14 fevereiro 2015

"Enviamos um fax..."

A gripe não passa. Melhora, depois a febre volta.
Ligo para Saúde 24. Muitas perguntas, mas são disponíveis.

- Enviamos um fax para o Seu Centro de Saúde que fecha às 20:00 horas.
- O que significa "enviamos um fax"?
- O que significa enviar um fax?
- Não, entendo: significa que posso ir lá já agora?
- Sim, preparamos um relatório para os médicos do Centro e vamos envia-lo: o senhor pode ir lá agora mesmo.

Wow, que serviço. Mas ainda estou em Portugal? Não é que com a febre passei a fronteira e nem dei por isso? Visto-me e vou. Está frio, mas vale a pena: com o fax que chega, um médico já tem uma ideia do que tenho e vai visitar-me em breve.

- Fax? Nós não recebemos fax ao longo da semana, Saúde 24 sabe disso. Uma visita? Não, não há vagas disponíveis. Mas pode voltar para as consultas da gripe. São feitas a partir das 20:00 horas.

Definitivamente ainda estou em Portugal.


Ipse dixit.

3 comentários:

  1. Anónimo14.2.15

    Acabei de chegar do Hospital Amadora Sintra com a minha sogra.
    A Linha Saúde 24, no caso dela, mandou mesmo o fax.
    Quando chegámos ao hospital pelas 15.45 h o fax já lá estava, pelas 19 h, depois de fazer electrocardiograma, RX e análises, ela saiu do hospital com o assunto resolvido.
    Havia contudo pessoas que estavam na urgência desde ontem.

    Krowler

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, acho não ser um problema de Saúde 24 mas das repartições locais.
      Por exemplo: o principal centro de saúde de Almada (o meu) não recebe fax porque não quer, mesmo que Saúde 24 envie.

      A justificação é que "falta pessoal". Acredito que seja verdade, pois no concelho de Almada há dezenas de milhares de pessoas sem médico de família e os médicos que depois das 20 fazem as visitas "da gripe" são de outros centros.

      Aliás, a ideia de Saúde 24 em si é muito boa: fazer uma triagem telefónica para depois ser encaminhado para o serviço mais apropriado (centro de saúde ou hospital se for o caso). O problema é a segunda parte.

      O centro de saúde de Almada já comunicou à Saúde 24 que não querem fax porque não têm pessoal. Mas Saúde 24 o que pode fazer? De certeza não vai enviar-me para o hospital por causa duma gripe (como me foi aconselhado no centro de saúde...).

      Em Italia o sistema de saúde é bom (o 2º melhor do mundo dizem as estatísticas, mas parece-me um bocado exagerado) e não existem centros de saúde. Resultados: todos têm médico de família (pagos pelos sistema de saúde, como aqui) e ninguém tem que fazer marcações para obter uma visita. Estás mal e vais ao teu médico, ponto final. Fora do horário de serviço dele (que costuma acabar por volta das 19 horas), ligas para o médico de guarda que vai para o teu domicílio (como aqui os da Cruz Vermelha).

      Por uma questão de curiosidade minha, na semana passada fui ver o rácio número de médicos/habitantes nos dois Países. Resultado: com minha enorme surpresa, o número é quase igual! Até no número de enfermeiros não há uma grande diferença (outra grande surpresa: aqui todos queixam-se porque "faltam enfermeiros"). Então é um problema de organização, não de recursos humanos.

      A ideia do centro de saúde pode ser boa em teoria, mas na prática parece-me um carroção mal gerido.

      Grande abraçoooo!!!!

      Eliminar
  2. Anónimo15.2.15

    Gripe das Aves, Suína, Espanhola ou Ebola? Não vai dizer que não tomou as vacinas?? Depois está assim e não sabe o motivo...

    Melhoras, Max!

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...