16 fevereiro 2015

A profecia de Khadafi

Dia 7 de Março de 2011, uma das últimas entrevistas de Khadafi.
O que está a acontecer?
Todos já ouviram falar da Al-Qaeda no Magrebe Islâmico. Na Líbia, havia células adormecidas. Quando explodiu a confusão na Tunísia e no Egipto, foi decidido tirar proveito da situação e Al-Qaeda emitiu instruções para as células adormecidas, ao fim de voltar para a superfície. Os membros dessas células atacaram quartéis e esquadras da polícia, pegaram as armas. É o que sucedeu em Benghazi e Al-Baida, onde houve luta. Houve mortes de ambos os lados. Pegaram nas armas, aterrorizam o povo de Benghazi que hoje não pode sair de casa e está com medo.

Donde chegam essas células da Al-Qaeda?
Os líderes são provenientes do Iraque, Afeganistão ou da Argélia. E da prisão de Guantánamo.
Acha que tudo isso é planeado?
Sim, muito. Infelizmente, os acontecimentos foram apresentados no exterior de uma maneira muito diferente. É dito que foi atirado contra manifestantes pacíficos ... mas o povo da Al-Qaeda não organiza manifestações! Não houve manifestações na Líbia! E ninguém disparou contra os manifestantes! Isto não tem nada a ver com o que aconteceu na Tunísia ou no Egipto! Aqui, os únicos manifestantes são aqueles que apoiam a Jamahiriya. [...] Hoje enfrentamos Al-Qaeda, nós somos os únicos a fazê-lo, e ninguém quer nos ajudar.

Agita o espectro da ameaça islâmica...
Mas é a realidade! Na Tunísia e no Egipto, há um vácuo político. Os extremistas islâmicos já podem passar por aí. Haverá uma jihad na vossa frente, no Mediterrâneo. A Sexta Frota dos EUA vai ser atacada, vão fazer pirataria aqui, a 50 quilómetros das vossas fronteiras. Vocês vão voltar aos tempos do pirata Barbarossa, dos pirata, dos Otomanos que impunham resgates para os navios. Será uma crise global, uma catástrofe que se estenderá do Paquistão até o Norte de África. Não vou permiti-lo.

Parece pensar que o tempo está em seu favor...
Sim, porque as pessoas estão confusas com o que está a acontecer. Mas eu quero que entendam que a situação é grave em todo o Ocidente e em todo o Mediterrâneo. Como podem os líderes europeus não entende-lo? O risco do terrorismo expandir-se numa escala global é evidente.
Claramente, as palavras dum tirano louco.
Para boa sorte, a seguir houve a invasão da Nato e tudo acabou na melhor das maneiras.

Kadhafi, foi morto, Al-Qaeda foi anulada e o perigo do radicalismo islâmico simplesmente desapareceu. O que sobra hoje é um País feliz, com dois governos, dois parlamentos, violência descontrolada, divididos em 4 ou 5 áreas sem leis nas quais os civis tentam sobreviver.

Nas últimas horas, juntaram-se à festa os aviões do vizinho Egipto que bombardeiam algumas localidades supostamente nas mãos do Isis.

Sem dúvida, os Líbios têm todas as razões para sentir-se cada vez mais próximos dos valores ocidentais. E nem podemos esquecer a capacidade dos nossos políticos: ter eliminado Khadafi foi um golpe de génio do qual hoje podemos saborear as consequências.    

 photo 1-1.png
Clicar para ampliar!

Ipse dixit.

Fontes: Journal du Dimanche via Corriere della Sera

1 comentário:

  1. Anónimo17.2.15

    Agora olhando para tras fico enternecido com a minha ingenuidade na altura.
    Quando ouvia Khadafi a dizer estas coisas pensava que ele estava tão doido de desepero que so dizia disparates.
    Afinal tinha razão e muita.

    EXP001

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...