02 abril 2015

Gabrielal Moreira e a modernidade

Gabriela Moreira é um jornalista desportiva, bonitinha até, que trabalha pela emissora ESPN. Antes do jogo Palmeiras - São Paulo é normal ouvir as opiniões de alguns adeptos.


O que disse o homem? O que disse? "Bichas"?!?
Ahiahiahiahiminhanossasenhoradabolaedetodososgaysdoplaneta!!!!!! Mas é doido ou quê? "Bichas"???

Ainda bem que o lado estava Gabriela.
Despido o fato de jornalista, vestiu logo aquele de "politicamente correcto, iniciou logo uma mini-cruzada e serviu ao pobre Felipe um sermão de todo o tamanho. No final, Super-Gabriela até recebeu os parabéns do colega que estava no estudo.

O que disse Gabriela? "Vamos tentar modernizar um pouco o pensamento". Justo. Mas...

Mas Gabriela, dito entre nós: de verdade esperas uma resposta inteligente entrevistando um adepto com tanto de camisola oficial antes dum clássico de futebol?
Mas Gabriela, dito entre nós nº 2: tu sabes que "bicha" não é bem o sinónimo de "homossexual".
Mas Gabriela, dito entre nós nº 3: se Felipe acha que ser "bicha" não é bom, que direito tens tu de contraria-lo?
Mas Gabriela, dito entre nós nº 4: não seria melhor tentar explicar ao Felipe que os adversários devem ser respeitados, sempre? E que não importa qual o termo utilizado, o que conta é o respeito? Se tivesse dito "anormais" terias falado também em "modernizar"?
Mas Gabriela, dito entre nós nº 5: não achas esta hipocrisia bastante revoltante?

Assim, Gabriela deu na cabeça do pobre Felipe. Já que a ideia era "modernizar" o cérebro dos
adeptos, Gabriela poderia ter falado em muitas outras coisas.

Por exemplo: de quanto seja idiota gastar parte do ordenado num "desporto" que na verdade é uma máquina para fazer dinheiro; de quanto seja absurdo enriquecer gente já bastante rica; da importância dos valores verdadeiramente desportivos, alegremente atropelados pela máquina do futebol moderno; da corrupção que rodeia este desporto futebol; das reais condições financeiras do clubes.

Mais simplesmente: "Ó Felipe, tens 25 anos, valha-me Deus, sai daqui onde querem só o teu dinheiro, vai divertir-te com a tua namorada, com os amigos, compra duas cervejas, acorda para a vida". E haveria muito, muito mais ainda...

Só que Gabriela, heroína de papelão, sabe que se tivesse feito isso dificilmente os colegas do estudo teriam dito "Receba um beijo de todos nós aqui pela sua pronta intervenção", tal como aconteceu. E sabe que o Director do Serviços Desportivos da emissora teria achado muita pouca piada também. Pelo que, Gabriela preferiu não correr riscos, jogar pelo seguro e fazer-se grande com as "bichas" do pobre Felipe. Que agora ficou "modernizado" (e que se já antes não podia ver as "bichas", agora deve odiá-las mesmo).

Ahi Gabriela, Gabriela: Ab uno disce omnis (De um entendes como são todos), como dizia o bom Virgílio...


Ipse dixit.

2 comentários:

  1. Anónimo2.4.15

    Está aqui alguém de São Paulo para explicar à entrevistadora e ao Max as alcunhas dos torcedores do Corinthians, Palmeiras e São Paulo f.c. força :)
    Basta ver a net ou até a Wikipedia.
    Assim como lampiões, lagartos etc...
    Nuno

    ResponderEliminar
  2. Anónimo31.3.16

    Se uma pessoa vai se divertir com os amigos tomando cervejas essa pessoa não estará da mesma forma que o torcedor enriquecendo o dono da cervejaria? Assim como beber cerveja e tantas outras coisas mais, futebol também é diversão.
    Assim, caro blogueiro, de acordo com a sua opinião sobre a jornalista, se nivelou em hipocrisia à dita cuja.

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...