossa atenção, nossa revolta?! É triste... Faz-me lembrar do cão que foi abatido em Espanha por causa do Ebola. Manifestações e mais manifestações. Mas faço a seguinte pergunta: será que algum dos manifestantes ficava com o cão se fosse possível???

    E assim vai o Mundo...

    KABRAL

    ResponderEliminar
  3. Paris, França o que aconteceu foi um ato premediato, pela [OTAN] seus chefes [sionistas] e [tropas de assalto[E.E.U.U.] foi um ataque de "falsa bandeira".Para os pobres dos jornalistas morreram, com honra fazendo oque fazem de melhor , transformar fatos horríveis, em engraçadas. Esse ato mentiroso Na França, por cima Que deixou cadáveres e as memorias de homens valorosos e corajoso sempre sera lembrado por todos.Esta lembrando o "atendado a bomba da maratona de Boston, mas mais bem executado e planeja, não um circo cheio de pontas soltas .Como ficou demonstrado, que envergonhou até o [F.B.I.] E executaram um inocente, "bode expiatório" e prenderam outro, vergonhoso. O que o "ocidente", apenas os velhos assassinos de sempre, [E.U.A] e [EUROPA] estão planejando com essa "cortina de fuma"??Um ataque em massa, usar bomba de "gazes"
    ??????Qual sera o seu novo passo, mais massacres roubos?? E terrorismo de estado!! Quantos jornalista morrem fazendo seu seu trabalho, no mundo todo, centenas. Um povo já massacrado mais de dois milhões, desde a invasão criminosa do Iraque , Síria, Líbia, onde roubaram todo a fortuna do Muamar Kaddaffi.Ele era tão ditador como , o grupelho de democratas e republicanos que se revesam, no governo dos [E.U.A] depois do "golpe" , visto por milhares na [TV] o assassinato de [J.F.K.] .Na manifestação em Paris , França estavam presentes genocidas de "carteirinha". Benjamin Natineu, François Hollande , presidente da França um "socialista", de merd.... o restante da mafia dos cinco a maiores vendedores de armas do planeta [E.U.A],[OTAN],[ISRAEL],[BANQUEIROS -SIONISTAS], [ARABIA SAUDITA] , fomentadores de guerras e financiadores criadores do GRUPO [E.I.] Estado Islâmico, todo retalhado costurado, com dólares. Misturado com mercenários, "laranjas", iludidos, perdidos, jihadistas, fantoches.Mas todos sobre o comando, "cego" da [CIA], NSA], [MOSSAD],[M15], [ARABIA SAUDITA], [OTAN_EUROPA].Esses são os genocidas, do ocidente,e aqul de seus aliados, mas eles tem aliados no mundo todo, inclusive aqui no Brasil.São todos assassinos ,sem piedade,

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...