04 fevereiro 2015

Bangka

O Siempre Muy Nobre Saraiva enviou um link muito interessante, algo que publico com culpado atraso (e peço desculpa). Assunto? Bangka.



Ipse dixit.


6 comentários:

  1. Anónimo4.2.15

    Excelente informação. Não fazia ideia disto.
    De qualquer foma já não era adepto de andar sempre a comprar o ultimo brinquedo tecnologico pois defino-me pelas minhas ideias e pelo que sou, não pelo que tenho para mostrar, ainda para mais sabendo das condições em que trabalham os Chineses que fabricam a maioria dos equipamentos e componentes.
    Irrita-me profundamente a hipocrisia dos meninos (alguns deles ja com 30, 40 e mais anos) que adoram andar a exibir-se com o brinquedo novo e depois andam a defender a taxinha do saco de plastico, a taxinha da recolha de equipamentos tudo em nome de uma terra mais verde e do meio ambiente mas nem se preocupam em saber de onde vem o que teem no bolso, em que condicoes é feito e o que depois acontece quando vai para o lixo. Mas é a forma que arranjaram de ter sol na eira e chuva no nabal. A taxinha baratinha (porque sao pobrezinhos) para lavarem a alma.

    EXP001

    ResponderEliminar
  2. Anónimo4.2.15

    Bangka, Amazonia, Africa, Islândia, Artico, acho que é por todo o lado.
    Até já começámos a por as patas em Marte. Nos filmes de ficção cientifica há sempre umas companhias de mineração a lixar aquilo tudo, saga Alien, Avatar, etc.
    É a capacidade transformadora do ser humano.

    Krowler

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo4.2.15

      Já conseguimos encher de lixo a orbitra terrestre que tantos milhões de anos esteve imaculada e ja nem os satelites estao em segurança. Conseguimos enviar tralha para todos os cantos do sistema solar e ainda mais alguma para fora dele não se sabe bem onde.
      Realmente vendo as coisas assim a especie humana não fica la muito bem vista não senhor.
      EXP001

      Eliminar
  3. Anónimo5.2.15

    Também não seria má ideia pesquisarem sobre a Revolução dos Cocos (Guerra Civil de Bougainville ou Revolução de Bougainville).
    Para quem não queira ler até há documentário.
    Outra história perdida da decadência humana.

    ResponderEliminar
  4. Bem, não sou a melhor pessoa para falar, pois tenho um smartphone no bolso. Não é de última geração, porque não sou consumidor de modas.
    Se sou consciente que isto acontece? Que há povos explorados no outro lado do Mundo em nome do avanço tecnológico? Sou sim.

    Mas o que seria do nosso Mundo sem a tecnologia?
    Em primeiro lugar, nenhum de nós estaria a ver este blog, na realidade, nem saberíamos o que se passaria no outro lado do Mundo (por boas, ou más razões) - e sou sincero, não quero perder este poder.

    Podemos sim, na minha opinião, sermos moderados no que consumimos e evitar cairmos na armadilha da "obsolescência programada" - ter de comprar o último modelo todos os anos porque é mais rápido, mais bonito, mais funções...mais exploração de pessoas e do planeta.

    Cabe-nos a nós consumir de forma consciente e moderada.

    Não quero com isto defender o que se passa no Bangka (e noutros países); quero sim, explicar que a tecnologia é uma necessidade do Homem, mas que nós, como consumidores temos de mostrar que queremos tecnologia produzida de forma digna e justa.

    Espero ter passado a minha ideia.


    Um abraço,
    --
    R. Saraiva

    ResponderEliminar
  5. Nuno5.2.15

    Olha Bangka, ora este local está referenciado neste documentário da BBC:
    http://www.dailymotion.com/video/x2df9zb_bbc-panorama-apple-s-broken-promises_tv

    Uma empresa que se preocupa e muito com o ambiente, condições dos seus trabalhadores, ah e mete umas coisinhas nos seus produtos para ir deixando de funcionar até praticamente não funcionarem (isso não vem no documentário) portanto até com o consumidor final eles se importam. Generosos? Sim a marca da maçã e a maioria das grandes empresas que estão na China a explor...a trabalhar em óptimas condições é o outsourcing (maravilha).
    Já aqui alguém viu o shark tank, e o mr. Wonderful a dizer constantemente: boa ideia, vamos fazer negocio fico com um share e vamos lá outsourcing que fica mais barato.
    O sr. Maravilha só vê lucro o resto não interessa nem quer saber...o problema é que existem muitos srs maravilha.
    E depois queixam-se hipocritamente, que as linhas de produção estão a sair da Europa e Estados Unidos, queixam-se da China e por incrível que pareça são os mesmos?! ...
    Esquizofrenia, dupla personalidade? Não, simplesmente tomam nos como burros, e quem cai nisto(Chinês mau rouba trabalho) de facto burro ou está afastado da realidade.
    E eles lá em cima riem.
    Nuno

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...