26 março 2015

Ops! (Update voo Germanwings)

Olá pessoal!

Peço desculpa por não ter publicado nada hoje, mas o que se passa é o seguinte: na verdade já escrevi e apaguei 3 artigos. O assunto? O acidente do avião da GermanWings.

Aparentemente já foi encontrado o culpado: o copiloto que decidiu suicidar-se matando também todas as pessoas no avião. Ámen.

Mas talvez as coisas não sejam tão simples. Tranquilos, não é a tentativa de criar um caso onde o caso nem existe; sei que por vezes é mais simples criar monstros de que aceitar a monstruosidade que mora em nós.

Só que há notícias que estou a controlar, o que não é nada simples.
Para já: na área do acidente havia uma exercitação militar. Algo que nenhum órgão de comunicação reporta.

Amanhã, com calma, ponto da situação.
Como dizem nas autoestradas: pedimos desculpa pelo incómodo, prometemos ser breves.



Ipse dixit.

Update

Então, nada feito.
Fontes verificadas, bem pouco confiáveis, pelo que sobra só a versão oficial.

Sem novidades, teremos que aceitar a teoria de que o piloto Andreas Guenter Lubitz, de 28 anos, decidiu trancar-se na cabina, diminuir a altitude e conduzir o avião até o choque contra as Alpes.

A polícia da Alemanha tem visitado a casa de Andreas em Dusseldorf e, ao que parece, foram encontrados "mais do que indícios". Por enquanto, nada aponta para uma hipótese ligada ao terrorismo, mas será preciso esperar nas próximas horas para ter a certeza.

A verdade, como escrito mais acima, é que não é simples aceitar o monstro que vive em nós. Andreas aparentemente tinha tudo para ser feliz: o trabalho que sempre tinha desejado, um óptimo ordenado, uma folha de serviço imaculada, uma certificação de excelência conseguida em idade muito baixa que significava também uma fácil previsão duma carreira sempre a subir.

Difícil aceitar que aquele rapaz decidiu matar-se levando consigo 150 inocentes, com uma frieza nunca perdida, como testemunha o respiro dele captado pelo gravador de bordo: normal, até o último segundo.

Em 2009 tinha enfrentado uma depressão. Mas isso foi há 6 anos e o gesto de Andreas parece evidenciar mais do que um simples episódio depressivo. Possível que ninguém tivesse percebido? Família, amigos, colegas? Nenhum sinal nos dias ou semanas anteriores? Os pilotos do aeroclub onde se encontrava inscrito falam dum rapaz simpático, de poucas palavras mas sempre bem disposto. É estranho mas parece que não: ninguém entendeu que Andreas tinha atingido o limite.

A teoria do suicídio deixa sempre não poucas dúvidas: foi assim também nos outros 5 episódios conhecidos na aviação comercial. Mas o caso de Andreas é um pouco diferente: nenhuma motivação religiosa, nenhum problema de dívidas e uma companhia aérea (uma subsidiária da Luftwaffe) conhecida pelo rigor.

Carsten Spohr, CEO da Deutsche Lufthansa, durante uma conferência de imprensa em Colónia, confirmou que Lubitz "passou todos os testes médicos, mas também todos os testes psicológicos, era 100% apto ao serviço [...] Nós escolhemos a tripulação da Lufthansa com cuidado, faz parte do nosso DNA. Não olhamos apenas para as habilidades técnicas e cognitivas, mas também para os perfis psicológicos".

100% apto? Oficialmente a cronologia é a seguinte: em 2009 crise depressiva, em 2013 testes psicológicos passados, em 2015 suicídio com homicídio de 150 pessoas.
Será...


Ipse dixit.

Fontes: La Repubblica

13 comentários:

  1. Anónimo26.3.15

    Bem nas auto estradas Portuguesas quando prometem ser breves costuma demorar pelo menos um ano.
    Boa Max , este assunto estava-me a passar completamente ao lado.

    EXP001

    ResponderEliminar
  2. Anónimo27.3.15

    Sou leigo. Mas quando vi as fotos tive impressão que uma bomba desintegrou o avião.

    ResponderEliminar
  3. http://www.veteranstoday.com/2015/03/26/this-crash-is-in-no-way-manner-nor-form-a-credible-accident-or-suicide/

    ResponderEliminar
  4. Anónimo27.3.15

    Há coisas que não percebo...
    Porque ainda não inventaram uma cabinete com fecho de segurança por fora de modo a só os pilotos possam aceder em caso de emergência?
    Como ainda não inventaram um sistema de ajuda de voô que no caso de anomalia na rota, envie automaticamente um contacto para a torre para averiguar a situação ou um pedido de emergência? Até os carros já tem disso.
    Sendo os modernos aviões dotados de pilotagem automática e algum mesmo à distância, estas situações poderiam ser evitadas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo28.3.15

      Excelente pergunta?
      Já agora posso ir mais longe ainda.
      As caixas negras já que existem vários serviços de celular/telemóvel usados nos aviões como o iridium e outros ligando directamente para/através de satélite e podem estar ligados porque ao contrario de um cel./movel normal nao criam possiveis problemas. Aliás quando viajamos de avião não pedem para desligar ou meter no modo plane/avião. Porquê não existe um "streaming" directo companhia de aviação ou até construtor basicamente Airbus/Boeing que ao mesmo tempo que toda a informação está a ir para o registo interno (caixas negras) iria para um registo externo, o que é perfeitamente possível (não existem problemas de limitação de transmissão (bandwidth). A detecção até pode assim ser simétrica aos dados das caixas negras.
      É algo que já tinha perguntado depois daquele fatidico voo rio-paris da air france à já uma serie de anos.
      Aliás o próprio computador de bordo colapsou pois os dados não batiam certo.
      Imaginemos que alguém em terra ao analisar em tempo real, não poderia ter transmitido aos pilotos que basicamente estavam as cegas "sensores externos momentaneamente inoperantes e dar instruções a estes pilotos que estavam às "cegas" procedimentos diferentes e evitar a tragédia neste caso espalharem-se no mar quando julgavam estar a várias milhas de altitude.
      Ou será preciso mais acidentes até alterar isto?
      Este já aconteceu mas podia também ter sido evitado como já fazem várias empresas e muitas mais irão fazer. Uma terceira pessoa para fazer overriding dos comandos de bloqueio no próprio cockpit.
      Nuno

      Eliminar
  5. Max, por favor confirma estes dados já que não possuo fontes:

    1- O piloto encontrava-se de baixa médica e foi trabalhar

    2- Tinha terminado um relacionamento amoroso há pouco tempo

    ResponderEliminar
  6. AlJoLoBaMa27.3.15

    Caríssimo,
    Venho dar um achega a este lamentável assunto. Já ouviu falar deste senhor? É que, MAIS UMA VEZ, acertou. No fundo do artigo encontram-se as cópias dos registos enviados para os interessados, avisando e alertando, ANTES DO ACONTECIDO, como já tantas vezes aconteceu, como pode constatar, se interessar, claro.
    Continue sempre assim, incorrecto, q.b.,pois só desse jeito se consegue manter a sanidade, nestes tempos de todas as insanidades.
    http://www.jucelinodaluz.com.br/acidente-aviao-na-franca.htm

    ResponderEliminar
  7. Anónimo28.3.15

    http://www.whatdoesitmean.com/index1852.htm

    ResponderEliminar
  8. http://v-imperio.blogspot.pt/2015/03/teste-de-laser-da-forca-aerea-eua.html

    ResponderEliminar
  9. Anónimo29.3.15

    Coisas que não entendo:

    1 - Tentativa por parte do outro piloto de abrir a porta (blindada) com um machado. Existem machados dentro dos aviões?

    2 - "como testemunha o respiro dele captado pelo gravador de bordo: normal, até o último segundo."

    Impossível captar o som do respirar, ainda por cima o som do respirar "normal". O som na cabine dos aviões e ensurdecedor, por isso os pilotos usam headphones e micro para comunicarem entre si.

    Coisas que para mim não batem certo

    PS: Quem é que, por mais doente que esteja, vai trabalhar quando esta de baixa?
    porque que ele só decidiu despenhar o avião quando voltava para a Alemanha? Porque não o fez logo quando voou da Alemanha para Barcelona?

    ResponderEliminar
  10. É o anónimo acima tem razão , qual animal no momento de sua "morte" respira normalmente?
    Como alguém com depressão vai trabalhar, mesmo tendo atestado?
    Ptz, essa foi mais mal contada do que outras.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo29.3.15

    Olha o bichano aqui : https://youtu.be/DdunGQYmzro

    ResponderEliminar
  12. Anónimo31.3.15

    Informação importante:

    http://www.europeanknightsproject.com/was-Germanwings-Death-Pilot-a-Psycho-gay-Jew/

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...