06 maio 2015

Carta de Einstein à filha Lieserl

Sim, eu sei: não tem nada a ver com o blog.
Mas esta coisa enerva-me.
Ou me enerva, tanto faz.

Falo da carta que Albert Einstein escreveu para a filha dele, Lieserl. Segundo as notícias, no final dos anos '80, Lieserl doou 1.400 cartas escritas por Einstein para a Universidade Hebrea (provavelmente a Hebrew University of Jerusalem), com o pedido de torná-las públicas depois de duas décadas da morte dele.

Esta carta é, supostamente, uma dela e circula na internet há tempo:

Quando propus a teoria da relatividade, muito poucos me entenderam e o que vou agora revelar a você, para que transmita à humanidade, também chocará o mundo, com sua incompreensão e preconceitos.

Peço ainda que aguarde todo o tempo necessário -- anos, décadas, até que a sociedade tenha avançado o suficiente para aceitar o que explicarei em seguida para você.

Há uma força extremamente poderosa para a qual a ciência até agora não encontrou uma explicação formal. É uma força que inclui e governa todas as outras, existindo por trás de qualquer fenômeno que opere no universo e que ainda não foi identificada por nós.

Esta força universal é o AMOR.

Quando os cientistas estavam procurando uma teoria unificada do Universo esqueceram a mais invisível e poderosa de todas as forças.

O Amor é Luz, dado que ilumina aquele que dá e o que recebe.
O Amor é gravidade, porque faz com que as pessoas se sintam atraídas umas pelas outras.

O Amor é potência, pois multiplica (potencia) o melhor que temos, permitindo assim que a humanidade não se extinga em seu egoísmo cego.

O Amor revela e desvela.
Por amor, vivemos e morremos.

O Amor é Deus e Deus é Amor.

Esta força tudo explica e dá SENTIDO à vida. Esta é a variável que temos ignorado por muito tempo, talvez porque o amor provoca medo, sendo o único poder no universo que o homem ainda não aprendeu a dirigir a seu favor.

Para dar visibilidade ao amor, eu fiz uma substituição simples na minha equação mais famosa. Se em vez de E = mc², aceitarmos que a energia para curar o mundo pode ser obtido através do amor multiplicado pela velocidade da luz ao quadrado (energia de cura = amor x velocidade da luz ²), chegaremos à conclusão de que o amor é a força mais poderosa que existe, porque não tem limites.

Após o fracasso da humanidade no uso e controle das outras forças do universo, que se voltaram contra nós, é urgente que nos alimentemos de outro tipo de energia. Se queremos que a nossa espécie sobreviva, se quisermos encontrar sentido na vida, se queremos salvar o mundo e todos os seres sensíveis que nele habitam, o amor é a única e a resposta última.

Talvez ainda não estejamos preparados para fabricar uma bomba de amor, uma criação suficientemente poderosa para destruir todo o ódio, egoísmo e ganância que assolam o planeta. No entanto, cada indivíduo carrega dentro de si um pequeno, mas poderoso gerador de amor, cuja energia aguarda para ser libertada.

Quando aprendemos a dar e receber esta energia universal, Lieserl querida, provaremos que o amor tudo vence, tudo transcende e tudo pode, porque o amor é a quintessência da vida.

Lamento profundamente não ter sido capaz de expressar mais cedo o que vai dentro do meu coração, que toda a minha vida tem batido silenciosamente por você. Talvez seja tarde demais para pedir desculpa, mas como o tempo é relativo, preciso dizer que te amo e que a graças a você, obtive a última resposta.

Seu pai,

Albert Einstein

Esta carta é falsa: Einstein nunca teria escrito uma idiotice como esta (tal como a outra: "se a abelha desaparecesse, ao Homem não sobrariam mais do que quatro anos de vida").

Lieserl Einstein, a primeira filha de Albert Einstein e Mileva Marić, morreu ainda na infância, provavelmente de escarlatina. De facto, toda a correspondência de Einstein (pública e privada) se encontra no Albert Einstein Archives Online e desta "Bomba de Amor" não há registo. O que não admira: a única bomba que Einstein sugeriu construir foi a bomba atómica (coisa da qual, como confessou mais tarde, arrependeu-se e muito até).

Ok, fim do desabafo.


Ipse dixit.

Fontes: International Business Times, De Coração a Coração, Liberte Sua Mente

10 comentários:

  1. Anónimo6.5.15

    Vamos combinar que qualquer um (partindo do pressuposto que somos todos "normais") se arrependeria.

    ResponderEliminar
  2. Mudando de assunto, notícia fresquinha na hora do almoço;

    http://noticias.band.uol.com.br/mundo/noticia/100000749594/supostos-slides-do-et-de-roswell-sao-revelados-por-ufologos.html#foto1

    Reptiliano ? Já sabemos que não existe.
    Seria um Grey ? Ou da raça ET-Fotoshop ?

    ResponderEliminar
  3. Grande Max, meta saudações.

    Fato banal na Internet, a bendita.
    Estou neste planeta há bem mais de meio século conforme o calendário oficial e afirmo que idade cronológica conta pouco na avaliação de um programa repetitivo das mesmas ancestrais memórias escravizantes. Se Mileva Marić, morreu ainda na infância, não teria sido esta carta uma pré canalização do fidedigno Albert Einstein, afinal, toda contra informação precisa de um "bom" avalista.

    Ok, fim das minhas dúvidas, sou grato.

    ResponderEliminar
  4. Mass Exodus Has Begun; http://www.pakalertpress.com/mass-exodus-has-begun-ceos-bugging-out-500-retiring-ceos-another-sign-of-something-ominous-to-come/

    ResponderEliminar
  5. Mas bem poderia ser verdadeira, "O Amor é gravidade, porque faz com que as pessoas se sintam atraídas umas pelas outras" , isso é muito lindo e muito sagaz, a gravidade faz os átomos se unirem e é o que forma tudo o que há

    (Tomé 77) Jesus disse: "Eu sou a luz que está sobre todos eles. Eu sou o todo. De mim
    surgiu o todo e de mim o todo se estendeu.

    ResponderEliminar
  6. Fica claro na carta o lamento: " Lamento profundamente não ter sido capaz de expressar mais cedo o que vai dentro do meu coração, que toda a minha vida tem batido silenciosamente por você. Talvez seja tarde demais para pedir desculpa, mas como o tempo é relativo, preciso dizer que te amo e que a graças a você, obtive a última resposta.

    ResponderEliminar
  7. Esta menina faleceu muito novinha. Não poderia jamais ter doado cartas para ninguém. Muito menos esta carta porque nunca foi escrita por Einstein. Ele não era tão chegado a Deus assim. É realmente um hoax.

    ResponderEliminar
  8. Idiotice é o site afirmar que Einstein "sugeriu construir a bomba atômica". Desconhecem os fatos históricos e misturam as coisas!

    ResponderEliminar
  9. Independente de ser de Einstein ou não, o conteúdo de fato - vem de um Eu superior... Pq todos somos um! Está carta é de uma verdade tão pura...que não importa quem escreveu! Ela é puro amor! E isso se basta! Mais amor! Menos julgamento!

    ResponderEliminar

Printfriendly

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...